30/01/18 - 00:01:45

REFORMA NÃO SERÁ TÃO FÁCIL

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O projeto do Governo que reduz gastos nesses próximos meses, com extinção e fusão de Secretarias, cortes em horas extras, meio expediente aos servidores e outras medidas necessárias ao ajuste financeiro do Estado, vai precisar de muita conversa para evitar algum tipo de ‘perdas e danos’. Principalmente na área política. A princípio depende de aprovação da Assembleia, que só retorna depois do carnaval, e, no que se refere às fusões, todos querem se manter ou ascender mesmo em um processo que visa redução de gastos.

Indicados por lideranças políticas não pretendem perder força na administração estadual e vão querer marcar posições. O governador Jackson Barreto e o vice-governador Belivaldo Chagas vão precisar de um bom jogo de cintura para acomodar sentimentos de perdas, que não será fácil em um momento de maior necessidade do Estado. Toda e qualquer mudança provoca esse tipo de reação, Geralmente quem cede se sente rejeitado dentro de um novo processo de Governo prestes a se iniciar.

Inclusive já se começa a sentir presença de alguns que sempre se mantiveram ausentes, mas pretendem continuar em posição significativa, mesmo dentro de uma estrutura que necessita de reforma urgente para se fixar junto à sociedade e resolver uma crise que requer cuidados para que se possa controlá-la ainda enquanto há tempo.

É bom lembrar que já precisa dar uma nova moldura ao quadro administrativo, com um novo pensamento para determinadas Pastas, que podem mudar até de fisionomia, com a sua modernização. É por aí…

  1. NP) – Estou retornando depois de alguns dias ausentes. Uma distensão em razão da postura diante do computador.

AINDA A SAÍDA DE JACKSON

Ainda se discute a data do afastamento do governador Jackson Barreto (MDB) para disputar o Senado Federal. Está definida para o prazo que determina a lei.

JB deixa o Governo entre 02 e 06 de abril.

ALGUMAS AÇÕES ANTES

Jackson Barreto pretende adotar algumas ações antes de deixar o Governo para o seu vice, Belivaldo Chagas, pré-candidato a governador.

Não quer entregá-lo com maiores problemas.

EMPRÉSTIMO DA CAIXA

Empréstimos da CEF aos Estados, nos quais Sergipe tem operação de R$ 560 milhões, estão suspensos temporariamente, mas não vai demorar a liberação.

Sergipe será um dos primeiros a assinar a operação.

MUDANÇA DE SIGLA OU NÃO

Um articulador da base aliada ao Governo disse que a decisão de filiação ou não de Belivaldo Chagas no PSD vai influenciar na conclusão da chapa majoritária.

Admitiu, também, que a decisão sobre Lula enfraqueceu o PT.

ATÉ O MOMENTO NÃO HÁ NADA

Sobre a transferência do vice-governador Belivaldo Chagas do MDB para o PSD, ele mesmo diz que não há avanços e tudo continua ainda na base do convite.

– Mas é um caminho bastante viável, admitiu Chagas.

ELIANE AQUINO RESSURGE

A mesma fonte diz que o nome da vice-prefeita Eliane Aquino (PT) reaparece com mais condições de ser candidata à vice de Belivaldo Chagas.

Mas admitiu que a questão do nome para vice ainda não foi resolvido.

TEM QUE ANALISAR SAÍDAS

A base aliada também analisa algumas saídas caso aconteça a ineligibilidade de Heleno Silva (PRB) e Rogério Carvalho (PT) que requerem o Senado.

Nesse caso, Fabio Henrique (PDT) e Ivan Leite (PRB) são lembrados.

EM DEFESA DA REFORMA

O presidente da Assembleia, Luciano Bispo (MDB), abriu o verbo favorável à Reforma da Previdência e provocou reações via redes sociais.

Inclusive de filiados a partidos aliados.

MAIOR PROBLEMA DO PAÍS

Luciano Bispo reconhece que um dos maiores problema do País é a Previdência e admite que se a reforma na passar no Congresso o “Brasil afunda”.

Posições de Luciano influenciam na base aliada.

SOBRE A OPOSIÇÃO NO ESTADO

Luciano Bispo também declara que a oposição perde em Sergipe. Diz que “ela não sabe o que quer e seus líderes não confiam um no outro”.

– Sem unidade nenhum bloco se sustenta, ensinou.

VALADARES CRÊ NA VITÓRIA

O presidente do PSB, Valadares Filho, tem convicção de que se a oposição estiver unida na formação da chapa majoritária sairá vitoriosa nas eleições de outubro.

– Não tenho a menor dúvida disso, afirmou.

CONVERSA PERMANENTE

Valadares disse que a oposição vem mantendo conversas permanentes à busca da unidade “e terá maturidade suficiente para isso”.

