20/12/17 - 00:01:41

A PENDÊNCIA MAIS DIFÍCIL

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O governador Jackson Barreto retorna hoje de Brasília. Trata da assinatura do Finisa, que ainda se encontra retido – apesar de concluído e aprovado – em razão da reforma da Previdência. Mais cinco estados estão nessa mesma situação. O Planalto espera que os governadores consigam apoio à reforma, junto às bancadas federais, o que não é fácil em razões de posições definidas de alguns deputados.

Jackson está desde segunda-feira percorrendo corredores ministeriais na Capital Federal e conversando com parlamentares, como o líder do Governo no Congresso, deputado André Moura (PSC). Tem sempre ao seu lado o aliado Fábio Reis (PMDB), também dedicado na conclusão e liberação do empréstimo. O próprio André esteve com JB por várias vezes e abre portas, inclusive do Planalto, para ajudar no que é de interesse de Sergipe.

A conquista de deputado para votar na reforma Previdenciária é um fato que dificulta a tal assinatura, mas há esperança de que isso aconteça antes do final do mês, ou logo no início do próximo ano, sem prejuízos de sofrer qualquer mudança imposta a esse tipo de empréstimo por parte do Tesouro Nacional, já que tudo está concluído e passa a depender de posição política, o que não deveria acontecer em casos do tipo, porque está em jogo necessidades urgentes do estado.

Mas se passa a informação de que Jackson começou a trabalhar para conseguir essa contrapartida para aquisição do empréstimo, que seria oferecer garantias de maior apoio da bancada à reforma. Há boa expectativa e isso já está sendo conversado. E bem conversado. Insiste-se que não será tão fácil assim, levando em consideração que os partidos estão fechando questão em favor da reforma e as bancadas não estão atendendo.

Mas, quem sabe se até sexta-feira a bancada de Sergipe não atenda ao pedido de votar na reforma da Previdência, e consiga a assinatura tão desejada? É ver…

FURO: NADA DEFINIDO NO DEM

A informação chega ‘quente’ de Brasília: fatos novos vão acontecer muito em breve, que desfazem as notícias de Mendonça assumir a Presidência do DEM em Sergipe.

O que acontece nos bastidores da Direção Nacional vai surpreender.

FURO: PROCESSO EM PAUTA

O TSE colocou em pauta, quinta-feira passada, a apelação de pelo menos 12 deputados de Sergipe, acusados no processo de subvenção e condenados em primeira instância.

O TSE não julgou por ação rápida da advogada de pelo menos dois deles.

ADVOGADA PERCEBE DERROTA

A advogada percebeu que a decisão do TSE seria desfavorável e conseguiu adiar o julgamento, alegando que tinha sessão no mesmo dia no STF.

O julgamento entrou em pauta para 19 de fevereiro.

EMPRÉSTIMO ATÉ FINAL DO ANO

O empréstimo de R$ 560 milhões para Sergipe pode ser assinado até sexta-feira, ou na próxima semana. Já está concluído, mas falta a assinatura para liberação.

Jackson Barreto esteve com André Moura para definir tudo isso.

GOVERNO SEGURA LIBERAÇÃO

O Planalto está dando uma segurada na liberação dos empréstimos, solicitados por seis Estados, inclusive Sergipe, para conversar sobre aprovação da reforma da Previdência.

Quer saber como esses Estados podem contribuir para aprová-la.

PERCEBE ATÉ BOA VONTADE

O Governo Federal já percebeu a boa vontade dos governadores desses Estados com o presidente Michel Temer (PMDB), mas deseja compromissos com a reforma.

Acha que para conseguir a liberação, todos demonstram apoio.

CONVERSÃO À REFORMA

Aguardem: pelo menos mais dois deputados federais por Sergipe podem se converter em favor da reforma da Previdência e estão conversando sobre isso.

Se acontecer, a bancada sergipana dará cinco votos ao projeto do Governo.

DECISÃO SOBRE CANDIDATOS

O deputado André Moura (PSC) e senador Eduardo Amorim (PSDB) conversaram em Aracaju e em Brasília sobre o anúncio dos candidatos majoritários do grupo.

Até o final de janeiro os dois decidem [Eduardo queria para depois do carnaval].

AO QUE CABE AO PSC&CIA

Durante as conversas, ficou bem claro que as escolhas serão do PSC&Cia. Por exemplo: Eduardo será candidato a determinado mandato e André Moura a outro.

Daí em diante é que se começa os entendimentos com outros partidos.

PENSA EM DISPUTAR GOVERNO

O deputado federal André Moura (PSC) pensa em disputar o Governo do Estado, mas não descarta nem o Senado e nem a reeleição.

Os mandatos a disputar serão decididos em novas reuniões.

CRÉDITO PARA ASSENTADOS

André Moura avisou que já conseguiu mais de R$ 12 milhões de crédito para assentados de Sergipe. Mais de 5.200 deles vivem em assentamentos no Estado.

A liberação dos recursos será em janeiro.

