02/02/18 - 12:51:43

Atenção MPE! A Operação Antidesmonte vai ficar restrita a Aracaju e Aquidabã?

Ao longo do ano de 2017 quando a imprensa de Sergipe tinha algo para noticiar sobre a Operação Antidesmonte, deflagrada no ano anterior pelo Ministério Público Estadual, só vinham à tona informações a respeito da Prefeitura de Aracaju, em especial, da gestão do ex-prefeito João Alves Filho (DEM). A filha do democrata, Ana Alves, em cumprimento a ordem judicial, ficou detida por alguns dias no presídio feminino de Nossa Senhora do Socorro, mas até agora as investigações seguem em andamento e não se tem qualquer comprovação de ilícitos praticados.

Justiça seja feita, o Ministério Público Estadual, aparentemente, continua “de olho” na administração de Aracaju, agora na gestão do atual prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Até onde se sabe, os promotores de Justiça fazem uma espécie de “pente fino” na Prefeitura, certamente apurando alguns indícios que supostamente tenham sido identificados. Mas, tirando Aracaju, a verdade tem que ser dita: a Operação Antidesmonte só “avançou”, só teve desdobramentos no município de Aquidabã, quando o MPE ajuizou uma Ação Civil Pública contra o ex-gestor e alguns dos seus auxiliares.

Este se recorda que, em meados de 2017, os órgãos de fiscalização e controle das contas públicas estavam analisando contratos firmados entre 22 prefeituras municipais sergipanas e cerca de sete entidades do terceiro setor. Surgiram até rumores de suspeitas de lavagem de dinheiro, atos de improbidade administrativa, corrupção ativa e passiva, além de outros crimes de natureza tributária. Esse trabalho de fiscalização foi feito “in loco” e muito material foi localizado e analisado. Mas, até agora, o MPE só se manifestou sobre Aracaju e Aquidabã.

O sentimento que fica para este colunista e, principalmente para quem reside nos outros 20 municípios investigados em 2017, é de impunidade, por entenderem que há muita morosidade em quem fiscaliza para identificar possíveis ilícitos e punir, devidamente, os respectivos responsáveis. Eram fortes os indícios de que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estava sendo burlada e, inclusive, de saques de dinheiro na “boca do caixa”, em especial, na “reta final” de algumas administrações. Sabe-se que a Polícia Civil também investiga alguns casos pelo interior. A coluna cobra e apenas lembra que Sergipe é geograficamente divididos em 75 municípios e que este levantamento vai muito mais “além” de Aracaju e Aquidabã…

 

Veja essa!

Em um dia, essa semana, se “ventila” a informação que os líderes do PRB em Sergipe estão se reunindo com partidos da oposição, com certa frequência, vislumbrando uma possível participação na chapa majoritária das eleições de 2018.

E essa!

Na manhã dessa sexta-feira (2), em entrevista ao radialista George Magalhães, na FAN FM, Heleno Silva (PRB) confirmou algumas conversas, mas descartou que ele e seu partido estejam saindo do governo de JB.

Para Abril

Heleno deixou bem claro que vai esperar a saída de JB do Executivo para disputar o Senado, para tratar de alianças com o pré-candidato Belivaldo Chagas (MDB). “Só aí nós vamos analisar para onde caminhará o PRB”, disse, “empurrando” a decisão para o mês de Abril.

 Jogo de cena?

Ao menos o discurso de Heleno Silva está “em sintonia” com o senador Valadares (PSB) e o deputado federal Valadares Filho (PSB) que só querem discutir composições em Abril. Até lá teremos muitas especulações e “muito jogo de cena”…

Análise I

Na avaliação deste colunista, a declaração de Heleno soa negativamente para o senador Eduardo Amorim (PSDB), pré-candidato a governador pela oposição. Adversários de JB já “festejavam” a saída do PRB do governo. Seria até uma forma de pressionar o PSB a se posicionar…

Análise II

Outra questão que este colunista pontua: Heleno aparece ao lado do deputado federal André Moura (PSC) e agora diz que vai esperar Belivaldo. Parece que está buscando se valorizar dentro do governo, se aproximando da oposição…

 Análise III

Erro estratégico da oposição que não se une em torno de um projeto para torna-lo sólido e transformá-lo em alternativa real para Sergipe e prefere buscar o “apoio abstrato”. Tem horas que mais parece que cada líder faz a sua política, caminha para uma direção. E o tempo passando…

Só dá André I

Assim que desembarcou em Aracaju, na tarde dessa quinta-feira (1), acompanhado do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o líder do governo no Congresso Nacional, deputado federal André Moura, demonstrou muito prestígio e que seu projeto político para 2018 passa muito além de sua reeleição.

