02/02/18 - 09:25:40

JACKSON PARTICIPA DA ASSINATURA DO PMU DE ARACAJU

O Plano de Mobilidade compreende um projeto de revitalização, ampliação e dinamização do tráfego em quatro grandes corredores da transporte; a reforma dos terminais de ônibus, a contrução de um novo terminal e a criação de uma central semafórica inteligente. Serão, ainda, instalados novos 150 abrigos para embarque de passageiros.

O governador Jackson Barreto participou na noite desta quinta-feira, 1º, da solenidade de assinatura do Plano de Mobilidade de Aracaju a convite do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, do prefeito Edvaldo Nogueira e do deputado Federal André Moura. Com a assinatura, Aracaju recebe R$ 140 milhões em recursos destinados a obras de infraestrutura urbana e mobilidade.

O Plano de Mobilidade compreende um projeto de revitalização, ampliação e dinamização do tráfego em quatro grandes corredores da transporte; a reforma dos terminais de ônibus, a contrução de um novo terminal e a criação de uma central semafórica inteligente. Serão, ainda, instalados novos 150 abrigos para embarque de passageiros.

Os quatro corredores se estendem pelas avenidas Beira Mar, Augusto Franco e Hermes Fontes e pelo acesso ao Conjunto Jardins. Toda essa área deve ser recapeada, recebendo sinalização tanto horizontal quanto vertical, com demarcação de faixa exclusiva para o transporte público.

Na oportunidade, foram ainda assinados contratos de repasse de recursos do governo Federal para os municípios de Lagarto, no valor de R$ 6,3 milhões; e de Itabaiana, no valor de R$ 7,5 milhões. Os R$ 140 milhões investidos em Aracaju compreendem também a contrapartida da prefeitura, no valor de R$ 27 milhões.

Para Jackson, a assinatura do Plano de Mobilidade é motivo de grande satisfação. “Temos que agradecer e reconhecer as pessoas que ajudam nossa cidade e nosso Estado. Fui prefeito de Aracaju por dois mandatos, e sou apaixonado por essa cidade que nos deu régua e compasso. Muito obrigado ao ministro Baldy e ao deputado André Moura. Fiquei extremamente feliz de ver os projetos que estão sendo feitos aqui para a Capital pelo prefeito. Mais de 90 por cento dos recursos que estão sendo investidos hoje em Aracaju são na periferia. Quero que Edvaldo faça muito mais, porque ele fazendo mais, fará pelo nosso povo e honrará seus compromissos”, disse.

O prefeito Edvaldo Nogueira detalhou o projeto do Plano de Mobilidade. “Esse projeto será de quatro grandes corredores. Iremos recapear o corredor da Avenida Beira Mar do Mercado até a Praia de Atalaia com recapeamento de seis centímetros. Haverá sinalização vertical e horizontal em toda a via. Faremos também o corredor da Hermes Fontes, que vai sair da Airton Teles até próximo ao Aeroporto. Vamos recuperar os terminais de integração de Aracaju e construir um novo terminal no Mercado, trazendo todas as linhas de transporte e buscando revitalizar o Centro. Serão 38 km de recapeamento asfáltico. Vamos também trocar 80% de todos os semáforos de Aracaju, colocando semáforos inteligentes que vão abrir ou fechar na medida em que os carros forem passando. Teremos controle de câmeras de toda a cidade, com uma central que irá monitorar os principais cruzamentos de Aracaju. Somente nessas tecnologias seriam empregados R$ 25 milhões. A fábrica que ganhou essa licitação, inclusive, é a mesma que faz os semáforos de Nova York”, explicou.

O ministro Alexandre Baldy falou sobre a importância dos investimentos em mobilidade urbana para o dia a dia da população periférica. “Visitando os bairros periféricos é que percebemos os lugares em que a atenção dos gestores públicos faz a diferença na vida das pessoas carentes, que precisam da intervenção do Estado. É uma união de esforços da prefeitura e o governo Federal para poder atender as pessoas que viverão dos benefícios dessas obras. É preciso ajustar contas para ter recursos para investir em municípios como Aracaju. Agora, onde sequer passava um ônibus, será possível trafegar como cidadão”, afirmou.

O deputado Federal André Moura ressaltou a importância do aporte recebido pelo Estado do governo Federal em 2017. “Sergipe, proporcionalmente, foi o Estado que mais recebeu recursos do governo Federal no ano passado. Ultrapassamos a marca de mais de R$ 1 bilhão. Neste início de 2018, no mês de janeiro, são mais de R$ 220 milhões que já trouxemos para o Estado de Sergipe e tenho certeza que vamos trazer muito mais. Hoje, os recursos chegam a Sergipe porque nos unimos pelo povo do Estado. Quero fortalecer e agradecer por essa parceria que tem trazido bons resultados”, falou.

Finisa

O governador e o deputado André Moura aproveitaram a ocasião para comentar o andamento do Financiamento à Estrutura e ao Saneamento (Finisa), que vem sendo pleiteado pelo governo de Sergipe ao governo Federal para a reconstrução de rodovias estaduais e execução de obras de infraestrutura.

“Entendo que o empréstimo do Finisa não vai beneficiar o governador ou a mim, mas as pessoas, o povo sergipano. Ainda ontem estive com o presidente Michel Temer tratando desta questão, na presença do ministro Alexandre Baldy”, pontuou André Moura.

“O ministro Baldy tem questionado o Ministério da Fazenda quanto aos recursos do contrato do Finisa, que é fundamental para o nosso Estado e para a recuperação das nossas rodovias. São R$ 560 milhões que deveriam ter sido liberados em dezembro e que deixaram para fevereiro. Estão querendo mudar as regras, mas quero reconhecer o trabalho do ministro e do deputado André Moura  para que sejam cumpridos os contratos na forma que for estabelecida pela legislação”, resumiu Jackson.

Foto André Moreira