14/12/17 - 00:01:28

PODE OCORRER RETROCESSO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Não demonstra ter sustentação a disposição do prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), para disputar o Governo do Estado em 2018. Trata-se de momento e até boa vontade para prestigiá-lo. Admite-se que Valmir faz uma boa administração, mas dá para perceber que ainda não adquiriu estatura política para chegar ao Governo de Sergipe. Talvez mais adiante, dependendo de como deixará a Prefeitura em 2020.

Ser governador não é um sonho, uma utopia ou um tesão passageiro. É uma conquista pela força política adquirida ao longo dos anos.

Nada que reduza a presença política de Valmir de Francisquinho em qualquer momento, mas fica evidente que a oposição tem nomes com mais musculatura para disputar o mandato em 2018, como o próprio senador Eduardo Amorim (PSDB), que já o fez nas eleições de 2014. Amorim é um nome que se discute como provável, assim como os de André Moura, Valadares Filho e o próprio senador Valadares, que é bem requisitado, mas que tentará mesmo a reeleição.

A oposição não está bem definida com um candidato certo para disputar o Governo. Também não pretende revelar isso antes de janeiro, o que contraria a maioria, mas é uma decisão de cúpula. Poucos concordam com isso, porque ficam impedidos de por em campo seus projetos políticos. Acham que sem um nome posto, complica a situação dos que estão dispostos a tentar vaga na Assembleia e até na Câmara Federal.

Partidos que se mostram de oposição, mas não integram o bloco PSC&Cia, estão em plena pré-campanha, têm candidatos que avançaram no pensamento político e confiam na expectativa de mudança de um eleitorado viciado, mas que decanta fascínio pelo novo, mesmo estando convencido de que a modernidade na política ainda não tocou o coração e mente dos que pretendem conquistar mandatos.

Com todo esse cenário, que conduz para clima de dúvida em relação ao futuro político, pode acontecer de tudo, inclusive um retrocesso em toda conjuntura política do Estado e do País.

TRÂMITE DO EMPRÉSTIMO

Hoje a Caixa Econômica Federal (CEF) conclui todo o trâmite para concessão do empréstimo solicitado pelo Governo de Sergipe.

A assinatura final pode ocorrer na terça-feira, com o presidente Temer.

TEMER ESTÁ EM SÃO PAULO

Caso o presidente Michel Temer permaneça em São Paulo, ele pode determinar que o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, assine o empréstimo para liberá-lo.

Fonte de Brasília diz que “de terça-feira não passa”.

PRESSA PARA ASSINATURA

O empréstimo para Sergipe – o Finisa – só se enquadra para este ano, em razão de mudanças nesse tipo de operação, promovidas pelo Tesouro Nacional para 2018.

Daí a pressa para assinatura ainda este mês.

QUEM SABE CONCEIÇÃO!

Surge nome que pode ocupar a Casa Civil, a partir de janeiro, caso Belivaldo Chagas se afaste para cuidar da pré-campanha: o da ex-deputada Conceição Vieira (PT).

Isso caso ela não seja candidata nas próximas eleições.

FÁBIO HENRIQUE CONVENCE

O discurso de Fábio Henrique de que apóia a pré-candidatura de Belivaldo Chagas, sem que ponha a “faca no pescoço” por vaga na chapa majoritária convenceu.

Fábio, entretanto, aceita majoritária caso seja convocado pelo grupo.

DEM MARCA REUNIÃO

A direção nacional do DEM marcou reunião para a próxima segunda-feira à tarde, em Brasília, com o deputado federal Laércio Oliveira.

Laércio está no Japão e chega no dia da reunião.

NOME À DISPOSIÇÃO

Segundo informa o senador Eduardo Amorim (PSDB), o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), colocou seu nome à disposição para disputar o Governo.

O bloco oposicionista o considera um bom candidato.

NÃO É APENAS VALMIR

Não é apenas Valmir de Francisquinho que se põe à disposição para disputar o Governo, mas o próprio Eduardo Amorim também se declara disposto a ser candidato.

Insiste que está “motivado, preparado, muito consciente e com os pés no chão”.

RENOVAÇÃO SERÁ INCÓGNITA

O deputado Fábio Mitidieri (PSD) avalia que o índice de renovação da bancada Federal de Sergipe será uma incógnita a classe política, “o que sugere renovação”.

– Ao mesmo tempo, temos poucos nomes se lançando à Câmara Federal.

PARA ESTADUAL HÁ MAIS NOMES

Mitidieri admite que para deputado estadual haja mais nomes e a renovação pode ser maior. Tem confiança que o PSD chegará mais forte nas eleições.
– Afinal de contas, a decisão sempre cabe ao eleitor. Ninguém vence de véspera.

PT QUER ELIANE A FEDERAL

Um bloco significativo do PT deseja que a vice-prefeita Eliane Aquino dispute mandato de deputada federal nas eleições de outubro de 2018.

Acha que ela soma mais votos e se elege com menos dificuldade.

