22/01/18 - 15:15:35

“Nós acreditamos nos jovens”: os desafios do primeiro emprego

Segundo o estudo “Nós acreditamos nos jovens”, realizado em uma parceria entre McDonald´s e Trendsity, que entrevistou 1,8 mil pessoas em cinco países (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru), 80% dos jovens afirmam que buscam bem-estar e aprendizado no primeiro emprego, mas a grande maioria esbarra na falta de experiência e pouca confiança na hora de conseguir a primeira assinatura na carteira de trabalho. Marcelo Nóbrega, diretor de Recursos Humanos do McDonald´s Brasil, explica que existem inúmeros desafios para o empregador ao contratar uma pessoa sem experiência profissional. “Se o jovem encontra dificuldades, as empresas também precisam se preparar para receber esses ‘calouros’”, afirma.

Uma integração bem-feita nos primeiros meses é fundamental para o sucesso de um profissional em um novo emprego, por isso é preciso criar um ambiente favorável e preparado para receber jovens sem experiência prévia. “Se esse ‘recém-nascido profissional’ não encontra apoio em seu ambiente de trabalho, seu desempenho e desenvolvimento estarão seriamente comprometidos. Por isso, para ser uma porta de entrada para o primeiro emprego formal é preciso, também, ser uma empresa acolhedora”, explica o diretor.

A Coordenadora de Trade Marketing, da regional SOU, no Paraná e Santa Catarina, Daiane Nunes Freire, teve sua primeira experiência de emprego como atendente do McDonald´s, em 2004, em Mauá (SP). Quatorze anos depois e com uma carreira sólida na empresa, ela conta detalhes sobre como enxergava aquela oportunidade. “No primeiro momento fiquei deslumbrada com tanta tecnologia para fazer um sanduíche, e pensei ‘meu Deus, são muitas máquinas, nunca vou conseguir dominar tudo isso’, mas logo após ter sido treinada em todos as estações percebi que as áreas que mais me encantavam eram as que eu tinha contato com os clientes. Eu gostava de vê-los, de ver a sensação das pessoas, de estarem felizes, com amigos, familiares, isso era mágico”, relembra. Daiane reforça que a área de treinamento é fundamental para a adaptação ao primeiro emprego e que isso traz confiança para buscar o crescimento dentro da empresa.

“Quando se é atendente no McDonald’s, sempre imaginamos o quanto é impossível chegar em um cargo gerencial, achamos que jamais teríamos tamanha capacidade de liderança, só que esquecemos que isso faz parte de um ciclo de amadurecimento, experiências, erros e acertos”. O McDonalds é uma verdadeira escola, que oferece muitas experiências, estimula o desenvolvimento diário e traz para os colaboradores a cada dia uma nova lição.

Crescimento rápido

O maior desejo da nova geração é o reconhecimento, 63% dos entrevistados pelo Trendsity gostariam de sentir-se valorizados e apoiados pelo primeiro empregador. E o DNA do McDonald´s proporciona a eles essa valorização. “Quem frequenta a rede McDonald’s já deve ter percebido a versatilidade de nossos gerentes, que sabem fazer de tudo dentro de um restaurante. Quase todos começaram na função de atendente e cresceram exercendo as diversas posições da nossa estrutura. Essa possibilidade de carreira vem do treinamento e do aprendizado permanentes que acompanham nossos profissionais em todos os seus momentos dentro da companhia. Os novos atendentes são treinados por seus superiores e, também, pelos seus próprios colegas. E logo ele também treinará seus colegas. Esse interesse pelo crescimento mútuo é fundamental para o sucesso deles”, acrescenta Marcelo.

Uma companhia que tem como bandeira ser a porta de entrada para jovens também deve ter um plano de carreira apoiado por programas permanentemente atualizados que façam sentido para esse público. “Recentemente, por exemplo, percebemos no McDonald’s que era importante oferecer conteúdo de empreendedorismo, um dos principais temas de interesse dos jovens, na plataforma educacional da Universidade do Hambúrguer. Dessa forma, nasceu o Aperte o Play!, que incentiva os profissionais a terem autonomia para escolher qual caminho trilhar – dentro ou fora da empresa”, explica.

Um exemplo dessa valorização é a Gerente de Negócios, Fabricia Cristina de Godoy Sant’Ana, 38 anos. Há 17 anos no McDonald’s, ela teve sua primeira oportunidade de emprego na rede aos 21 anos, quando se mudou para Ribeirão Preto. “Eu não conhecia o McDonald’s e nunca tinha comido um sanduíche, pois minha cidade é muito pequena e não vinha com frequência para Ribeirão Preto. Após uma entrevista, fui contratada e direcionada ao restaurante do Novo Shopping, onde trabalhei por nove anos”, conta Fabricia, que não imaginava que poderia construir uma carreira na empresa.

Após alguns meses, foi conhecendo o negócio e vislumbrando as possibilidades. “Fui promovia a treinadora e, cargo após cargo, era sempre incentivada a me desenvolver. Fiz as contas e me matriculei na universidade. Alguns meses depois fui promovida a Gerente de Unidade do Negócio. Uma grande conquista”. Para Fabricia, o plano de treinamentos e desenvolvimento do McDonald’s é único e proporciona ao jovem, que tem interesse em crescer e se desenvolver profissionalmente, uma oportunidade real.

Por Adiberto de Souza

Foto ilustração