22/01/18 - 10:26:36

Governador Jackson Barreto visita sexto dia da Feira de Sergipe

17ª edição tem a proposta de divulgar a cultura sergipana, com destaque para os grupos folclóricos e os artistas da terra, além de criar um ambiente favorável para os empreendedores do segmento de artesanato realizarem negócios e prospectarem mercado

O governador Jackson Barreto esteve no sexto dia da tradicional Feira de Sergipe, promovida pelo Sebrae, com o apoio do governo do Estado. A Feira teve início no dia 16 de janeiro e segue até o dia 28, na Praça de Eventos da Orla de Atalaia. A 17ª edição tem a proposta de divulgar a cultura sergipana, com destaque para os grupos folclóricos e os artistas da terra, além de criar um ambiente favorável para os empreendedores do segmento de artesanato realizarem negócios e prospectarem mercado.

Jackson foi recepcionado pelo o superintendente do Sebrae, Emanoel Sobral, que apresentou toda a estrutura da feira. Na ocasião, o governador conversou com os expositores e grupos folclóricos que se apresentavam e ainda interagiu com os turistas e visitantes que estavam conhecendo as belezas do artesanato sergipano.

“Esse é o momento da alta estação do verão, a cidade está cheia de turistas, conhecendo o nosso folclore, a cultura popular. Aqui, todos os grupos folclóricos, artesanato e polo gastronômico estão presentes. Então, se preenche uma lacuna muito grande e no momento certo. O Sebrae aproveita o momento e faz uma Feira de artesanato e mostra o que tem de mais precioso na nossa cultura popular, na comida, na arte, dança, folclore e no artesanato.  O Sebrae faz um papel importante de promover o estado, oportuniza a venda ao artesão de tudo aquilo que eles produzem. E muito mais do que vender, eles fazem a publicidade. Esse é um evento que celebra a cultura sergipana. Mais 50 mil pessoas já passaram pela feira. É  mais uma possibilidade de mostrar Sergipe se desenvolver o turismo”, ressaltou o governador Jackson Barreto.

Para o superintendente do Sebrae, Emanoel Sobral, o intuito é mostrar para a população sergipana e os turistas, o que Sergipe tem  de melhor a oferecer  na cultura, artesanato e gastronomia. “Até sexto dia de Feira, já obtivemos um público superior a 50 mil pessoas, desses visitantes, 60% são turistas. Isso exemplifica muito bem o nosso potencial. Então, a importância da feira não está apenas em mostrar o que o artesão faz aqui, e sim o quanto irá gerar em negócios. Estamos com 117 estandes, trazendo 67 atrações culturais, com grupos folclóricos, quadrilhas juninas. Além disso, contamos na parte gastronômica, com onze bares e restaurantes, que fazem parte do Projeto Polo Gastronômico de Sergipe, desenvolvido pelo Sebrae, que proporciona suporte e consultoria na área. Assim, esse é um evento em que todos saem ganhando, das pousadas e hotéis, passando pelos bares e restaurantes até os ambulantes e taxistas”, frisou.

Ao final da visita, Jackson foi presenteado pelo Sebrae, com uma peça feita de renda irlandesa de Divina Pastora, como lembrança do evento. “Isto aqui é uma das maiores riquezas de Sergipe. Um produto de alta qualidade e que é referência para todo o Brasil”, colocou.

Com mais de 100 estandes exclusivos para o artesanato, a Feira de Sergipe 2018 abre espaço e proporciona a realização de novas parceiras comerciais para os pequenos negócios que estão expondo no evento. A Feira cria oportunidades de divulgação e geração de negócios. Além disso, oferece aos artesãos e empreendedores a oportunidade de aproximação com o cliente, a possibilidade de um contato direto com o público alvo, desenvolvendo o potencial turístico da região.

Visibilidade Cultural

Em todos os dias, são promovidos pelo menos quatro apresentações de grupos folclóricos, trios de forró pé-de-serra, quadrilhas juninas, companhia de teatro, bandas, cantores e até orquestras sinfônicas. Um dos objetivos é abrir espaço para a divulgação das principais manifestações artísticas, reunindo mais de 1.700 profissionais oriundos de 23 municípios de Sergipe.

Para o governador Jackson Barreto, a Feira fomenta a cultura sergipana e a coloca em evidência para todo o Brasil. “O estado de Sergipe agradece muito o Sebrae e reconhece o papel de fomentar a nossa cultura popular. São mais de 20 grupos folclóricos que estão aqui representados. Significa dizer que todos os dias da Feira, grupos folclóricos de todo o estado das mais diversas denominações e tipos de apresentações estão aqui, para mostrar ao turista a nossa cultura popular. É uma iniciativa tão importante que ela contribui para a manutenção e memória da nossa cultura popular.  Ela fortalece o artesanato local, expõe e dar visibilidade e notoriedade nacional, no momento em que a cidade está repleta de turista na alta estação”, ressaltou.

A sexta noite da Feira de Sergipe contou as apresentações do Grupo Los Mendonça, apresentação do Samba de coco da Barra dos Coqueiros, quadrilha Junina Xodó na Roça, reisado Baile Estrela, quadrilha Junina Balança mais não Cai. Para encerrar a noite, o Trio Ave Rara.

Foto Marcelle Cristinne