29/12/17 - 08:26:11

Vigilância Sanitária orienta vendedores ambulantes que estarão no Réveillon

A festa de Réveillon da Orla da Atalaia se aproxima e diversos vendedores ambulantes já se preparam para garantir uma renda extra durante a comemoração. Com isso, a Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) e da Coordenação de Vigilância Sanitária e Ambiental (Covisa), realiza um trabalho de preparação, fiscalização e orientação da comercialização dos produtos, com o intuito de garantir a venda regular dos alimentos.

A inspeção realizada nos eventos em que há uma grande concentração de pessoas é imprescindível para evitar possíveis danos à saúde dos consumidores, o que torna a parceria da Emsurb e da Covisa recomendável para garantir a qualidade dos produtos que são vendidos no local. Mas antes mesmo de inspecionar os produtos, a Vigilância se preocupa em assegurar que os vendedores tenham participado de cursos de capacitação, onde normalmente são passadas informações básicas de boas práticas para a manipulação de alimentos e higiene do local de armazenamento.

De acordo com a assessora estratégica da Vigilância Sanitária, Jacklene Andrade, a orientação e a fiscalização andam lado a lado, sendo de suma importância para que os vendedores gerem economia com responsabilidade e respeito à saúde dos consumidores. “Nós atendemos os ambulantes aqui na Covisa, conversamos e explicamos a importância da manipulação correta dos alimentos e bebidas, além de requerermos a apresentação do certificado de capacitação e a assinatura de um termo de compromisso relativo a essas orientações.  Essa documentação é necessária para garantir a liberação das vendas no local do evento. Nos casos de pendência dessa documentação, a Emsurb pode suspender a comercialização desse comerciante no local”, afirma.

Antes de eventos de grandes proporções, a exemplo do Réveillon, a Fundat disponibiliza diversas vagas em cursos de capacitação para os ambulantes, fazendo com mais pessoas se preparem corretamente para as vendas, e que os vendedores já certificados tenham a oportunidade de renovar o documento, se mantendo sempre em dia. “Nós buscamos garantir que o trabalho desses ambulantes aconteça adequadamente, dando as orientações necessárias para que os vendedores não tenham o trabalho suspenso e que se adequem às normas de higiene que recomendamos”, pondera a gerente de alimentos da Covisa, Laila Garcia.

Foto Silvio Rocha