02/12/17 - 20:21:28

Edvaldo economizou muito em 2017: deixou até de trabalhar!

O povo de Aracaju realmente tem uma série de motivos para reclamar de seus governantes até porque não é de agora que a representação política vem deixando a desejar. Como a nossa capital não é uma “ilha”, o descontentamento da população com os políticos é geral também aqui em Sergipe. As pessoas simplesmente não veem perspectivas de transformações, de mudanças e estão alimentando o desejo de não votar, de justificar o voto ou de anular o seu mais precioso direito cívico. As eleições do próximo ano se aproximam e, a cada levantamento feito, nota-se que mais de 20% do eleitorado não tem opção.

Em Aracaju há um esgotamento natural e compreensível por parte da sociedade. Após mais de uma década dos governos de Marcelo Déda (in memoriam) e de Edvaldo Nogueira (PCdoB), criou-se uma grande expectativa de transformações graças a experiência do ex-prefeito João Alves Filho (DEM) como construtor civil e homem público. O democrata escolheu mal parte de sua equipe de trabalho e alguns resultados não despontaram, houve alguns avanços, é verdade, mas no final a gestão deixou muito a desejar. João chegou a receber o titulo de “pior prefeito da história da capital”.

Em 2016, a má gestão de João Alves estimulou uma aposta no retorno de Edvaldo Nogueira, que ganhou a eleição na última semana do segundo turno para Valadares Filho (PSB), surpreendendo até parte do seu eleitorado, baseado nos números das pesquisas da época. O comunista disse que sabia administrar, que tinha experiência e que faria uma revolução em Aracaju. Condenou com veemência a gestão anterior, e se colocou pronto para transformar nossa capital já a partir do primeiro mês de trabalho. Mas a decepção da população só aumentou de janeiro em diante.

Edvaldo entrou em polêmica sobre o IPTU, a cidade passou a conviver com suspensão da coleta do lixo, com muitos buracos espalhados por diversas vias públicas da Zona Norte e da Zona Sul. O prefeito atual aumentou a passagem do transporte coletivo igual ao anterior, os terminais de integração seguem no mesmo abandono, a limpeza continua deixando a desejar, a cidade segue sem mobilidade e sem inteligência, a Saúde virou um caso de polícia, na Educação as escolas não sabem o que é manutenção e a cidade perdeu o Forró Caju e, possivelmente, o Reveillon.

Até os salários em dia, que era a principal bandeira de Edvaldo Nogueira, desde o início do ano, passaram a ser pagos fora do mês trabalhado, em atraso. E isso para uma gestão que espalhou por todos os cantos que economizou milhões cortando gastos desnecessários, reduzindo os cargos comissionados, fazendo uma política de contenção de despesas. Ao longo de 2017 é inegável, para este colunista, a disposição do prefeito de Aracaju em economizar. Ele economizou em todos os sentidos, inclusive no trabalho para a população, que está insatisfeita porque sua gestão deixar muito a desejar…

 Veja essa!

No primeiro ano de gestão, se a memória deste colunista não estiver enganada, Edvaldo viajou duas vezes para os Estados Unidos, foi ao México e, por fim, esteve recentemente em Barcelona, na Espanha. Sempre “vendendo” uma cidade “viável e inteligente”.

 E essa!

Com todo respeito que este colunista nutre pelo prefeito de Aracaju, até agora os resultados de todas essas viagens internacionais ainda não apareceram. Nem o governador Jackson Barreto, a maior autoridade política do Estado, viajou tanto…

 Licitação I

Lembram da licitação da Prefeitura de Aracaju, através da sua secretaria municipal de Saúde, para a contratação de empresa responsável pela manutenção dos postos de Saúde da capital, cujo valor do processo era da ordem de R$ 7 milhões?

 Licitação II

Lembram que a Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju se manifestou em nota confirmando a data e o objetivo da abertura da licitação, mas pontuou que este colunista “parecia desconhecer o processo legal que envolve qualquer abertura licitatória referente às obras públicas”?

 R$ 7 milhões?

