15/01/18 - 13:11:15

SEEB SERGIPE REALIZA ATO EM DEFESA DA CAIXA 100% PÚBLICA

Sindicato aproveitou a data de aniversário da Caixa para denunciar desmonte do banco público

Para saudar os 157 anos da Caixa Econômica Federal, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) realizou nesta segunda-feira (15) atos relâmpagos na Caixa Serigy. Os sindicalistas pediram apoio aos clientes e usuários à campanha em Defesa da Caixa 100% Pública. A Caixa foi fundada em 12 de janeiro de 1861, pelo Imperador Dom Pedro II.

A presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira destacou a importância da instituição ao longo dos 157 anos da Caixa, como empresa promotora do desenvolvimento econômico e social, beneficiando em especial a população mais simples do País. A sindicalista enumerou o caráter social da Caixa enquanto administradora de recursos como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), recursos de saneamento e tratamento de água e esgoto, o seguro-desemprego, o Programa de Integração Social (PIS). Ivânia ressaltou ainda as realizações da Caixa nas áreas de habitação, saneamento, infraestrutura e prestação de serviços e os programas de geração de renda do país (Bolsa Família) e o financiamento estudantil (Fies).

“Precisamos estar juntos (funcionários e usuários) para defendermos a Caixa Econômica contra a intenção do governo Temer de reduzir o papel social desse banco. A Caixa é um banco gigante que está sendo encolhido com redução de funcionários. Até o ano passado, só na agência Serigy tinha uma bateria de 20 caixas e hoje, tem apenas sete.  Esse governo quer acabar com esse patrimônio para fortalecer os bancos privados e reduzir o acesso dos trabalhadores mais humildes aos benefícios da Caixa”, afirmou Ivânia Pereira.

Ainda no ato, os diretores do SEEB/SE, Rosi Santos (funcionária da Caixa), Adilson Azevedo (funcionário do Santander), Adeniton Santana (funcionário do Itaú e presidente da CTB/SE) reforçaram a defesa da empresa pública e para que as funções sociais da Caixa continuem sendo o principal carro chefe do banco.

Por Déa Jacobina

Foto Ascom SEEB/SE