Só dá André II

Na avaliação deste colunista, hoje está claro que André Moura deve disputar um mandato de Senador da República e, a depender, pode sim concorrer ao governo do Estado. Ontem foram 64 prefeitos sergipanos recepciona-lo no Aeroporto de Aracaju, dentre eles, evidentemente, Edvaldo Nogueira (PCdoB).

Dobradinha I

A cada anúncio da PMA, fica mais consolidada a “dobradinha” entre André Moura e Edvaldo Nogueira. Ontem foram mais R$ 140 milhões para o Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju. Itabaiana ganhou mais R$ 7,5 milhões e Lagarto mais R$ 6 milhões para obras de infraestrutura.

Dobradinha II

Por falar em André Moura e Edvaldo Nogueira, os dois foram acompanhados por uma grande comitiva em visita às obras nos bairros 17 de Março e Coqueiral, em Aracaju. JB não foi visto por lá, mas deve ser a outra opção de voto do prefeito para o Senado.

Até JB foi!

Além dos prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, lideranças políticas e empresários, quem também foi recepcionar André Moura e o ministro das Cidades, no aeroporto, foi o governador Jackson Barreto. Depois, no anúncio dos investimentos, no hotel, ele também estava lá, mas não muito animado…

Luciano da Celi

Quem também foi recepcionar André Moura e o ministro das Cidades foi o empresário Luciano Barreto, proprietário da Construtora Celi e defensor declarado de uma candidatura de Moura para governador do Estado.

 Falando nele I

Ainda sobre Luciano da Celi, a coluna chama a atenção do resultado de habilitação da Tomada de Preços 02/2018 da Secretaria da Infrestrutura e do Desenvolvimento Urbano (SEINFRA), para obras da ciclovia e complemento da sinalização na interligação da Avenida Augusto Franco com a Avenida Gasoduto, entre o Orlando Dantas e o São Conrado.

 Falando nele II

Após análise dos documentos de Habilitação, ficaram habilitadas para o processo apenas a Construtora Celi, de propriedade de Luciano Barreto, e a GP Engenharia LTDA-EPP, do empresário Geraldo Magela, sobrinho de Luciano da Celi. Uma coincidência bastante familiar…

Agressão em Itabaiana I

Ao lado da delegada-geral da Polícia Civil, delegada Katarina Feitoza, e o comandante geral da PM, coronel Marcony Cabral, o secretário da Segurança Pública, João Eloy, determinou acompanhamento rigoroso da investigação sobre a agressão sofrida pelo radialista Carlos Ferreira em Itabaiana.

Agressão em Itabaiana II

“A SSP é uma Instituição que respeita o direito constitucional da liberdade de imprensa. Não vamos admitir que haja ameaças e agressões físicas contra profissionais de comunicação por conta de manifestações feitas no exercício da sua função”, afirmou João Eloy.

Polícia Civil

Segundo o coordenador da Policia Civil do Interior (Copci), delegado Jonathas Evangelista, ontem mesmo, já com as informações que foram passadas pelo delegado regional de Itabaiana, Fábio Santana, as providências foram tomadas logo após o registro do boletim de ocorrência.

 Amorim I

Em São Paulo, o senador Eduardo Amorim (PSDB) fez uma visita ao Hospital do Rim, referência na prevenção e tratamento de pacientes das doenças renais e cardiovasculares. Na oportunidade, o parlamentar visitou as instalações e conheceu como funciona os atendimentos aos pacientes renais. Eduardo foi recepcionado pelos médicos Dr. José Osmar Medina, diretor superintendente da instituição, e Dr. Arthur.

Amorim II

“Agradeço o carinho de sempre e parabenizo o trabalho de todos do Hospital do Rim. Com certeza é um trabalho humano, belíssimo, que salva vidas e dá uma nova esperança a milhares de brasileiros, não só paulistanos, mas gente de todos os cantos. Inclusive, encontrei aqui um conterrâneo, itabaianense, que fez um transplante de rim e está sendo muito bem cuidado”, ressaltou Eduardo Amorim.