Lembram que a SMS disse que “R$ 7 milhões é o máximo que a Prefeitura de Aracaju pode pagar para realização dessas reformas e que ganhará quem propuser o menor valor” e que este colunista entendia que o volume de recursos daria para construir novas unidades?

 Tarô

Lembram que este colunista procurou uma taróloga de confiança para fazer algumas projeções e a carta marcada no jogo antecipou a ADECON como vencedora da licitação da Saúde?

 Perda de tempo

Lembram que alguns construtores civis disseram à coluna que era perda de tempo participar desta licitação e que iam aguardar o início da prestação dos serviços, para acompanhar de perto as ocorrências?

 Resultado I

Na licitação dessa sexta-feira (1º), em tempos de crise financeira e escassez de obras públicas, numa concorrência de R$ 7 milhões, apenas duas (EU DISSE DUAS) empresas compareceram para concorrer.

 Resultado II

Os empresários da construção civil, então, falaram a verdade para este colunista quando disseram que seria perda de tempo disputar esta licitação. Até então este colunista não havia entendido, mas agora começa a desconfiar…

 Deu ADECON!

E, para acabar o mistério, o resultado: conforme previu a taróloga deste colunista, a empresa ACL, do Grupo ADECON, venceu a licitação com a proposta de R$ 6,6 milhões, de um total de R$ 7 milhões, o que não é inexequível, como bem diz a lei de licitações.

 Taróloga das boas

Em síntese, a taróloga procurada por este colunista acertou em cheio e já tem “fila de espera” para as consultas de final de ano. Provou que as cartas marcadas no baralho estavam certas.

 Alô MPE e TCE!

Para garantir a completa isenção da licitação da PMA, este colunista apenas sugere que os órgãos fiscalizadores deem uma atenção especial para este processo, lembrando que a ADECON (ACL), velha conhecida das gestões de Edvaldo Nogueira, já vinha realizando os serviços graças a um contrato emergencial do começo do ano…

 Caso Barbosinha I

Não é de agora que a coluna vem alertando para o caso de um coordenador de obras de um PODER constituído e bastante influente em Sergipe. Os indícios dão conta que pode se tratar de uma mesma pessoa que, há seis anos, veio a tona em uma Operação da Polícia Federal contra empresários e leiloeiros que se beneficiavam oferecendo propina para que os concorrentes desistissem de dar lances.

 Caso Barbosinha II

Até onde este colunista tomou conhecimento o caso pode, em breve, ganhar repercussão nacional e o “PODER” virar “chacota” e ficar amplamente desgastado. Fala-se que o coordenador teria um “apadrinhamento forte”. Resta saber se a “força” resistirá a uma reportagem especial…

 Com Jeferson Andrade

Uma fonte bem avisada confirmou que o ex-prefeito Serginho de Nossa Senhora da Glória não será candidato em 2018. A informação é que ele vai apoiar a reeleição do deputado estadual Jeferson Andrade (PSD), na Assembleia Legislativa.

 Exclusiva!

Um grupo de vereadores de Aracaju e de ex-vereadores está conversando sobre a formação de um bloco político para 2018. A ideia é eleger dois ou três deputados estaduais. Até março a tendência é que todos se filiem ao mesmo partido.

 Bloco

Fazem parte do bloco os vereadores Zezinho do Bugio, Thiaguinho Batalha, Emília Corrêa, Manuel Marcos e Cabo Amintas, além dos ex-vereadores Agamenon Sobral. Dr. Agnaldo e Valdir Santos, e Jorge Lisboa de São Cristóvão.

 Projeto

As informações dão conta que outros nomes estão conversando para compor este bloco para formar uma chapa competitiva para a Assembleia Legislativa. Sobre os mandatos majoritários ainda não se tem consenso se apoiam o mesmo projeto ou não. Até março haverá a definição, inclusive sobre a legenda.

 Mudança na Alese

Uma fonte revelou que os vereadores entenderam que ao invés de apoiarem a reeleição de um deputado, pretendem eleger um ou dois nomes que tenham compromisso político com o grupo para 2020. Apostam na renovação da Assembleia em 2018.

