22/11/17 - 07:48:25

Central de Interpretação de Libras volta a funcionar nesta quarta-feira, 22

O serviço é destinado a cerca de 12 mil pessoas surdas existentes em Sergipe, facilitando sua comunicação, propiciando o seu acesso a serviços públicos e informações diversas e favorecendo, por consequência, sua inclusão social

A partir desta quarta-feira, 22 de novembro, volta a funcionar a Central de Interpretação de Libras (CIL). A secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) reabre o serviço de forma definitiva, após realizar o pregão eletrônico nº 275/2017, disponibilizando intérpretes especializados na Língua Brasileira de Sinais, para atender gratuitamente no Ceac da Rua do Turista. O serviço é destinado a cerca de 12 mil pessoas surdas existentes em Sergipe, facilitando sua comunicação, propiciando o seu acesso a serviços públicos e informações diversas e favorecendo, por consequência, sua inclusão social.

Disponível de segunda a sexta-feira, das 07h45 às 17h45, o atendimento ofertado no local poderá ser de três tipos, a depender da necessidade do usuário: presencial, virtual e “in loco”. Presencialmente, o atendimento será prestado no local onde funcionará a CIL, por meio da tradução/interpretação em Libras/Língua Portuguesa. Por meio virtual, serão prestadas informações através da transferência de imagem em tempo real entre os intérpretes da Central e os usuários. A Central também disponibilizará intérprete “in loco”, em horário previamente agendado, para acompanhamento de pessoas surdas a bibliotecas, hospitais, delegacias, tribunais e outros locais de atendimento ao público.

Para o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CEDPcD), Claudio Brito, a reabertura do serviço é uma grande conquista. “As pessoas surdas terão um local que possam procurar para fazer a tradução para Libras, que é a segunda língua oficial do Brasil. Para qualquer problema ou necessidade que tenham, vão ter um intérprete ao lado, fornecido pelo Estado. O Conselho, que tem a atribuição de fiscalizar, está atento e acompanhou de perto o esforço do secretário Zezinho Sobral para resolver essa questão contratual para reabrir a Central. O processo foi totalmente transparente. É um marco para nós”, afirmou.

Segundo o secretário Zezinho Sobral, todas as medidas foram tomadas no sentido de garantir a continuidade do serviço. “Quando o contrato emergencial anteriormente firmado se encerrou, partimos para buscar uma solução definitiva para a questão, a fim de que o serviço ocorra de forma contínua, tendo em vista a sua imensa importância para a inclusão social das pessoas surdas do nosso estado. A comunicação é uma necessidade básica para o acesso de qualquer tipo de serviço. Então a Central é fundamental para auxiliar na garantia desse direito. Ficamos muito felizes em devolvê-la à sociedade de forma definitiva”, pontuou o gestor.

Sobre a CIL

A implantação da CIL em Sergipe foi possibilitada através de convênio celebrado com o Governo Federal. A Secretaria Especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania forneceu veículo, equipamentos de informática e mobiliário. Ao Governo de Sergipe coube a cessão do espaço, garantida através de Termo de Cooperação Técnica celebrado entre a Seidh e a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag); a alocação de recursos para manutenção da Central; além da contratação de pessoal; perfazendo um investimento anual de cerca de R$ 200.000,00 do Governo de Sergipe. Os interessados no serviço podem obter mais informações através do telefone (79)3222-9447.

Fonte e foto assessoria