10/01/18 - 16:51:31

População apoia servidores e professores de Canindé em Greve

Por: Iracema Corso

Em apoio à greve dos servidores públicos municipais e professores, a população do município de Canindé do São Francisco ocupou as ruas da cidade na manhã desta quarta-feira, dia 10 de janeiro, numa grande caminhada de protesto que se encerrou na Pça Ananias Orlando.

O caos instaurado na gestão do prefeito Ednaldo da Farmácia levou servidores públicos de Canindé a uma greve que já se arrasta por 54 dias, enquanto a greve dos professores no município está prestes a completar 30 dias.

O presidente do SINDISERVE CANINDÉ, filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), Emanoel do Aleixo fez ampla convocação para o sucesso do ato que encheu as ruas do município contando com o apoio de familiares e população canideense. “Não esqueçamos o porquê de estarmos em greve! Pelo descaso em que nos encontramos em nossos locais de trabalho, parcelamento do 13° salário, não pagamento das Férias de 2016 e 2017, falta de condições de trabalho para assim atender melhor à população, constante atraso de salário, não garantia do pagamento em dia, direitos negados, retirada de direitos através de um decreto ilegal, mau uso do dinheiro público, falta de medicação, falta de seringas e soro fisiológico. A greve, além de ser para nós servidores, é para a população. Para que ambos tenham respeito e dignidade por parte da gestão”.

A professora e deputada Ana Lúcia (PT) esteve em Canindé do São Francisco na manhã desta quarta-feira para prestar seu apoio aos trabalhadores que lutam pelo cumprimento dos seus direitos. A deputada mediou uma audiência com o prefeito Ednaldo da Farmácia e secretários do município contando com a presença dos professores Danilo e Valmira, representando o SINTESE, dos servidores Rosana e Evanete, representando o SINDISERVE CANINDÉ e a professora Ângela Melo, representando a CUT.

A partir da audiência ficou definido que a Prefeitura vai apresentar ainda nesta quarta-feira uma contra proposta para os servidores do município e na manhã da quinta-feira a prefeitura vai apresentar a proposta para os professores na ocasião da audiência com representantes dos professores, que já estava marcada. No mesmo dia, servidores e professores realizarão assembleias gerais para avaliar a contra proposta do prefeito.

Dirigente sindical e servidora pública, Rosana Menezes avaliou que o dia de luta já valeu a pena pela conquista da mobilização forte com apoio da população e também pelo resultado da audiência. “A negociação estava travada. O clima está muito tenso em Canindé, nós precisávamos de alguém para intermediar este diálogo com a Prefeitura, por isso foi tão importante o papel da deputada Ana Lúcia. Esperamos que este diálogo, enfim, gere resultado positivo para os trabalhadores e a população penalizada pelo caos no município”.

Após a caminhada, os manifestantes se concentraram na Pça Ananias Orlando, onde aconteceu o show de protesto do cantor Cleberton Barbosa.

O presidente da CUT/SE, Rubens Marques (o professor Dudu), participou do protesto e enfatizou o apoio conquistado pelo movimento sindical neste dia importante da luta de servidores e professores de Canindé. Ele destacou que a professora Maria Augusta, coordenadora da Sub-Sede Sul, atravessou o estado para prestar solidariedade aos professores e servidores municipais de Canindé do São Francisco. “O movimento foi muito forte e isso talvez tenha colocado o prefeito na parede. Não estou muito otimista e não temos como saber como será a proposta da Prefeitura, mas o ato esclareceu a sociedade que a gestão não age com transparência e que o papel da greve é pressionar para que haja uma mudança na postura da gestão municipal. Avalio que a greve cumpriu o seu papel, politizou a categoria, politizou a sociedade, mostrou o descaso da administração, gerou pressão e forçou a reabertura da negociação, são vitórias importantes que o movimento já alcançou”.

Foto assessoria