08/12/17 - 00:01:52

AMORIM REFUTA COMENTÁRIO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O senador Eduardo Amorim (PSDB) enviou nota, via assessoria de imprensa, sobre o comentário da coluna de quinta-feira, “Time escalado em campo”, publicada no “Correio de Sergipe e no site FaxAju”.

Diz o seguinte: “O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) esclarece que o comentário traduz [claro] uma opinião isolada do autor  e que o termo ‘baila ao som do silêncio e confunde aliados’ não condiz com a verdade”. Acrescenta que a oposição não está retraída, ela tem percorrido os 75 municípios do Estado – especialmente aos finais de semana – e tem conversado e trabalhado em prol dos prefeitos em Brasília. Essa atitude não é sinal de retração”.

E mais: “Eduardo diz que o silêncio pode confundir àqueles que não sabem o seu real objetivo. Ele não confunde aos inúmeros aliados, pois o diálogo é permanente. Esse mesmo silêncio causa desconforto aos governistas e a seus torcedores, jamais a aliados da oposição.  Para ele, o silêncio é estratégico, também, por alguns nomes já estarem na oposição e alguns terem grandes possibilidades de migrarem” (sic).

“Sobre o termo usado pelo jornalista ‘bagunça organizada’, o senador afirma que não há um só líder, porque não é ditadura. A oposição carrega o princípio da democracia. Quando falamos em um líder, lembramos de uma ditadura e quando falamos em vários, como é o caso da oposição, rememoramos a democracia. Nós defendemos os princípios democráticos e não ditatoriais. Vale lembrar que bem recentemente o PT e o PRB protagonizaram conflitos, mostrando total falta de sintonia. De que lado está a bagunça?” (sic)

Apenas uma opinião pessoal: a visão exposta no comentário e a utilização da frase não poderia se referir a visitas feitas às lideranças. Mas a um clima interno que se deixa passar de forma transparente por divergência entre nomes. A ‘bagunça organizada” pode ser interpretada por antipatias expostas. E só…

JACKSON É CANDIDATO AO SENADO

O governador Jackson Barreto já teria decidido que disputará o mandato ao Senado em 2018, mas não revela isso publicamente.

Deixará para oficializar sua decisão em março.

O MOMENTO NÃO É ADEQUADO

Segundo um dos seus aliados – e amigo pessoal – Jackson Barreto não deseja continuar no Governo como pré-candidato, até a desincompatibilização.

Qualquer ação sua, a oposição interpretaria como “campanha”.

UM ALMOÇO E BOA PAUTA

Jackson Barreto almoçou ontem com o prefeito Edvaldo Nogueira, junto com Belivaldo Chagas, Robson Viana e Carlos Cauê. Em pauta o carnaval do Rasgadinho.

É um projeto ousado para o carnaval sergipano.

CIRCUITO E TRIOS ELÉTRICOS

Apresentado pelo deputado Robson Viana, no projeto do Rasgadinho para o carnaval de 2018 constam três palcos e um circuito para trios elétricos e bandas.

O bloco vai buscar apoio da iniciativa privada.

NADA SOBRE POLÍTICA

No almoço não rolou nada sobre política, mas Jackson e Edvaldo marcaram encontro para a próxima quinta-feira, com objetivo de tratar sobre as eleições.

Uma semana depois terá nova conversa junto com o prefeito Padre Inaldo.

SECRETÁRIO DEIXA PASTA

A informação é que os secretários que vão disputar mandatos devem deixar suas Pastas em janeiro próximo, como fará Belivaldo Chagas.

Entre eles Zezinho Sobral, da Ação Social, e Esmeraldo Leal, da Agricultura.

TEM UM PROBLEMA

A maioria dos deputados da base aliada quer que Almeida Lima, secretário da Saúde, também se desligue da pasta no mesmo período.

Razão: a candidatura do seu genro à Assembleia.

AINDA TERÁ CONVERSAS

A saída de Almeida Lima, segundo setores do Governo, não seria interessante agora. É que ele está demonstrando que pode sanar problemas graves da Saúde no Estado.

O caso é que isso não interessa aos deputados que disputam reeleição.

VALADARES VAI AO SENADO

Já está decidido que o senador Valadares (PSB) vai disputar a reeleição e apóia chapa com Eduardo Amorim (PSDB) ao Senado.

Valadares Filho está animado para disputar o Governo, mas também pensa na vice.

PPS AVANÇA E PREOCUPA

Para Mendonça Prado, o PPS em Sergipe cresce e deixa concorrentes desesperados. O fato é que a sigla se tornou novidade na política de Sergipe e fará a diferença.

Esse avanço serve de comentários nos meios políticos.

SITUAÇÃO PROCURA OPOSIÇÃO

O senador Eduardo Amorim (PSDB) disse ontem que tem recebido em seu gabinete, em Brasília e em Aracaju, políticos integrantes da base aliada ao Governo.

As conversas giram sobre migração para a oposição.

PARTICIPA DE CONVENÇÃO

Eduardo permanecerá em Brasília neste final de semana prolongado e fará estréia na convenção do Diretório Nacional do PSDB, que vai eleger o novo presidente.