CONFIRMA CANDIDATURA

O ex-deputado João Fontes disse que é pré-candidato ao Senado Federal pelo PPS e que está lutando para o partido apoiar Mendonça Prado (DEM) a governador.

– Roberto Freire autorizou a ida de Mendonça para o DEM, disse.

DESMENTE SOBRE PRESIDÊNCIA

João Fontes classificou de factoide boatos que circulam em Aracaju de que ele pretende a Presidência do PPS: “isso não procede”.

– Não quero ser presidente de nenhum partido político, disse.

NOVA PESQUISA ELEITORAL

Uma nova pesquisa para candidato proporcional que circula em Aracaju mostra que mais de 90% das pessoas ouvidas não sabem em quem votar.

Sinal de que o pleito é ignorado pela sociedade.

FEIJOADA CONCORRIDA

Marcio Macedo (PT), pré-candidato a deputado federal, ofereceu uma feijoada ao grupo que o apóia. Aconteceu domingo passado e foi muito concorrida.

A presença de ex-prefeitos e prefeitos do PT animou Marcio.

AUSÊNCIA BEM NOTADA

A vice-prefeita Eliane Aquino (PT), que sempre esteve ao lado de Marcio Macedo, não compareceu à feijoada e sua ausência foi notada e comentada.

Admitiu-se que ela também é candidata a deputada federal.

ACHA CEDO PARA ANÚNCIO

Via whatsapp, Eliane Aquino diz que acha muito cedo para tomar qualquer decisão sobre candidatura e pretende esperar mais um pouco.

– Ainda acontecerão tantas coisa… Previu.

GUALBERTO REÚNE GRUPO

O líder do Governo, deputado Francisco Gualberto (PT), reuniu lideranças do partido que o apóiam para a reeleição. Deixou o encontro sorridente.

Conceição Vieira não disputa o mandato e vai apoiar Gualberto.

Notas

PMDB volta a ser MDB – Em convenção nacional realizada ontem pela manhã, em Brasília, o PMDB aprovou uma mudança de nome e voltará a se chamar apenas Movimento Democrático Brasileiro (MDB), mesma sigla adotada durante a o período do bipartidarismo na ditadura militar (1964-1985).

0x0

Fachin manda prender Maluf – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou ontem que o deputado Paulo Maluf (PP-SP), de 86 anos, comece a cumprir imediatamente, em regime fechado, a pena de 7 anos 9 meses e 10 dias de prisão, a qual foi condenado em maio pelo crime de lavagem de dinheiro.

0x0

Sobre auxílio-moradia – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou ontem para julgamento de mérito pelo plenário da Corte as liminares que garantiram o pagamento de auxílio-moradia a todos os magistrados do país, incluindo juízes federais, da Justiça Trabalhista, da Justiça Militar e estaduais.

0x0

Mandato uma única vez – A PEC do Semipresidencialismo do “cidadão Gilmar Mendes” prevê mandato de presidente da República de quatro anos. Porém, “ninguém poderá exercer mais do que dois mandatos presidenciais, consecutivos ou não”. NP – a PEC é endereçada ao ex-presidente Lula, único a tentar voltar ao Planalto.

0x0

Fux arquiva inquérito – Luiz Fux, do STF, arquivou inquérito que investigava Paulinho da Força por peculato na aquisição de uma fazenda em Itararé (SP). O ministro entendeu não ser possível imputar, na esfera penal, responsabilidade ao deputado por eventuais irregularidades ou desvios decorrentes da compra do imóvel.

0x0

Marcelo Odebrecht em liberdade – Ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, deixou ontem, a carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Foi encaminhado para a sede da Justiça Federal no Estado, onde realizou audiência de execução penal. De lá, saiu já com tornozeleira eletrônica para embarcar a São Paulo.

Conversando

Valores menores – As compras de Natal estão sendo feitas em valores menores que o do ano passado, como informou gerentes de lojas de Aracaju.

Lojas reclamam – O movimento noturno nos shoppings de Aracaju não aumentou com o fechamento das lojas às 23 horas. Está dando prejuízo.

Pode fechar – A maioria das lojas instaladas no shopping Riomar com carência de três meses, está em dificuldade e pode fechar imediatamente após o prazo.

Muito confusa – Ainda muito confusa a troca do PPS pelo DEM por parte de Mendonça Prado, que já anunciou sua candidatura a governador.

Volta do MDB – Membros do PMDB de Sergipe, que participaram ontem da Convenção Nacional do partido, votaram pela volta do MDB.

Depois do carnaval – Assembleia Legislativa reinicia os trabalhos de 2018 depois do carnaval. Até lá estarão livres para fazer política.

Só em fevereiro – Em Sergipe, parte dos deputados estaduais vai viajar no período de recesso e só retornam em fevereiro para iniciar a campanha.

Muito radical – Um experiente parlamentar acha que Mendonça Prado vem sendo muito radical em seus discursos. Acha que assim ele não conquista ninguém.

STF é bonzinho – O Supremo Tribunal Federal é bonzinho com os bandidos de colarinho branco e protege os corruptos de forma vergonhosa.