28/11/17 - 00:01:57

POR QUE INVESTIR AGORA EM PESQUISA?

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

As pesquisas de opinião pública começam a surgir ainda timidamente. Trazem dados que jamais poderiam avaliar uma proporcionalidade, em razão da distância para realização do pleito. Não confunde a ninguém e nem sinaliza vitórias, até em razão do excessivo número de pessoas que se recusam a responder perguntas futuras. Chega a quase 70% o percentual de quem se recusa a opinar.

O cenário atual ainda é turbulento para pesquisas. Tanto que quando se fala em nomes para o Governo, tem gente opinando por pessoas que até já morreram, além de misturar prováveis candidatos proporcionais com majoritários. Não chega a ser um samba, mas “um show do crioulo doido” [olha o racismo, gente!], tão decantado pelo eterno Stanislaw Ponte Preta, incorporado pelo cronista Sérgio Porto.

Pesquisa, claro, não é coisa que se faça por brincadeira. Os institutos são empresas que têm de faturar bem para fazer ascender quem está na bagaceira. Neste momento, entretanto, investir em avaliação eleitoral é um péssimo negócio. Na última pesquisa exposta por grupos da Internet [e comemorada por assessores], levando em consideração a margem de erros (3,5%), os três nomes mais votados estavam literalmente empatados. Além, lógico, do número alto de ausências de respostas.

Um líder político do interior telefona um tanto quanto desconfiado, porque o nome de um deputado que disputará a eleição apareceu na pesquisa realizada por um instituto e esteve desaparecido em avaliação idêntica, no mesmo período, realizada por outra empresa. Queria saber a razão. Não há outra explicação que não seja por interesse de quem financiou o trabalho de apuração.

Há um detalhe: ninguém financia pesquisa, que será levada ao público, para perder. No caso seria melhor não publicar. O truque a ficar com os dados desfavoráveis, para análise interna, e reverter o resultado que o revelar bem avaliado. Infelizmente é assim, a não ser que o instituto faça todo o levantamento da opinião do eleitor por conta própria.

CERTEZA DA CANDIDATURA

A base aliada ao governador Jackson Barreto (PMDB) já tem absoluta certeza de que ele será candidato ao Senado, em razão da sua disposição de por o Estado em ordem.

– Jackson realmente não é homem de negócios e vai para a luta, disse um deles.

MUDANÇA DO ANÚNCIO

Jackson Barreto não vai anunciar mais em dezembro sua candidatura. Pode ser feito de janeiro a março, quando admite que a fotografia do Estado seja outra.

Acha que é tempo suficiente para todos os ajustes.

PARECENDO UM POP STAR

Durante a reunião do PSD, Jackson Barreto foi convocado por dezenas de grupos para uma foto e exposição nas redes sociais.

Ouviu do diretor de uma empresa: “você está parecendo um Pop Star”.

FÁBIO SOBRE BELIVALDO

O deputado federal Fábio Reis (PMDB) admitiu que o pré-candidato Belivaldo Chagas está surpreendendo com o surgimento do seu nome em pesquisas.

– Belivaldo está há um mês que foi lançado, disse.

ELIANE PENSA EM 2018

A vice-prefeita Eliane Aquino (PT) disse, ontem, que vê quanto o povo precisa ter bons nomes na política, principalmente no legislativo.

Ela está à disposição do partido para a Câmara Federal ou Senado.

CARTAS JÁ ESTÃO POSTAS

Eliane Aquino diz que as cartas dentro do PT já estão postas e se o partido achar que precisa dela, “meu nome estará à disposição”.

Mas tudo sem provocar a desunião na legenda.

NÃO CRÊ EM SOLUÇÕES

Um político sem mandato falou em off: “a Controladoria Geral da União (CGU) vai entrar de recesso por 45 dias, além dos 30 dias de férias de cada procurador”.

– Como esse País vai resolver os seus problemas de corrupção? – pergunta.

PDT FARÁ ENCONTRO

O ex-prefeito Paulo Henrique (PDT) conversou com Belivaldo Chagas ontem e lhe avisou que a legenda fará encontro na primeira quinzena de dezembro.

Vai declarar apoio à candidatura de Chagas ao Governo em 2018.

SERÁ CANDIDATO A FEDERAL

Paulo Henrique disse que não há nenhuma dúvida quanto à sua candidatura a deputado federal pelo PDT, assim como a disputa à reeleição de Silvia Fontes.

Sobre Valdevan Noventa diz: “ele foi convidado a filiar-se, agora a decisão é dele”.

PRB AINDA NÃO DEFINIU

O ex-prefeito Heleno Silva (PRB) avisou ontem que o seu partido ainda não definiu data de local do encontro para declarar apoio a Belivaldo Chagas.

O partido se reúne sexta-feira para decidir sobre isso.

NÃO QUER FALAR EM VICE

Segundo Heleno Silva, o PRB não conversa sem ter o espaço na chapa majoritária, com o seu nome para disputar vaga no Senado.

O partido sequer aceita falar sobre a vice.

