28/11/17 - 15:55:57

Cartinhas do Papai Noel dos Correios aguardam adoção

Milhares de pedidos feitos ao Bom Velhinho podem ser atendidos por padrinhos e madrinhas que acreditam na magia do Natal

Todos os dias, centenas de cartinhas escritas com carinho e esperança por crianças de diversas cidades são endereçadas ao Papai Noel dos Correios. Nelas, meninos e meninas pedem brinquedos, material escolar, roupas, calçados, entre tantos outros sonhos que podem ser facilmente tirados do papel com a ajuda dos padrinhos. Até o momento, a coordenação da campanha em Sergipe recebeu cerca de 6.500 cartas, das quais menos de 2.000 foram adotadas.

Em Aracaju, os interessados em atender aos pedidos feitos por meninos e meninas de todo o estado têm até o dia 11 de dezembro para adotar uma cartinha nas agências de Correios da Rua Laranjeiras, Shopping Riomar e Rua Acre. No interior, as cartas para adoção estão disponíveis nas agências do Shopping Prêmio (Nossa Senhora do Socorro), Barra dos Coqueiros, Boquim, Cedro, Estância, Itabaiana, Lagarto, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora da Glória e Propriá.

Há várias edições, a senhora Fátima Rocha participa da campanha, adotando as cartinhas que mais a emocionam. “Eu penso que o Natal tinha que ser uma data feliz para todas as pessoas. Acabo de ler uma carta em que um menino pede bolas de gude para brincar com os seus amigos, ou seja, ele não está pensando apenas em ganhar um presente para ele. Isso é muito comovente”, conta.

Prazo

Meninos e meninas de até 10 anos que moram no interior do estado e que ainda não escreveram para o Bom Velhinho podem entregar suas cartas em qualquer agência dos Correios até a próxima quinta-feira, 30 de novembro. Na capital, só estão sendo aceitas cartas encaminhadas por escolas públicas indicadas pela secretaria de Educação do estado e do município, além de entidades assistenciais (creches, abrigos, orfanatos).

As cartinhas devem ser manuscritas e estar em envelopes com o nome e endereço completo da criança. Não é necessário selar. No ano passado, a coordenação estadual da campanha cadastrou e disponibilizou para adoção cerca de 9 mil cartas. Graças à solidariedade da população e de instituições parceiras, mais de 5 mil presentes foram entregues.