 Bomba!

Chega a informação que a CPI da Saúde em Aracaju, que irá investigar a relação financeira da Prefeitura de Aracaju e dos hospitais filantrópicos, vai dar muito o que falar ainda. Até onde se tem conhecimento, o autor da proposta, vereador Isac Silveira (PCdoB) tem sido bastante pressionado por causa do assunto.

 Não queria

Antes de protocolar o pedido de CPI, com as 12 assinaturas, Isac foi chamado pelo presidente da CMA, vereador Nitinho, e teria sido comunicado que o prefeito Edvaldo Nogueira não tinha interesse na instalação da Comissão. O vereador do PCdoB chegou a titubear, mas findou protocolando o pedido.

 Vereadores.

Além de Isac, também assinaram a CPI os vereadores Américo de Deus (REDE), Anderson de Tuca (PRTB), Bigode do Santa Maria (PMDB), Cabo Amintas (PTB), Élber Batalha (PSB), Emília Corrêa (PEN), Iran Barbosa (PT), Jason Neto (PDT), Kitty Lima (REDE), Lucas Aribé (PSB) e Seu Marcos (PHS).

 Ao trabalho

A expectativa agora é que o presidente da Casa, vereador Nitinho, defina os membros e instale a CPI da Saúde ainda este mês de dezembro, antes do recesso parlamentar. Os vereadores precisam justificar seus rendimentos e não se pode “jogar para a torcida” quando vidas estão em risco.

 E a CPI do Lixo?

Não custa lembrar que Nitinho poderia aproveitar o ensejo e recuar nos recursos que protocolou junto ao Poder Judiciário para impedir a instalação da CPI do Lixo na capital. Se os vereadores já vão investigar os contratos da PMA com os hospitais filantrópicos, por que não investigar os contratos do lixo?

 Heleno fora

Setores do governo reconhecem a força de Heleno Silva (PRB) para o Senado Federal em 2018, até pelos números das pesquisas, mas pontuam que dificilmente ele conseguirá registrar sua candidatura por problemas com a Justiça Eleitoral.

 Muito difícil

Aliados próximos ao governador Jackson Barreto até ensaiaram um apoio a Heleno para ajuda-lo a sair candidato a senador pelo grupo, mas comenta-se que o próprio JB enxerga como “muito difícil” a situação jurídica de Heleno.

 Rogério Carvalho

E o impedimento para que Heleno Silva não seja candidato só fortalece as projeções de Rogério Carvalho e do Partido dos Trabalhadores que também condicionam o espaço na majoritária ao apoio da legenda em 2018.

 Acervo técnico

A convite do prefeito Edvaldo Nogueira e do reitor da Universidade Tiradentes (Unit), Jouberto Uchoa, o deputado federal André Moura (PSC) participou do ato de assinatura do projeto de lei concedendo direito de uso do Palácio Inácio Barbosa, antiga sede da Prefeitura de Aracaju, ao Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) da Unit. O prédio histórico será restaurado pelo ITP e passará a abrigar o Memorial de Sergipe, hoje desativado e com o vasto acervo sendo preservado na Reserva Técnica da Unit.

 Falando nele

O prefeito Gilson Andrade (PSC) intermediou reunião entre André Moura e presidentes de associações de moradores de povoados das zonas urbana e rural de Estância. O encontro objetivou solicitar apoio do deputado à causa da redução do déficit habitacional naquele município.

 Moradias

“Procuramos André Moura para tentar viabilizar os recursos de projetos habitacionais no Ministério das Cidades e na Caixa Econômica Federal. Todo sergipano tem visto o líder trazer uma avalanche de recursos para os municípios. Queremos contar com ele nesta nossa luta”, destacou Djalma José de Jesus, da associação do povoado Massadiço. O projeto “Caminho das Águas” tem planejamento inicial para a construção de 206 moradias através do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

 Compromisso

André Moura prometeu encaminhar os projetos ao novo ministro das Cidades, Alexandre Baldy. “Já estou me somando à luta dessas comunidades. Moradia digna traz segurança às famílias, permite criar os filhos com um mínimo padrão de saúde e de bem-estar, que é nossa prioridade”.