Machado é federal!

Quem confirma que é pré-candidato a deputado federal é José Carlos Machado (PSDB). Tem feito uma série de avaliações e análises sobre o cenário político. Justiça seja feita, quando esteve deputado foi uma espécie de “consenso” entre a situação e a oposição, para buscar a liberação de recursos federais para Sergipe. É um bom quadro…

TCE I

A Resolução do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que disciplina os gastos com festividades nos municípios deverá ser observada pelos prefeitos sergipanos que irão promover eventos no período do Carnaval. O dispositivo veda a realização desse tipo de despesa caso os servidores estejam com seus salários atrasados.

 TCE II

O alerta foi dado pelo conselheiro Ulices Andrade, presidente do TCE. Na ocasião, ele solicitou aos demais membros do colegiado que efetuem um levantamento junto aos municípios que integram suas respectivas áreas de atuação para averiguar quais estão aptos a promoverem festas.

 Ulices Andrade

“Vamos reunir todas essas informações e verificar se os municípios estão cumprindo o que diz a Resolução do TCE”, disse o conselheiro-presidente, acrescentando que o controle quanto ao cumprimento da norma será irrestrito: “No ano de 2017 havia prefeito novo, que estava assumindo e poderia alegar desconhecimento, mas agora não há mais esse tipo de situação”, concluiu.

Clóvis Barbosa

Responsável pela 6ª Área de Controle e Inspeção, da qual fazem parte municípios como Itabaiana, Lagarto, Simão Dias e Tobias Barreto, o conselheiro Clóvis Barbosa também deu destaque ao tema e informou que já enviou aos jurisdicionados ofício acerca das exigências contidas na Resolução.

MP de Contas

Já o procurador-geral do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, atentou para a necessidade de se verificar também a origem dos recursos envolvidos. “Tem que ser feita essa distinção porque muitas vezes a festa é custeada com recursos particulares ou da União, especificamente para isso; mas onde houver utilização de recursos para festividade sem que se observe a Resolução, o Tribunal deve atuar e aplicar as medidas que forem necessárias”, colocou.

Vedações

A Resolução nº 295, de 2016, dá nova redação à Resolução nº 280/2013, que já proibia a realização de eventos festivos quando da decretação do estado de calamidade pública. A maior novidade foi justamente a inserção da vedação nos casos de inadimplência com os servidores públicos. Ainda conforme o dispositivo, também é considerado inadimplente o ente que “deixar de repassar à previdência social, no prazo e na forma legal, as contribuições devidas em razão de seus servidores”.

OAB I

A nova composição da Turma Recursal de Sergipe, órgão responsável por julgar os recursos oriundos dos processos originados nos juizados especiais cíveis, mudou radicalmente a jurisprudência, reduzindo pela metade os valores indenizatórios relativos aos danos morais sofridos pelos consumidores, e ainda passou a qualificar as ilicitudes praticadas pelas empresas contra os consumidores como, “mero aborrecimento”, deixando de condenar os infratores pelos danos acusados aos cidadãos.

OAB II

Para a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, essa nova postura da Turma Recursal em Sergipe tem causado prejuízos à sociedade e inibido e desestimulado o acesso à justiça. “A mudança abruta e radical nos valores indenizatórios arbitrados, ocasionada pelo entendimento da nova turma recursal, desestimula os cidadãos a buscarem o judiciário e incentiva as empresas a desrespeitarem o Código de Defesa do Consumidor”, enfatiza o presidente da OAB/SE, Henri Clay Andrade.

Ato público

“Somado a isso, temos um problema ainda mais grave: magistrados julgando casos condenáveis por dano moral como mero aborrecimento. Uma postura que está fechando as portas dos juizados especiais cíveis”, completa Henri Clay. Com a finalidade de expor a gravidade desta nova realidade imposta aos sergipanos, a OAB/SE realizará no dia 6, ato público em defesa do amplo e irrestrito acesso à justiça. O evento acontecerá às 15h, na sede da OAB.

REDE e PV I

A Rede Sustentabilidade e o PV realizaram o Fórum de Cultura, onde foram debatidos com os expositores os anseios e necessidades dos sergipanos para com as suas raízes culturais. Tal discussão fundamenta o conteúdo programático que tem como base a participação popular.

