02/01/18 - 07:45:36

Feliz ano novo

Com calendário novo na parede, a população começa a viver o 2018 iniciado ontem. Este será um ano diferente do que se foi, pois teremos pelo caminho a festa da Copa do Mundo, que dará um freio nas atividades normais para o povão assistir os jogos da Seleção Brasileira. Não esqueçam das eleições gerais de outubro, que também ocuparão boa parte do nosso tempo útil. Tomara que os brindes do Réveillon não tenham afetado o bom senso do eleitor, e que a Copa não o embriague a ponto de ele perder a noção sobre a importância do voto que dará em outubro. Se isso acontecer, vamos chorar o leite derramado, porém aí já será tarde demais e não teremos nada para comemorar quando o Natal de 2018 chegar.

Bem na fita

E o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) marcou um gol de placa com a realização do Réveillon na Orla de Aracaju. Milhares de aracajuanos e turistas prestigiaram o evento, animado por artistas locais. A Polícia também fez bonito, garantindo tranquilidade aos que foram assistir na praia a chegada de 2018. Legal!

Farsa nacional

A jocosamente apelidada de Farsa Nacional vai continuar em Sergipe até o meio deste ano. Este grupamento de policiais enviados pelo Ministério da Justiça aos estados é, na verdade, um engenhoso instrumento de propaganda utilizado por este governo temerário para fingir que se importa com a violência nos grandes centros urbanos. Homem, vôte!

Agora é pra valer

Agora, as pesquisas de intenção de votos só podem ser divulgadas se forem registradas na Justiça Eleitoral. O registro deve ocorrer cinco dias antes da divulgação dos percentuais. As informações e os dados registrados no sistema da Justiça Eleitoral ficarão à disposição de qualquer interessado pelo prazo de 30 dias. Melhor assim!

Sob nova direção

A partir de hoje, o Tribunal de Contas de Sergipe tem como presidente o conselheiro Ulices Andrade. Além dele, a nova mesa diretora do TCE é formada pelo vice Carlos Alberto Sobral e a corregedora-geral Angélica Guimarães. O grande desafio dos três é suplantar a excelente gestão do ex-presidente Clóvis Barbosa.

Consenso perseguido

A oposição pretende definir o quanto antes seus candidatos ao governo de Sergipe e ao Senado. O líder deste governo temerário no Congresso, deputado André Moura (PSC), torce para que a escolha dos nomes seja um consenso entre os partidos oposicionistas. A candidatura ao governo é pretendida pelos senadores Eduardo Amorim (PSDB), Antônio Carlos Valadares (PSB) e pelo próprio André. Aguardemos, portanto!

Ninharia

O novo salário mínimo, em vigor deste ontem, foi reajustado em míseros R$ 17, passando para raquíticos R$ 954. Foi o menor reajuste do mínimo em 24 anos. O valor é inferior ao estimado anteriormente pelo governo, que era R$ 965. Enquanto isso, políticos e outras ditas autoridades embolsam mensalmente salários de R$ 33,7 mil, além de uma série de penduricalhos. Êita Brasilzão sem jeito!

Aposta no “bico”

A instabilidade econômica está levando a classe C a buscar estratégias para driblar a crise. Pesquisa do Instituto Data Popular mostra que 42% dos trabalhadores desta classe social já estão fazendo “bicos” para conseguir uma renda extra. Entre eles tem professor que passou a dar aulas em escola particular, e escriturário dando uma de garçom no sábado e domingo.

Povo motorizado

Estudo do IBGE mostra que 697 mil pessoas, ou seja, 45,5% dos habitantes de Sergipe dirigem algum tipo veículo. A motocicleta é opção para 32% da população, enquanto os carros estão presentes nas vidas de 13,3% dos sergipanos. A pesquisa apurou também que 69,7% informaram sempre usarem o cinto de segurança no banco da frente quando dirigem ou são passageiros. Quanto ao banco de trás, somente 31,7% dos entrevistados disseram usar o cinto de segurança.

Laranjeiras em festa

A cidade de Laranjeiras estará em festa a partir de amanhã, com a abertura do seu 43º Encontro Cultural. Estão previstas apresentações de cerca de 100 atrações artísticas, além da realização de simpósios e oficinas. Além da programação cultural, Os visitantes vão se encantar com os monumentos e casarões seculares, a arte, a gastronomia e o artesanato laranjeirense.

Recorte de jornal

11

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 3 de junho de 1910.

Resumo dos Jornais