 Codevasf

Liberada em tempo recorde, a emenda no valor de R$ 40 milhões da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), proposta pela bancada federal sergipana, “terá grande impacto na economia de Sergipe e, sobremodo, na região do Baixo São Francisco”, conforme resumiu o deputado André Moura, responsável pela liberação dos recursos, no ato de autorização para execução das obras, com a presença do presidente da estatal, Avelino Neiva.

 Benefício

Cerca de 1500 produtores sergipanos serão beneficiados pelos investimentos na revitalização da infraestrutura de uso comum dos projetos de irrigação Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, responsáveis pela geração de cerca de oito mil empregos diretos e pela produção anual de mais de 30 mil toneladas de alimentos. Constam do cardápio de obras a reabilitação de canais, a instalação de novos sistemas flutuantes de captação de água, a recuperação de dezenas de vias de circulação interna nas áreas de plantio e a limpeza da rede de drenagem, entre outras ações.

 Cooperação Técnica

Além do anúncio de revitalização dos perímetros irrigados, foi também anunciado um acordo de cooperação técnica entre a Codevasf e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O objetivo é proporcionar, por cinco anos, a atuação conjunta entre os órgãos para o fortalecimento das organizações de produtores nos projetos de irrigação da estatal, buscando promover melhores práticas no campo e incentivar o associativismo.

 Emília Corrêa I

A vereadora Emília Corrêa (PEN) cobra melhorias em abrigos de ônibus no Lamarão. Segundo a parlamentar, os locais não têm estrutura e não há mínimo conforto durante o tempo de espera para o usuário.

 Emília Corrêa II

De acordo com Emília, a falta de estrutura em pontos de ônibus do transporte coletivo no bairro Lamarão, tem sido motivo de inúmeras reclamações dos moradores e usuários. “Os usuários reclamam da falta de estrutura e conforto mínimo durante o tempo de espera. Para se ter uma ideia, um dos pontos, que fica na Avenida Euclides Figueiredo, tem um esgoto a céu aberto e a vegetação toma conta do lugar”, destacou.

 Baixo São Francisco

Dados preocupantes apresentados durante seminário realizado no município de Propriá vieram comprovar o que a comunidade ribeirinha há muito tempo vem sentido no seu dia a dia. A realidade do rio São Francisco, principalmente em sua extensão no estado de Sergipe é extremamente grave. Quase 80% da água retirada da sua Bacia é utilizada para irrigação. O Velho Chico realmente está agonizando; 48% da área da sua bacia se encontra desmatada.

 João Daniel

O seminário é fruto de requerimento do deputado federal João Daniel (PT), através da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, juntamente com a Frente Parlamentar Mista de Meio Ambiente, Segurança Alimentar e Comunidades Tradicionais da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada estadual Ana Lúcia (PT). A audiência contou ainda com a participação do presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado federal Nilto Tatto (PT/SP).

 Capela I

Algo de estranho acontece na gestão da prefeita de Capela, Silvany Sukita. Essa semana, não havia médicos para o atendimento ao público no hospital e nas unidades de Saúde. Quem precisou de atendimento penou bastante. A informação é que faltou combustível. Este colunista confessa que não entendeu…

 Capela II

Falando em Silvany, o Jornal da Cidade traz uma reportagem condenando a gestão de Siriri pelo fato do prefeito ter nomeado seus parentes para trabalharem na administração. Se o JC se atentar para o que está acontecendo em Capela, não vai faltar assunto…

 Ana Alves

A presidente do DEM, Ana Alves, encontra-se presa, em cumprimento de ordem judicial, no presídio feminino de Nossa Senhora do Socorro. Ela foi detida na sede do Ministério Público Estadual, pelos Promotores de Justiça do GAECCO e equipe policial. Os Promotores de Justiça e a equipe da DEOTAP, Delegadas e Policiais, também cumpriram mandado judicial de busca-e-apreensão na sede do Diretório Regional do DEM.