REDE e PV II

“É fundamental que esse seja um tema central do desenvolvimento social, de um governo com arranjo produtivo e sustentável para com sua população e suas demandas tão preciosas, como a valorização dos artistas, espaços culturais e políticas públicas para com os caminhos da Cultura, como o cinema, as artes cênicas, as artes plásticas, a gastronomia e até os movimentos típicos das diferentes regiões de nosso Estado”, pontua a nota do Fórum.

Laranjeiras I

Sensível ao sofrimento do povo que amarga por meses a espera de uma pequena intervenção cirúrgica, o prefeito de Laranjeiras, Paulo Hagenbeck (DEM), o “Paulão das Varzinhas”, contratou, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, o médico cirurgião Dr. José Aparecido Batista, que ficará a disposição da comunidade a partir da próxima segunda-feira (5), na UBS Muniz Barreto, no centro da cidade.

Laranjeiras II

O prefeito justificou a contratação com os inúmeros apelos que vinha recebendo da população. “A gente precisava dar uma vazão aos casos que requerem pequenas intervenções cirúrgicas. Ouvi relatos de pessoas que esperar meses para conseguirem realizar um simples procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Tenho certeza que a presença deste cirurgião nos nossos quadros vai desafogar e muito essa demanda do povo pobre de Laranjeiras”.

 Paulão das Varzinhas

“Desde que tomamos esta decisão que, por onde passo, recebo agradecimentos do povo de Laranjeiras. Nossa meta é reduzir a fila de cirurgias simples que precisam ser demandadas”, justificou o prefeito.

Cristina Hagenbeck

A secretária de Saúde, Cristina Hagenbeck, reconheceu a sensibilidade do prefeito que teve a percepção de que quem mais precisa do poder público são as comunidades mais pobres. “Quem tem seu plano de Saúde não espera muito tempo por determinados procedimentos. Quando o prefeito se dispõe a contratar um cirurgião para atender ao povo pobre ele demonstra respeito com a população, sem permitir que seja feita qualquer distinção, atendendo a uma demanda reprimida e beneficiando a todos, de uma forma geral”.

 Sejuc I

O secretário de Justiça e de Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, recebeu em seu gabinete, a nova diretoria da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol), que foi convidá-lo para a solenidade de posse do novo Conselho Diretor, no dia 5 de fevereiro, às 9 horas, no auditório da Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe.

Sejuc II

“Foi com muita honra que recebi meus colegas delegados, que orgulham a Polícia Civil sergipana. Desejo muito sucesso a nova diretoria da Adepol e estarei sempre à disposição de todos para colaborar com o engrandecimento, não só da categoria, mas a segurança pública de Sergipe”, disse Cristiano Barreto. Ele delegado de carreira da Polícia Civil e desde janeiro do ano passado assumiu a Sejuc, atendendo a uma convocação do governador Jackson Barreto.

Emília Corrêa I

A vereadora Emília Corrêa (PEN) diz que placas de ruas danificadas prejudicam a orientação dos munícipe. A parlamentar afirmou ainda que as placas em Aracaju estão inelegíveis, dificultando a localização de alguns endereços, o que compromete uma série de aspectos no que refere a mobilidade urbana.

Emília Corrêa II

“Basta caminhar um pouco pela cidade que observamos as placas das ruas e avenidas totalmente danificadas, impossibilitando a leitura dos endereços, prejudicando assim o trânsito de veículos e pedestres”, frisou. Para Emília, não existe boa vontade em resolver a situação com a manutenção das placas, que deveriam ser trocadas cotidianamente, por conta do desgaste provocado naturalmente pelo tempo.

Fábio Meireles I

Os recentes casos de assaltos e arrombamentos registrados em estabelecimentos da zona Norte de Aracaju reforçam, na ótica do vereador Fábio Meireles (PPS), uma necessidade que já vem sendo apontada pelos moradores da região há alguns meses, “a de reforço no policiamento ostensivo, para inibir a ação de meliantes que têm investido, principalmente, nos crimes contra o patrimônio”.

Fábio Meireles II

Na última terça-feira (30), a Unidade Básica de Saúde do bairro Santos Dumont foi alvo da ação de criminosos durante a madrugada. “Eles levaram um micro-ondas e um botijão de gás, deixando o prejuízo para o Município e mais ainda para a população”, relatou Fábio, ressaltando que as investidas delituosas são frequentes. “Nessa quinta, um salão de beleza do Santo Antônio foi invadido no meio da manhã por um jovem armado que chegou a trocar tiros com a polícia”, disse.

