01/12/17 - 12:39:08

Presa na “Operação Caça Fantasma”, Ana Alves está no presídio de Socorro

O Ministério Público de Sergipe (MPE/SE) informou que a presidente do Diretório Estadual do Democratas (DEM), Ana Alves, foi presa pelo Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deotap) em cumprimento a uma ordem judicial da 2º Vara Criminal de Aracaju, no âmbito da Operação Antidesmonte.

Filha do ex-prefeito João Alves e da senadora Maria do Carmo,  jornalista  Ana Alves foi presa na manhã desta sexta-feira (01) em cumprimento de ordem judicial. Os promotores de justiça e a equipe da Deotap cumpriram mandados de busca e apreensão na sede do Diretório Regional do Partido Democratas (DEM).

As ordens foram expedidas pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Aracaju, em investigações conduzidas pelo GAECCO do MPSE, através da “Operação Caça-Fantasmas”, no curso da Operação Caça-Fantasmas, decorrente da Operação Anti-Desmonte, deflagrada no final de 2016.

A Presidente do DEM é investigada por participação em peculato, formação de organização criminosa e obstrução de investigação, crimes previstos na Lei 12.850/2015.

ANA FOI ENVIADA AO PRESÍDIO DE SOCORRO

Após a prisão ocorrida no inicio da tarde desta sexta-feira (01), Ana Alves foi levada para o presídio feminino em Nossa Senhora do Socorro, por volta das 13 horas. A Presidente do DEM é investigada por participação em peculato, formação de organização criminosa e obstrução de investigação, crimes previstos na Lei 12.850/2015.

Assim que chegou ao local Ana Alves foi levada ao cartório, onde fez a foto que será inserida no sistema penitenciário, em seguida, ela recebeu o fardamento e foi para uma sala com espaço para seis presas, mas que atualmente abriga quatro. Todas as internas têm nível superior.

Segundo informação da Gaego, promotores de Justiça e a equipe da Deotap também cumpriram mandado judicial de busca e apreensão na sede do Diretório Regional do Partido Democratas (DEM). “A investigação é sigilosa. Foram recolhidos vários documentos e computadores que serão analisados. Em breve daremos mais informações”, disse o promotor do Ministério Público, Jarbas Adelino, ao deixar a sede do partido.

Na sede do DEM a informação é que a presidente foi prestar esclarecimentos ao Ministério Público e que o partido não tem maiores detalhes sobre a prisão. O secretário do partido Léo Bernardes informou que os advogados da família é que vão acompanhar o caso.