12/01/18 - 06:58:34

Fora aos sugismundos

O fato de os políticos fichas sujas seguirem disputando eleições por força da morosidade judicial, não significa que o povo deve ficar calado e, pior ainda, ir às urnas votar em sujeitos envolvidos com crimes graves, como homicídio e tráfico de drogas ou naqueles acusados de fazer caixa dois, comprar votos e promover superfaturamento de obras para se locupletar. O eleitor pode colaborar com o aperfeiçoamento da democracia e a moralização da coisa pública, votando em candidatos que não estejam envolvidos com atos ilícitos. O cidadão precisa entender que quem vota em corrupto está prejudicando a si próprio. Portanto, precisamos estar conscientes sobre os malefícios causados pelos políticos fichas sujas e puni-los nas urnas. Essa é uma tarefa de toda a sociedade e que pode ser executada nas eleições deste ano. Pense nisso!

Mais prazo

O Tesouro Nacional aprovou a renegociação das dívidas de Sergipe e de outros 17 estados com a União. Isso deverá resultar em uma redução potencial no fluxo de pagamentos da dívida de R$ 44,7 bilhões de julho de 2016 e junho deste ano. Os 18 estados terão o compromisso com o Tesouro alongado em 240 meses.

De filho pra pai

O edifício-sede do Tribunal de Contas de Sergipe vai levar o nome de Augusto Franco, que governou Sergipe de 1979 a 1982. A notícia foi dada ao empresário Walter Franco, filho do homenageado, pelo presidente do TCE, Ulices Andrade. A sede do Tribunal se chamava Albano Franco até abril de 2017, quando a Justiça mandou remover os nomes de pessoas vivas em prédios públicos.

Sem pressa

Perde tempo quem pergunta ao governador Jackson Barreto (MDB) se ele vai disputar uma cadeira no Senado. Segundo JB, essa decisão só será tomada depois do Carnaval. E o emedebista está certo. Caso decida ser candidato, ele tem até abril para se desincompatibilizar. O governador diz que sua preocupação agora é conseguir o empréstimo de R$ 560 milhões na Caixa Econômica Federal para recuperar as rodovias estaduais.

Todos juntos

E o secretário estadual da Saúde, Almeida Lima (MDB), reuniu no mesmo evento os chefes dos três poderes. O governador Jackson Barreto e os presidentes do Tribunal de Justiça, Cezário Siqueira Neto, e da Assembleia, Luciano Bispo (MDB), visitaram ontem o novo Centro Administrativo da Secretaria da Saúde. Localizado na periferia de Aracaju, o empreendimento será inaugurado até o final deste mês.

Fora do ar

O Rede Solidariedade emitiu nota de repúdio contra a direção da Fundação Aperipê, que retirou do ar o programa “Fala pra mim”, apresentado há oito anos pelo ex-vereador Doutor Emerson. Segundo o partido, a decisão se deve “ao incômodo que o grupo político do governador Jackson Barreto tem sentido devido às boas pontuações de Dr. Emerson nas pesquisas para o governo de Sergipe”. Será?

Oposição severa

Derrotado nas urnas pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), o deputado federal Valadares Filho (PSB) não se cansa de criticar o comunista. Veja a última postagem de Vavazinho nas redes sociais: “Enquanto a gente avisa, Edvaldo mente! Não revogou imediatamente o IPTU, como havia prometido e – pior – aumentou ainda mais o imposto. Aracaju não merece toda essa incompetência”. Homem, vôte!

Defesa do Refis

Para derrubar o veto presidencial ao Refis das microempresas, o Sebrae contratou o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto. O parecer jurídico do causídico sergipano será usado para dar conforto aos deputados e senadores derrubarem o veto presidencial. Caberá a Britto demonstrar que a Constituição determina um tratamento diferenciado para os pequenos negócios.

Não esqueça

Você ainda lembra quais foram os nove deputados estaduais cassados sob a acusação de terem metido a mão grande nas verbas de subvenção da Assembleia? Para clarear sua memória, segue a relação dos condenados: Adelson Barreto, João Daniel, Augusto Bezerra, Paulinho das Varzinhas, capitão Samuel Barreto, Gustinho Ribeiro, Jeferson Andrade, Zezinho Guimarães e Venâncio Fonseca. Apesar de cassados, todos seguem no bem bom de seus mandatos. Êta brasilzão sem jeito!

Lembra Tancredo

“Não nos dispersemos”. A frase do saudoso ex-presidente Tancredo Neves foi repetida pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB) para acalmar a oposição: “A nossa luta só tem futuro se marcharmos unidos, com o pensamento voltado unicamente para a melhoria das condições de vida do povo. O projeto maior é Sergipe. Portanto, não nos dispersemos”. Então, tá!

Recorte de jornal

2

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 24 de dezembro de 1941.

Resumo dos Jornais