12/12/17 - 00:01:36

TUDO PODE EMBANANAR

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Não há nenhuma chapa arrumada. Nem de oposição, nem da situação. Todas têm problemas que precisam ser contornados de forma definitiva, para que em agosto se possa levar às convenções aqueles que realmente estarão à disposição nas majoritárias. Há um fato que merece ser refeito. O recuo anunciado do deputado André Moura (PSC), era apenas “excesso de trabalho junto a Michel Temer em Brasília”.

André, no final de semana prolongado, fez uma surpresa: curso de Medicina para a cidade de Estância. Repercutiu no meio político, claro na área da Educação e entre os milhares de estudantes que tentam o curso restrito. Moura começa a preparar a estrada para percorrer caminhos difíceis de uma disputa ao Governo. Mas não é só isso: André vai começar a liberar recursos para Sergipe já a partir de janeiro, para obras e setores importantes das administrações estaduais e municipais.

Um detalhe: com Michel Temer presidente, André Moura será o único que terá apoio do Planalto, mesmo com o desgaste do Governo.

Vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB) será mesmo o candidato da base aliada à sucessão. Está na pré-campanha e já tem apoio declarado dos partidos que formam o bloco. Ainda discute com o PRB, que exige Heleno Silva como candidato ao Senado e já faz disso uma sangria desatada. O partido parece disposto a lutar pela vaga, inclusive para acomodar projeto político traçado pela legenda. A mesma vaga é de interesse do PT, com Rogério Carvalho. JB precisar trabalhar para manter os dois aliados.

Percebe-se acidentes de percursos nas tendências que tendem a polarizar o pleito, embora haja quem admita, tanto na oposição quanto na situação, que Mendonça Prado (PPS) e Dr. Emerson (Rede), também candidatos ao Governo, possam surpreender e levar a disputa ao segundo turno. Quem contra quem é cedo para avaliar, mais com o decorrer do tempo, tudo pode ‘embananar’. Ficará sempre meio tenso até a armação final.

ANA ALVES E A PRESIDÊNCIA

A jornalista Ana Alves (DEM) solicitou renúncia da Presidência Regional do partido em Sergipe, mas não teria sido aceito pela Direção Nacional.

Ana está em seu apartamento e bem disposta.

MEXEU COM AS REDES

A prisão de Ana Alves deixou em dúvida grupos sociais e advogados, que não viram motivos para a ação judicial e a consideraram intempestiva.

Na realidade, Ana Alves foi estigmatizada…

POSIÇÃO POLÍTICA PESOU

Segundo um respeitado jurista de Sergipe, “uma coisa era Ana Alves apoiar Mendonça Prado ao Governo e atrair o apoio forte do DEM para ele”.

– Outra era ela não apoiar Mendonça…

ALMOÇO DE JB COM PRB

Jony Marcos, Heleno Silva e Jairo de Glória (todos PRB) almoçam hoje com Jackson Barreto para conversar sobre a posição do partido no pleito do próximo ano.

Apoia Belivaldo Chagas dependendo de ter Heleno Silva disputando o Senado.

SOBRE A CASA CIVIL

A fonte é palaciana: O vice-governador Belivaldo Chagas deve conversar com Jackson Barreto na próxima semana, sobre quem vai substituí-lo na Casa Civil.

Ainda não se pôs um nome em discussão.

ANÚNCIO SERÁ NA PRORROGAÇÃO

A mesma fonte bem enfronhada no Palácio anuncia que Jackson Barreto vai anunciar sua candidatura ao Senado, já na prorrogação do segundo tempo.

Depois da semana santa, entre os dias 4 e 5 de abril.

ANDRÉ AVALIA DEPUTADOS

O líder do Governo no Congresso, André Moura (PSC), foi escalado por Temer para fazer uma avaliação do número de votos favoráveis à Reforma Previdenciária.

Dependendo do resultado, a reforma será posta em votação.

POSIÇÃO SOBRE PREVIDÊNCIA

Mais uma vez Sergipe se posiciona contra reforma apresentada pelo Governo Temer, mesmo que o momento não seja bom para essas reações.

Da bancada federal na Câmara, só André Moura vota na reforma da Previdência.

VALADARES E A OPOSIÇÃO

O deputado federal Valadares Filho (PSB) disse ontem que trabalha para a oposição sair unida e forte para ganhar as eleições em 2018.

Mas demonstra boa animação para disputar majoritária.

SOBRE VINDA DO PPS

Valadares Filho disse que não há conversas com o PPS, mas garante que o partido será muito bem vindo para integrar a oposição.

Lembra que o PPS o apoiou a prefeito de Aracaju.

NÃO HÁ MARES TRANQUILOS

Um bem entrosado membro da oposição disse, ontem, que não há mares tranqüilos nem em seu bloco e nem na base aliada ao Governo para as eleições.

Todos estão com problemas para montagem de chapa.

CITA QUESTÃO DO PRB

Sobre a situação, a mesma fonte citou o caso do ex-prefeito Heleno Silva (PRB) que já deixa clara sua decisão sem recuo de disputar o Senado Federal.

