10/01/18 - 08:39:18

APESAR DOS NÚMEROS, 2017 TROUXE BOAS NOTÍCIAS PARA O PAÍS

Mas nem só de más notícias foi o ano de 2017. Conquanto a recuperação do setor industrial não tenha sido tão significativa, vitórias foram conquistadas no ano passado, através da luta incessante de organizações como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), que através do seu know-how pode debater propostas e soluções que possibilitaram conquistas importantes para o país.

Um dos temas mais polêmicos e que, teve um fim em 2017, foi a aprovação da Lei da Terceirização, em que o deputado federal por Sergipe, Laércio Oliveira, foi o relator. A lei permite que todas as atividades podem ser terceirizadas dentro de uma empresa, incluindo as atividades consideradas essenciais.

Outro avanço considerado fundamental e bandeira antiga de todos os segmentos produtivos do país foi a atualização das leis trabalhistas, que ficou conhecida como a “Reforma Trabalhista”, através da lei nº 13.467, que adequou as normas de trabalho ao mundo produtivo moderno, com a valorização da negociação coletiva, além de trazer soluções benéficas para empresas e trabalhadores no dia a dia.

Ambas as melhorias trazem uma segurança jurídica antes inexistente, um pressuposto para qualquer investidor que queira inserir capital no território brasileiro. Ainda assim, para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), Eduardo Prado de Oliveira, há muito trabalho a ser feito. “A burocracia do nosso país ainda atrapalha muito os novos investimentos. Nós trabalhamos duro junto aos nossos legisladores para que esses avanços acontecessem e, em 2018, continuaremos já com o lançamento em março próximo da Agenda Legislativa da Indústria, onde traremos mais questões importantes para o desenvolvimento econômico e social aos nossos deputados e senadores”, afirma Eduardo.

UNICOM/FIES