NÃO FALA SOBRE O ASSUNTO

Eliane Aquino não fala sobre candidatura ainda abertamente, mas confidencia desejo de disputar mandato a federal ao bloco que quer vê-la candidata.

O que ela mais teme é atiçar a discussão dentro do partido.

HELENO RETORNA MAIS CEDO

O ex-prefeito Heleno Silva antecipou para ontem o seu retorno de Brasília a Sergipe, em razão da decisão judicial que bloqueou seus bens móveis e imóveis.

Heleno disse que ficou triste e que vai recorrer.

EDUARDO RECUSA UBIQUIDADE

Senador Eduardo Amorim (PSDB) disse ontem que jamais usou a palavra ubiquidade em referência à posição política do ex-prefeito Heleno Silva (PRB).

– Ubiquidade não faz parte do meu vocabulário. Foi um erro de interpretação, disse.

NÃO ESCONDE SOBRE RUMO

Segundo Eduardo Amorim, o PRB não esconde que pode seguir o rumo que abrir vaga na chapa majoritária para Heleno Silva disputar o Senado.

– Heleno tem direito de seguir o caminho que quiser, admitiu.

ELEIÇÃO PARA COORDENADOR

Eduardo informou, ainda, que a indicação de Jony Marcos (PRB) para coordenador da bancada federal foi conseguida pela oposição.

– Os governistas estavam comprometidos com Laércio Oliveira (SD).

COM MESMAS DIFICULDADES

Senador Amorim disse que tem conversado naturalmente com o PRB e mostrado que a dificuldade que a legenda encontra na base do Governo, também terá na oposição.

E lembrou que vários nomes no seu bloco reivindicam chapa majoritária.

SEM A MENOR POSSIBILIDADE

Não há a menor possibilidade do PSC e PSDB não marcharem juntos nas eleições de 2018. Isso não passa de especulação sem fundamento.

– Os dois partidos estarão bem aliados para o próximo pleito, disse senador Amorim.

Notas

Decide sobre reforma – Segundo agência Reuters, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que decidirá nesta a quinta-feira se há apoio suficiente à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência para colocar a matéria em votação na próxima semana.

0x0

Reforma só em 2018 – Segundo informa a Veja, a votação da reforma da Previdência ficará para 2018, segundo o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). Segundo ele, a decisão está “conversada” entre os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

0x0

Dirceu emite nota – José Dirceu divulgou uma nota sobre a marcação do julgamento de Lula no TRF-4 para 24 de janeiro: “A hora é de ação, não de palavras. De transformar a fúria, a revolta, a indignação e mesmo o ódio em energia, para a luta e o combate. Todos a Porto Alegre no dia 24, o dia da revolta”.

0x0

Lula luta por candidatura – Ontem, logo cedo, em reunião com petistas, o ex-presidente Lula afirmou que irá “até as últimas consequências” para ser candidato à Presidência em 2018. E, como registrou o Antagonista, se gabou de estar de pé. A certa altura do discurso, ele aproveitou para atacar o ex-amigão Antonio Palocci.

0x0

Criatura defende criador – Dilma Rousseff divulgou uma nota sobre a marcação do julgamento de seu criador, Lula, no TRF-4. Disse ela: “Os democratas deste país, aqueles que prezam a normalidade democrática e o pleno funcionamento das instituições, devem defender o direito de Lula de concorrer à Presidência”.

0x0

Partidos fecham questão – A Executiva do PSDB e integrantes das bancadas do partido no Congresso decidiram fechar questão a favor da aprovação da reforma da Previdência. Além da sigla tucana, o PMDB, o PTB e o PPS também orientaram a bancada a votar a favor da PEC que modifica regras do sistema previdenciário.

Conversando

Interesses do povo – PPS diz que está trabalhando para participar ativamente nas eleições de 2018, com candidaturas que represente os interesses do povo sergipano.

Realiza convenção – Terça-feira será realizada a convenção do PMDB em Brasília. Terá presença de representantes do partido em Sergipe.

Volta a ser MDB – Durante a convenção o PMDB vai retornar à sigla MDB, que foi a legenda contra a ditadura militar e que acomodou a esquerda.

Cargos em comissão – Sem contar com nomeações de parentes de autoridades, os cargos em comissão de baixo nível é que faz o setor público funcionar.

Costa quente – Já as nomeações ligadas a autoridades dos três poderes geralmente recebem porque os que indicaram têm costa quente no sistema.

Linha de crédito – Gerente de marketing do Banese informa que linha de crédito do banco está aberta para todos os servidores, aposentados e pensionistas.

Age com dualidade – Segundo o radialista George Magalhães, destaca declaração de Eduardo Amorim de que Heleno Silva (PRB) estaria agindo com dualidade.

Lucas e Elber – Pelo menos dois vereadores do PSB serão candidatos a deputado estadual nas eleições de outubro do próximo ano: Lucas do Aribé e Elber Batalha.

Contra Janot – Agora o Governo Temer quer o indiciamento de Rodrigo Janot. Fica claro que o Planalto quer vingar-se da seriedade do ex-procurador.