 Sem precipitação

A coluna não vai antecipar os fatos porque o processo corre em sigilo, mas é muito prematuro sair acusando Ana Alves sem lhe garantir o direito da defesa e sem o Ministério Público emitir uma manifestação.

 Defesa

O advogado Evânio Moura faz a defesa dela e em breve dará entrada com um pedido de habeas corpus, provavelmente partindo do principio que ela enfrenta alguns problemas de saúde que necessitam do acompanhamento médico.                               

Machado I

“Nos discursos, todos os componentes da mesa reconheceram a importância da figura do deputado André Moura para a libertação dos recursos para as obras e, naturalmente, a união da bancada sergipana no Congresso, que sempre considerei essencial para alavancar o desenvolvimento do Estado. Que bom que isso começou a ocorrer”, disse José Carlos Machado, um dos convidados para o evento.

 Machado II

Nesse sábado (2) fez quatro anos da morte de Marcelo Déda e Machado disse que “um grande político, uma grande líder e, apesar das divergências ideológicas, um grande amigo! Uma das nossas poucas convergências era com relação à frase que ele dizia “convicções não podem fazer parte de negociações políticas” e eu completava com “você pode mudar de ideia, de opinião, mas jamais mudar suas convicções”. E assim criamos uma relação de muito respeito, da qual sempre me orgulharei e lembrarei”.

 Gustinho Ribeiro I

Fazendo parte da mesa solene, o deputado Gustinho Ribeiro (PRP) participou, da instalação da Academia Maruinense de Letras e Artes. O evento aconteceu no Gabinete de Leitura do município e contou com as presenças do prefeito Jeferson Santana, do secretário municipal de Meio Ambiente, Diego Cardoso, do reitor da Unit, Jouberto Uchôa, do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Carlos Pinna de Assis, do presidente da Academia Sergipana de Letras, José Anderson do Nascimento, e outras autoridades.

 Gustinho Ribeiro II

Gustinho elogiou a iniciativa, classificando como um marco histórico para Maruim. “Valorizar os escritores, professores e artistas é uma forma de reconhecer e promover os talentos maruinenses. Parabéns ao município de Maruim por presentear sua população com uma merecida Academia de Letras e Artes”, afirmou o deputado.

 Laranjeiras I

A Prefeitura de Laranjeiras, através de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Bem Estar Social e Educação (Programa Saúde na Escola), promoveu nessa sexta-feira (1º) uma caminhada para marcar o Dia Internacional de Luta contra a AIDS. Os secretários Cristina Hagenbeck e Eraldo Silva coordenaram as atividades. Quem também marcou presença foi a primeira dama Martha Hagenbeck.

 Laranjeiras II

Alunos da rede municipal de ensino participaram da caminhada contra a AIDS e a ação tem como objetivo de conscientizar a população sobre os sintomas, perigos e formas de se prevenir da doença. “Nossa caminhada foi um sucesso porque as pessoas estão cada vez mais conscientes da importância de cuidarem da Saúde”, destaca a secretária Cristina Hagenbeck, agradecendo o apoio das secretarias de Cultura e da Guarda Municipal.

 Igualdade Racial I

Através da secretaria de Pesca e Igualdade Racial (SEPIR), a prefeitura de Laranjeiras também participou da IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial e levou os Delegados eleitos na Conferência Municipal para a Conferência Estadual. A representante da Religião de Matriz Africana, Nivalda, diz ter ficado muito satisfeita com o apoio do Prefeito Paulinho das Varzinhas, através da SEPIR, para os afrodescendentes de Laranjeiras.

 Igualdade Racial II

Estiveram presentes na Conferência, o coordenador Geral do Conselho Nacional da Promoção da Igualdade Racial, Sionei Leão; Secretários e representantes Estaduais; além da Secretária Municipal, Sandra Sena, que falou sobre os desafios para implementar políticas públicas e levar autonomia financeira para as comunidades tradicionais, além da importância das conferências para a consolidação dos órgãos gestores de Igualdade Racial.

 CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com