20/11/17 - 14:44:18

Saúde entrega tablets a agentes comunitários do bairro Santa Maria

Nesta segunda-feira, 20, a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), deu mais um passo rumo à modernização da capital sergipana. Como parte da ação iniciada pelo prefeito Edvaldo Nogueira no último dia 10, a vice-prefeita Eliane Aquino e a equipe de gestão da secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, fizeram a entrega de 35 tablets aos agentes da Unidade de Saúde da Família Celso Augusto Daniel, localizada no conjunto Padre Pedro, bairro Santa Maria.

“Os problemas que envolvem o Sistema Único de Saúde [SUS] impactam diretamente na vida de quem mais precisa da nossa assistência, e é por isso que essa ação no Santa Maria é tão significativa para nossa gestão. Estamos retomando políticas de inclusão que eram promovidas nos governos anteriores de Marcelo Déda e Edvaldo Nogueira, mas que foram deixadas de lado nesses últimos quatro anos. Fazemos isso por acreditar que esse trabalho é vital na reconstrução da qualidade de vida, e por ter a convicção de que esses agentes comunitários são responsáveis por basear grande parte das nossas decisões, uma vez que são através dos resultados que eles nos apresentam, que identificamos os principais problemas relacionados à Saúde Pública da nossa população”, enfatiza Eliane.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, é justamente por causa dessa importância destacada pela vice-prefeita que a modernização se faz tão necessária. “Essa ação nos possibilita promover uma grande economia em todas as áreas da nossa gestão. Economizamos material, pois não haverá mais a necessidade de emissão das fichas de papel; tempo, pois a coleta de dados, além de ser mais rápida, alimentará diretamente o sistema digital do nosso SUS; e pessoal, pois esse recurso proporcionará às nossas equipes menos desgaste físico, uma vez que cada agente é responsável por centenas de famílias”, observa Waneska.

Realidade que faz parte do dia a dia da agente Jaqueline Nascimento Almeida, responsável pela área 94 Paraíso do Sul, onde residem centenas de famílias. “Apenas eu tinha que carregar 200 fichas todos os dias, o que era muito complicado por causa do peso, isso realmente nos cansava fisicamente. Com esse aparelho será bem mais fácil, e eu acredito que a Prefeitura tem feito isso por ter um olhar diferenciado sobre nossa realidade de trabalho. De fato, ficamos abandonados por um tempo, mas nessa atual gestão nos sentimos ouvidos, e somos atendidos dentro daquelas demandas que há tempos vínhamos requisitando”, reconheceu.

Segundo a assessora técnica da Diretoria de Atenção à Saúde, Roberta Lisboa, há ainda uma outra vantagem nesse processo: a segurança. Com a alimentação do sistema feita diretamente pelo tablet, a perda de dados cairá bastante. “Antes, o agente preenchia centenas de fichas e, somente depois desse trabalho, ele alimentava o sistema, passando as informações pelo computador. Durante esse processo, vários papéis eram perdidos, o que debilitava muito a eficiência da nossa atuação. Agora isso mudou, e podemos ser muito mais precisos ao analisar nossas informações”, avaliou.

e-SUS Atenção Básica

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Saúde, distribuirá ao todo 600 tabletes para 116 Equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal, uma ação que irá beneficiar diretamente cerca de 500 mil aracajuanos. A iniciativa já está de acordo com as ações de implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente, um dos projetos prioritários da gestão do prefeito Edvaldo Nogueira para a Saúde do município.

Cada aparelho terá instalado o aplicativo de uso nacional e-SUS Atenção Básica, responsável por armazenar todas as informações colhidas pelos agentes, que antes eram realizadas apenas através de fichas de papel. Para a criação deste aplicativo, foram considerados aspectos relacionados ao conforto, à segurança e à usabilidade da ferramenta dentro da realidade do processo de trabalho desses agentes.

Esse novo recurso, além de agilizar o trabalho dos próprios profissionais, vai atualizar mais rapidamente os dados de cada usuário do Sistema Único de Saúde de Aracaju, possibilitando que a gestão municipal identifique e resolva de maneira mais eficaz, os principais problemas enfrentados pela população.

Esse aplicativo é uma estratégia para reestruturar as informações da Atenção Básica em nível nacional, e a ação está alinhada com a proposta mais geral de reestruturação dos Sistemas de Informação em Saúde do Ministério da Saúde, entendendo que a qualificação da gestão da informação é fundamental para ampliar a qualidade no atendimento à população.

Fonte e foto assessoria