 Carro Quebrado

Será realizada nesta sexta-feira (2) e sábado (3), mais uma edição do tradicional Carnaval do Carro Quebrado, no bairro São José, em Aracaju, sob a organização de Junior Pinheiro, e que terá várias atrações, com as apresentações de várias orquestras e muito frevo.

 Galo do Augusto Franco

Também neste sábado (3) tem o desfile do Bloco Galo do Augusto Franco, uma alternativa familiar, com segurança e com muita animação entre os foliões. A organização fica por conta de Max Prejuízo e este ano terá como atrações Cyssy Freitas e Banda, Art Mania e Patusco do Recife, além do desfile do Galo e dos bonecos gigantes.

Mamãe quero beber I

O bloco ‘Mamãe Quero Beber’ cresceu e neste ano se transformou no ‘Encontro Cultural de Ritmos do Bugio’, que será realizado neste domingo (4) com concentração a partir das 9h na Praça Minervino Silva, no Conjunto Bugio em Aracaju. A festa vai reunir diversas atrações do axé, pagode, frevo e MPB e vai fazer ainda um alerta a prevenção ao vírus HIV. O abadá é gratuito e a organização solicita apenas a doação de dois quilos de alimentos para serem doados a Casa de Apoio Bom Samaritano.

Mamãe quero beber II

“Estamos felizes por ampliar o bloco durante todo o dia promovendo um festival que valoriza os artistas da região. Dentro da programação vamos ter apresentação da banda Aruana, arrastão com uma banda de pagode e orquestra de frevo. Vai ser muito divertido e ninguém pode perder”, convida a organizadora Edna Pinheiro. Além de manter a tradição da folia momesca, a organização prepara uma campanha de prevenção ao vírus HIV e vai arrecadar alimentos para a Casa de Apoio Bom Samaritano que acolhe soropositivos.

Edna Pinheiro

“A Casa faz um trabalho muito bonito e é pouco conhecida. Aproveitamos o momento para fazer um alerta a população contra a contaminação do HIV e incentivando as pessoas a usarem preservativos com o apoio de Almir Santana. Vamos mostrar o trabalho realizado pela instituição que ajuda a dezenas de pessoas mas ainda é pouco conhecida pela população. Precisamos valorizar e colaborar de alguma forma para que o trabalho continue”, explica.

Encontro Cultural

O bloco vai desfilar dentro do Encontro Cultural de Ritmos do Bugio pelo 11º ano consecutivo. “O bloco Mamãe Quero Beber começou em 2007 durante uma brincadeira entre amigos ruas do bairro. Foi fundado por Zezinho do Bugio que iniciou o projeto com o objetivo de resgatar a cultura das tradicionais manchinhas de carnaval e levar alegria para público de todas as idades. Este ano está ainda mais especial e ninguém pode perder”, promete Edna Pinheiro.

As “bagaçadas”

No dia 03 de fevereiro o bloco “As bagaçadas” terá início com concentração às 13 horas na esquina da Rua José Augusto Costa, no Conjunto Augusto Franco, no depósito Côco Fresh, ao som do melhor paredão do estado de Sergipe: “Tsunami Rosa e dj Regivan, o gordinho mais estourado do Fest verão. O percurso nas ruas será ás 16h30, saindo do final de linha do Augusto Franco e percorrendo a Avenida Canal 5.

Teatro I

No dia 17 de fevereiro, às 19h, no Teatro Tobias Barreto (TTB), será apresentado o espetáculo de dança da Cia Theniza Melo, que neste ano comemora 10 anos de trabalho, intitulado “Chicago”. O enredo deste musical que é um marco indiscutível no meio da Broadway desenrola-se na cidade de Chicago nos anos 20, a era das proibições, e conta a história de duas homicidas rivais presas em Cook County Jail.

Teatro II

Apesar de utilizar cenários e trajes simples, é um espetáculo que vai surpreender o público a cada música e coreografias interpretadas que valem à pena assistir. O primeiro lote até o dia 9 de fevereiro custa R$ 20. O segundo lote será R$ 25 e o terceiro lote R$ 50. No dia do espetáculo será R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com