Tudo direciona para Geraldo Alckmin ser o eleito.

CONVENÇÃO DO PMDB

Dia 19 será realizada a convenção do PMDB, também em Brasília, que deve orientar para que a legenda retorne à sigla inicial de MDB.

Jackson Barreto e Belivaldo Chagas vão comparecer.

CANDIDATO AO GOVERNO

Empresário Gilson Andrade, do PSL (Livres), anuncia sua pré-candidatura ao Governo de Sergipe e tem projeto de reduzir o “tamanho do Estado”.

Também quer criar fundo direcionados às startup (Star Up).

BAIXARIA EM ITABAIANA

A baixaria é pesada em algumas rádios de Itabaiana. Ontem o apresentador de programa chegou a xingar a mãe e mulher de um servidor da Prefeitura.

Disse que as duas moravam na “Casa da Luz Vermelha”.

CONVERSA COM JACKSON

Heleno Silva (PRB) avisou ontem que o seu partido vai conversar com Jackson Barreto na próxima segunda-feira: “vamos conversar sobre muitas coisas”.

Uma delas seria sobre o apoio a Belivaldo Chagas.

NÃO HÁ POSSIBILIDADE

Trabalhando firme para disputar o Senado Federal, Heleno já adianta que, em qualquer circunstância, não há a possibilidade dele não ser candidato a senador.

Sobre Rogério também dizer isso, Heleno replica: “então essa conta não vai fechar”.

ENCONTRO PODE SER ADIADO

Esse encontro do PRB com Jackson Barreto pode ser adiado para outra data. É que JB viaja a Brasília na segunda-feira, para assinar o empréstimo com a CEF.

Já na quarta-feira vai a Boston (EUA) para lançamento do Campus da Unit.

Notas

Força devolve dinheiro – A força-tarefa da Operação Lava-Jato devolveu R$ 654 milhões para a Petrobras ontem O dinheiro foi recuperado no último ano via acordos de delação premiada com pessoas investigadas e acordos de leniência com empresas que admitiram participar de esquemas de corrupção, informa O Globo.

0x0

Organização criminosa – Em denúncia oferecida ao TRF2 Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, o MPF afirma que investigações até agora realizadas demonstraram existência de “poderosa organização criminosa abrigada no seio do PMDB fluminense, que operou a partir de espaços institucionais conquistados pelo sistema eleitoral”.

0x0

Quebra de sigilo bancário – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra do sigilo bancário do senador Aécio Neves (PSDB-MG), de sua irmã, Andréa Neves, e de seu primo Frederico Pacheco. O ministro atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

0x0

Virgílio é denunciado – Arthur Virgílio Neto, prefeito de Manaus e pré-candidato tucano à Presidência, foram denunciados ontem pelo MPF por ter ocultado da Justiça Eleitoral dois apartamentos de luxo, avaliados em R$ 1,6 milhão, registra a Folha de São Paulo. O MPF diz que a omissão foi deliberada.

0x0

A política envelheceu – Armínio Fraga está esperançoso com a “janela de oportunidade” que se abre para o Brasil a partir de 2019, mas vê sinais de populismo no ar, relata o Estadão. Armínio deixou claro que não é mais filiado ao PSDB, e admitiu que “a política em geral envelheceu. O PSDB foi junto”.

0x0

Tenta pautar reforma – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse ontem que continuará tentando pautar a reforma da Previdência até o último momento de deste ano. “Nosso papel é tentar até o último dia. A Câmara funciona até dias 21, 22 deste mês. Precisamos trabalhar com todas as datas possíveis”, afirmou.

Conversando

Causam transtornos – Principais ruas e avenidas dos bairros Jardins e 13 de Julho recebem recapeamento asfáltico e os serviços causam transtornos ao trânsito.

Maior movimento – Geralmente os trabalhos são realizados na hora de maior movimento, quando poderia ser feito em período de menor trânsito.

Com Rogério – Em Lagarto, o prefeito Valmir Monteiro (PSC) e seu grupo político votam em Rogério Carvalho (PT) para o Senado Federal.

Questão de cidade – Aliados de Valmir se declaram barristas e votam em Rogério porque ele é lagartense. Acham que é bom para o município.

Estende imunidade – Segundo Gerson Camarote, vários estados reproduziram a regra em suas constituições, estendendo a imunidade aos deputados estaduais.

Mendonça visita – Mendonça Prado está fazendo visitas a empresários e políticos. Ontem ele esteve com o ex-deputado Marcos Franco (PMDB).

Depois do carnaval – Recesso parlamentar terá inicio na próxima semana e os deputados só retornam depois do carnaval, que em 2018 será mais cedo.

Mantêm campanha – Durante o recesso os deputados iniciam a pré-campanha para a reeleição e vão manter esse trabalho durante o decorrer do ano.

Está na caravana – Marcio Macedo está viajando ao lado do ex-presidente Lula, em caravana por Espírito Santo. Marcio ainda não se mostra candidato a deputado federal.