28/11/17 - 08:22:47

Servidor na miséria

O servidor estadual chega ao final de mais um ano sem nada para comemorar. Recebendo os salários com atraso e sem ter conseguido um único centavo de reajuste para repor a inflação, a categoria passará mais um Natal magérrimo, e não terá disposição para festejar a chegada do Ano Novo. Bem que o sindicato que os representa tem lutado para sensibilizar o governo, porém este alega não dispor de recursos para, ao menos, repor as perdas inflacionárias. A esta esquecida categoria só resta o consolo de que 2018 será um ano de eleições, período apropriado para dar o troco a quem acha que os servidores e seus familiares vivem de brisa.

Quase seco

Deve começar hoje, a dragagem em trechos do Rio São Francisco nos estados de Sergipe e Alagoas. Autorizada pelo Ministério dos Transportes e orçada em R$ 9 milhões, a obra visa garantir a navegabilidade entre as cidades de Penedo (AL) e Neópolis (SE). A medida foi tomada após o agravamento da baixa vazão do rio e da diminuição da vazão das barragens de Xingó e de Sobradinho, que atingiu o patamar de 550 m³. Uma lástima!

Topa a parada

A vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT), pensa em disputar uma cadeira legislativa. Entrevistava pelo radialista e deputado estadual Gilmar Carvalho, a petista disse que vai pra briga, basta ser convocada pelo partido. Eliane lembrou, ainda, ter sido uma das primeiras a defender a candidatura de Belivaldo Chagas (PMDB) ao governo de Sergipe.

Tiro no pé

Quem vai às ruas ou rodovias protestar contra a retirada de seus direitos não sabe o tamanho de prejuízo que causa ao queimar pneus e outros objetos na via pública. O fogo destrói o asfalto, recuperado depois com dinheiro dos impostos pagos pelos próprios manifestantes. Ademais, atear fogo intencionalmente em ruas, avenidas e rodovias transforma a manifestação em “crime de dano qualificado pelo uso de substância inflamável e contra o patrimônio público”. Pense nisso!

Futuro temerário

Este governo temerário não conseguirá recolocar o Brasil nos trilhos. Sem respaldo popular e refém de um Congresso caixa 2, o inquilino do Palácio do Planalto está mais agoniado do que barata em terreiro de galinha. E não faltam motivos para tanto aperreio: a economia não decola, a corrupção não dá tréguas, ministros confundem o público com o privado, eticétera e tal. Portanto, por mais que se queira ser otimista, o horizonte futuro é dos mais cinzentos. Cruz credo!

Sem serventia

A cada dia surgem novas pesquisas de intenção de votos. Os índices “apurados” atendem a todos os gostos, principalmente de quem patrocina as tais consultas. Vale ressaltar que números apurados agora, mesmo que de forma séria, não terão qualquer serventia na hora do vamos ver. Até as eleições de 2018, muita água passará por debaixo da ponte, matando afogado o sonho daqueles que, fundamentados nas pesquisas, já se consideram eleitos. Marminino!

Peso pesado

Você sabia que uma caixa de entulhos, daquelas colocadas em vários pontos de Aracaju, pesa quase seis toneladas? “Estacionadas” ao lado das calçadas, elas são uma grande ameaça aos motoristas, principalmente à noite, quando a visibilidade é menor. Não seria correto exigir a colocação de faixas refletivas nestas pesadas caixas de ferro? Ou vamos esperar que ocorra um lamentável acidente para adotar providências?

Apoio aliado

Dependesse somente do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), o PRB do pastor Heleno Silva já estaria na chapa majoritária dos governistas. Segundo ele, só disputa o governo do estado e o Senado quem possui densidade eleitoral e aceitação da sociedade. O pessedista postou nas redes sociais que o PRB tem todo o direito de pleitear vaga na chapa, “pois é aliado antigo e está bem nas pesquisas”. Então, tá!

Cadê o dinheiro?

Não convidem para a mesma festa a prefeita de Riachão do Dantas, Gerana Costa (PTdoB), e o presidente da Câmara de Vereadores, Pedro da Lagoa (PT). O petista acusa a gestora de não repassar integralmente os cerca de R$ 116 mil mensais do duodécimo que o legislativo tem direito. Invocado com o descaso de Gerana, Pedro a denunciou ao Tribunal de Contas de Sergipe. Homem, vôte!

Prepare o bolso

A Petrobras reajustou novamente o preço da gasolina nas refinarias, agora em 1,8%. O novo valor do combustível começou a vigorar à zero hora desta terça-feira. É a estatal do petróleo metendo a mão grande no bolso dos contribuintes para recuperar parte dos xibilhões roubados pelos bandidos de colarinho branco. Crendeuspai!

Recorte de jornal

22

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 20 de outubro de 1907

Resumo dos Jornais