E informa que o PRB tem conversado com Eduardo Amorim sobre isso.

PARECE ESTAR E ESTÁ!

Quanto ao bloco da oposição, a fonte foi direta e objetiva: “não estamos desunidos e parecemos desunidos. Não dá nem para fingir o contrário”, disse.

E lembrou Tancredo Neves: “na oposição, até as brigas a gente combinava”.

DESCOBERTA RENDEU GRANA

Um assessor ilustre do senador Eduardo Amorim (PSDB), depois de intenso trabalho de investigação, descobriu que esta coluna “é escrita pelo secretário Salles Neto”.

Eduardo disse que não acreditou.

ALBANO NA CONVENÇÃO

A presença do ex-governador Albano Franco (PSDB) foi registrada pelo locutor do evento ao chegar à convenção do seu partido em Brasília, sábado.

– Um grande sergipano e um grande brasileiro! Exaltou o apresentador.

SUKITA QUER QUE O ACEITEM

Sukita (PHS) conversou com Belivaldo Chagas no sábado passado e disse que quer apoiá-lo, mas só o fará se o grupo o aceitar como candidato a Federal.

Belivaldo disse que lhe daria espaço.

APOIO DO PDT A BELIVALDO

O PDT realiza hoje, no final da tarde, reunião plenária, na sede do Sindicato dos Bancários, e anunciará apoio à pré-candidatura de Belivaldo Chagas ao Governo.

Ainda faltam anunciar apoio o PCdoB e o PRB.

RETIFICANDO NOME PUBLICADO

Empresário Milton Andrade [e não Gilson] do PSL (Livres) anuncia sua pré-candidatura ao Governo de Sergipe e tem projeto de reduzir o “tamanho do Estado”.

Também quer criar fundos direcionados às startup (Star Up).

Notas

Gleisi em processo – A Petrobras quer que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) seja condenada a devolver, com seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, o valor de R$ 1 milhão aos cofres da empresa. O empresário Ernesto Klueger também é alvo da cobrança. O dinheiro foi para sua campanha ao Senado.

0x0

Reforma dica difícil – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, admitiu ontem que não será fácil votar reforma da Previdência na próxima semana. “Trabalho muito para que acabemos neste ano. Não é fácil votar na próxima semana. Mas, parecia impossível que estaríamos discutindo a Previdência em dezembro”, falou Maia em São Paulo.

0x0

Marun tenta voto – Deputado de 57 anos eleito pelo PMDB do Mato Grosso do Sul, Carlos Marun toma posse quinta-feira como ministro da Secretaria de Governo. Assume a cadeira no lugar do tucano Antonio Imbassahy. Segundo Poder360 ele vai tentar votos necessários para aprovar reforma da Previdência

0x0

Joaquim a presidente – Um grupo de deputados do PSB — liderado por Júlio Delgado — esteve ontem à tarde com Joaquim Barbosa, em mais uma conversa para tentar convencer o ex-presidente do STF a se lançar candidato a presidente da República pelo partido em 2018. Até o momento Joaquim Barbosa resiste.

0x0

Novos dados periciados – Moro aceita pedido do MPF para que novos dados do sistema de propinas da Construtora Odebrecht sejam periciados. Material teria relação com processo que investiga terreno para Instituto Lula e o apartamento vizinho ao do ex-presidente no ABC paulista. Por Band News.

0x0

AMs vão morrendo – O ministro Gilberto Kassab disse ontem que o fim da faixa AM de rádio será processo natural. “A extinção da faixa AM vai ser um processo natural. Com o tempo, as rádios AM que ficarem, não são poucas, são algumas centenas ainda, elas não vão ter equipamento para manutenção e troca e vão morrendo aos poucos”.

Conversando

Por depressão – Muito triste: em um prédio entre os bairros Gararu e Jardins, uma jovem depressiva jogou-se do 12º andar. A depressão é terrível.

Com Alckmin – Albano Franco e José Carlos Machado estiveram em Brasília, sábado, para a convenção do PSDB. Votaram em Geraldo Alckmin para presidente.

No sertão – Sem rodeios: João Alves Filho e senadora Maria do Carmo ainda dominam parte do eleitorado de Sergipe. Principalmente no sertão.

Sem trauma – A oposição está tentando se reorganizar para a formação da chapa majoritária sem que provoque algum trauma.

Amorim conversa – Eduardo Amorim diz que o silêncio da oposição é apenas na superfície, mas que vem conversando inclusive com políticos ligados ao Governo.

Câmara 10 – Clóvis Barbosa anuncia que a Câmara Municipal de Pinhão-SE é 10 em Transparência, conforme avaliação do TCE-SE.

Sargento Edgard – O projeto que veda reajuste de salários durante dois anos, não fará diferença, já estamos há cinco anos sequer com reposição da inflação.

Ainda lento – O comércio espera que a próxima semana seja de maior movimentação nas compras. Já deu uma acelerada, mas não como se esperava.

Muito difícil – Muita confusão em Brasília para por em votação a Reforma da Previdência. O Planalto joga duro com seus aliados e partidos fecham questão.