FORTALECE A LEGENDA

O PPS realiza, dia 06 próximo, filiações que considera importantes para a disputa das eleições. Uma delas é Laurinho da Bomfim, que tentará mandato na Câmara Federal.

Também se filiam Teixeira Caminhões, Kérsio Pinto e Jailton Santana.

TEIXEIRA PARA DEPUTADO

O empresário conhecido por Teixeira Caminhões vai disputar vaga na Assembleia. Ele é proprietário da Rio FM, de Porto da Folha, e seu reduto é no sertão.

Também avança pelo agreste, como Itabaiana.

VALADARES MERGULHOU

O senador Valadares (PSB) mergulhou e está distante das redes sociais. Vai passar alguns dias distante dos grupos para evitar discussões.

Prepara-se para uma cirurgia de hérnia.

PHS FAZ FILIAÇÕES NOVAS

Agora sob nova direção, o PHS faz novas filiações. O presidente Manoel Messias Sukita está trazendo pessoas ligadas a ele que se filiaram no Podemos.

Internamente o PHS está em convulsão.

ACHA MELHOR ALCKMIN

Albano Franco (PSDB) disse ontem que a solução para direção nacional do partido foi a melhor possível. Acha que Geraldo Alckmin nesse momento é o consenso.

Quando esteve em Aracaju, Marconi Perillo disse que abriria para Alckmin

UM CONFRONTO RUIM

Não foi bom para a unidade da base aliada o confronto rápido entre Rogério Carvalho (PT) e o deputado Jony Marcos (PRB) em Pedrinhas

Esse tipo de comportamento mexe com a unidade na base.

CONCLUSÃO SOBRE LULA

Um deputado da base aliada postou ontem que todos já têm certeza que o PT não terá o ex-presidente Lula como candidato a presidente da República.

– Já está virando um menino rejeitado e ficará isolado, deduziu.

Notas

Pretensões eleitorais – Procuradores da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, no Rio e em São Paulo se reuniram ontem no Rio, para discutir estratégias conjuntas para 2018. Deltan Dallagnol afirmou que será ano da “batalha final da Lava Jato” e voltou a dizer que nenhum dos procuradores envolvidos na operação tem pretensões eleitorais.

0x0

Voz destoante no PSDB – Daniel Coelho é uma voz destoante no PSDB em relação ao acordo que deverá aclamar Geraldo Alckmin presidente da legenda. Muito próximo a Tasso Jeiresatti, o deputado eleito por Pernambuco afirmou a O Antagonista que “não foi o melhor para o partido nem para Alckmin”.

0x0

Bolsonaro mais soft – Congressistas que acompanharam a participação de Jair Bolsonaro no evento das páginas amarelas da Veja, na manhã de ontem, acharam o presidenciável muito “mais soft e palatável”. Na ocasião, Bolsonaro anunciou que seu ministro da Fazenda seria o economista Paulo Guedes.

0x0

Ação dentro da CGU – A CGU deflagrou na manhã de ontem a operação Controle Institucional, que apura irregularidades dentro do próprio órgão. O objetivo é desarticular a atuação de dois servidores em municípios do Pará fiscalizados pela CGU. A ação é uma parceria com a Polícia Federal e o MPF.

0x0

Alckmin preside PMDB – Em jantar ontem à noite no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, os dois candidatos à presidência do partido, o senador Tasso Jeiressatti (CE) e o governador de Goiás, Marconi Perillo, vão abrir mão de suas candidaturas para que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, comandar a legenda.

0x0

Banqueiro é preso – Banqueiro espanhol David Muino Suarez foi preso ontem no aeroporto de Guarulhos. Estava foragido desde início de outubro, quando Sérgio Moro expediu mandado de prisão contra ele, informa Tabata Viapiana, da IstoÉ. Suarez é acusado, entre outras coisas, de ter movimentado recursos do petrolão

Conversando

Grupos sociais – Alguns políticos acham que pode ganhar as eleições quem contratar mais pessoas para atuar em grupos sociais.

Reputação ilibada – Como não existem normas para orientar esses grupos, será um vale tudo infinito, onde se põe por terra qualquer reputação ilibada.

Baixaria geral – Já tem profissionais da área de marketing preocupada com a “baixaria geral” em que se transformará a campanha eleitoral em todo o Brasil.

Sempre esteve – A vice-prefeita Eliane Aquino (PT) disse que seu nome sempre esteve à disposição do partido para qualquer necessidade política.

Está atuando – Belivaldo Chagas (PMDB) está levando adiante a sua pré-candidatura a governador e tem atuado junto a lideranças políticas.

Edvaldo lamenta – Edvaldo Nogueira lamentou muito as falsas acusações que criaram sobre a visita de Eliane Aquino ao Parque dos Falcões.

Sargento Edgard – Eu sou policial há vinte seis anos, a única vez que fiz um vôo de helicóptero foi no Rio de Janeiro, paguei 150 reais, por sete minutos.

Pelo Velho Chico – Segundo João Daniel, seminário debaterá situação da Bacia de São Francisco, para propor medidas para sua revitalização.

Não vai demorar – Estatísticas mostram que o maior número de detentos é de negros. Não vai demorar e será de ex-autoridades corruptas.