22/11/17 - 08:13:39

A enganação do PMDB

O PMDB vai mudar de nome, retornando ao antigo Movimento Democrático Brasileiro (MDB). A cúpula peemedebista pensa que a simples retirada de uma letra resgatará o protagonismo histórico do PMDB no período de redemocratização do Brasil. Os que pensam assim estão redondamente enganados. A legenda jamais será a mesma enquanto for campeã em número de filiados fichas sujas. Veja o que pensa Antônio Neto, sindicalista paulista que deixou o PMDB recentemente: “O partido assumiu o governo federal para atuar como tropa de choque de uma casta improdutiva e estúpida, que quer impor ao Brasil a ampliação da exploração do homem sobre o homem, implodindo a economia do país e o jogando no caos social”. Certamente, os peemedebistas sérios não acreditam que a simples remoção de uma letra mudará a legenda pra melhor. Eles sabem que a cúpula do partido transformou o governo e o Congresso num bunker para proteger políticos safados, especialistas em roubar o dinheiro público. Não foi sem motivos que o PMDB ganhou o apelido de “Quadrilhão”. E vai continuar assim com ou sem o pê no nome!

Discípulos de Nero

Segundo o deputado estadual Francisco Gualberto (PT), o governo jamais deixou de repassar o ICMS devido aos municípios sergipanos. Líder governista na Assembleia, o petista diz que ao fazer esta denúncia, a oposição pretende tocar fogo no estado, “pois sabe que não ganhará as eleições para o governo”. Homem, será?

Casa nova

Após ter perdido o comando do Podemos em Sergipe, o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita vai assumir a direção do PHS no estado. A posse da nova comissão provisória está marcada para amanhã, na Câmara de Vereadores de Capela. O ex-gestor pensa em disputar uma cadeira na Câmara Federal, em 2018. Então, tá!

Banco dos réus

O vereador aracajuano Cabo Amintas (PTB) sentará no banco dos réus no próximo dia 7. Ele responde por uma tentativa de homicídio ocorrida há 13 anos. O parlamentar jura inocência, acrescentando que a arma usada no crime não lhe pertencia, mas a outro policial que já morreu. “Eu não vou fugir. Vou vencer esse júri, pois quem tem Deus enfrenta qualquer coisa”, discursou na Câmara.

Eleitor injuriado

E o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) está preocupado com o descrédito da classe política. Segundo ele, o Brasil vai às urnas no ano que vem com muita frustração, pois mais de 60% do eleitorado dizem não querer votar. Para Valadares, as fraudes nas campanhas, com esquema de caixas dois nos financiamentos e até mesmo a compra de votos, estão entre os fatores que desanimam a sociedade com as eleições. É vero!

Café com política

Segurança pública e sociedade é o tema da 4ª edição do Café com Política Debate, organizado pelas jornalistas Katia Santana, Magna Santana e Eclair Nascimento. Marcado para as 19h de amanhã, no Quality Hotel, em Aracaju, o evento terá como debatedores a delegada-geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, o promotor de Justiça, Deijaniro Jonas Filho, o comandante da Polícia Militar, Marcony Cabral e o sociólogo Marcos Santana. Participe!

Novo senador

O defensor público aposentado Elber Batalha de Góes (PSB) assume, nesta quarta-feira, uma cadeira no Senado. Substituirá Antônio Carlos Valadares (PSB), que se licenciará por mais de quatro meses para cuidar da saúde. Elber era o segundo suplente de Vavá, tendo sido guindado à primeira suplência com a morte do ex-senador Zé Eduardo Dutra, em outubro de 2015.

Dia de autógrafos

O desembargador federal Vladimir Souza Carvalho vai lançar, nesta quarta-feira, o livro “Fogo de Monturo e Outras Fumaças”. Marcado para às 17h, o lançamento acontecerá no foyer do Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife.  A obra literária do magistrado itabaianense reúne mais de 30 contos que versam, em sua maioria, sobre o sexo. Contém, ainda, algumas histórias de amor com pitadas de regionalismo.

Corrupção em debate

“O impacto da corrupção na economia brasileira” é o tema da palestra que economista Otaviano Canuto fará no Tribunal de Contas de Sergipe. Será no próximo dia 1º, durante o encerramento do fórum “Por um Brasil ético: o dinheiro público é da sua conta”. Diretor executivo do Banco Mundial para o Brasil, Otaviano Canuto é formado pela Universidade Federal de Sergipe e professor doutor da Universidade de São Paulo.

Fique rico

Quer deixar essa vidinha de pobre de marré deci? Pois faça uma fezinha na Mega-Sena de hoje. O prêmio para quem acertar as seis dezenas é de R$ 50 milhões. Aplicada na poupança, essa bolada renderá mensalmente R$ 234 mil. Mas se o felizardo preferir, pode comprar 333 carros de luxo ou 100 apartamentos de R$ 500 mil. Então, vai ficar aí sentado no trono de um apartamento, com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar?

Recorte de jornal

13

Publicado no Jornal do Aracaju, em 1º de novembro de 1871

Resumo dos Jornais