– As conversas serão ampliadas a outros partidos.

CHAPA MAIS ADIANTE

A oposição não trabalha mais com a pressa de lançamento de chapa, que seria para este mês. André Moura e Eduardo Amorim conversaram e o prazo foi estendido.

Será para, no máximo, primeira semana de março.

PEDIDO FOI ATENDIDO

André Moura atendeu a pedido de Eduardo, mas disse que candidatos a deputado estadual e federal que dependem da indicação da chapa estão cobrando o lançamento.

– Tem uma legião de pessoas pressionando, disse.

SOBRE AÇÃO DE GRUPOS

André Moura avisa que não ficará refém de grupos da internet que fazem o jogo do PSB, porque a condição socialista é uma e a do PSC&Cia é outra.

Acha que o PSB discute número menor de candidaturas.

VALADARES ESTÁ EM SILÊNCIO

O senador Valadares (PSB) está em silêncio e não se manifesta à mídia. Internamente tem mantido contatos com lideranças de sua legenda e outros partidos.

Só vai reaparecer depois do carnaval.

BENEDITO SERIA BOM NOME

O nome do secretário Benedito Figueiredo, de Governo, surge como uma opção para ser o candidato a suplente de senador, na chapa majoritária da base aliada.

Benedito estaria com sua experiência e currículo na vida publica.

ATINGE O GOVERNO EM CHEIO

Fato que atinge eleitoralmente candidaturas vinculadas ao Governo é o parcelamento e atraso nos salários. O plano de contenção de despesas visa colocar isso em ordem.

A tendência é pagar salário integral dia 10 de cada mês.

Notas

Sobre Força Nacional – O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segovia, propôs ao presidente da República, Michel Temer (PMDB), que novos integrantes da corporação passem a integrar a Força Nacional. O assunto foi tratado em reunião no Planalto na tarde desta terça-feira.

0x0

Caixa prepara novo PDV – Segundo a revista Voto, A Caixa prepara novo Programa de Demissão Voluntária para cortar gastos. No ano passado, ações semelhantes resultaram na saída de 7,3 mil pessoas. O banco ainda tem cerca de 3 mil funcionários próximos da aposentadoria que se encaixariam no PDV.

0x0

Censura ética a ex-ministro – A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu aplicar censura ética ao ex-ministro da Indústria, Marcos Pereira e ao ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal Antônio Carlos Ferreira. A decisão foi anunciada ontem pelo presidente da comissão, Mauro Menezes.

0x0

Não há nada que comemorar – O cumprimento com folga da meta de déficit primário de 2017 não justifica motivo para comemoração, disse ontem a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi. Segundo ela, o resultado negativo continua expressivo, e o governo ainda está em fase de transição para estabilizar o endividamento do país.

                                                                     0x0

Rodrigo Maia na Odebrecht – A CBN divulga que, segundo o jornal O Globo, a Polícia Federal obteve provas de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, esteve na sede da Odebrecht no mesmo dia em que o sistema de contabilidade de pagamentos ilícitos da empreiteira registrou um repasse destinado ao seu pai.

0x0

Vídeo de Cristiane Brasil – Disse deputado do PTB a O Antagonista, sobre o vídeo em que sua colega Cristiane Brasil aparece em lancha falando dos processos em que foi condenada com base na legislação trabalhista. “Foi jogo ruim. Deveria ter ficado quieta, esperando a decisão final do STF. Não foi nada bom para ela.”

Conversando

Blocos nas ruas – Os blocos de ruas também inundam o carnaval de Aracaju, assim como na maioria das cidades brasileiras. É o velho carnaval de volta.

Bairros e avenidas – No final de semana, Aracaju pulou ao som de marchinhas de carnaval, que inundaram bairros e avenidas, com a presença de vários políticos.

Interior agita – A maioria das cidades do interior também fará carnaval de rua, todas dentro das suas condições financeiras.

Muito confuso – Ainda sem muita definição as supostas composições realizadas entre siglas vinculadas ao Governo à oposição. Tudo ainda muito confuso.

Sobre chapas – Pré-candidatos proporcionais, de todos os lados, preocupados com dificuldades para formação de chapa majoritárias.

Afastam-se de Lula – Depois da condenação de Lula da Silva, alguns líderes nacionais que disputam mandatos estão se afastando dele.

Cota única – O prazo para realizar o pagamento em cota única do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) está acabando. Será dia 05 de fevereiro.

Malha viária – As rodovias continuam praticamente intransitáveis em Sergipe e esperam o empréstimo da Caixa Econômica para recuperá-las.

Conversam muito – O governador Jackson Barreto está conversando muito sobre política e espera resolver série de problemas antes de deixar o Estado.