06/02/18 - 13:19:48

SENADORA DEFENDE QUE SEGURANÇA SEJA PRIORIDADE

Na retomada do ano legislativo no Congresso Nacional, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) destacou que a pauta da segurança pública será prioridade nas discussões e na tomada de decisões na Câmara Federal e no Senado da República. “As duas Casas darão mais celeridade às matérias sobre o tema e trabalharão por um sistema unificado que possa combater o crime organizado e diminuir a violência que afeta a maior parte das cidades brasileiras”, afirmou.

Para ela, essa é uma questão que deve fazer parte das agendas de todos os Parlamentos, sobretudo, nos Estados onde o índice de violência tem sido crescente, como é o caso de Sergipe. “Sempre tivemos uma vida pacata e com baixo índice de criminalidade, tanto na capital como no interior. O que os sergipanos querem é poder andar de novo pelas ruas com tranquilidade”, destacou a senadora, observando que, apesar da adoção de medidas que já começam a surtir alguns efeitos, percebe-se que o crime tem atuado de forma sistêmica, atingindo todo o país.

Maria ressaltou que Sergipe tem registrado uma escalada da violência de forma assustadora, posicionando-se na liderança do ranking nacional por dois anos seguidos. Essa realidade, observou, tem gerado intranquilidade aos sergipanos da capital e do interior com a mesma intensidade. “Hoje já não há um lugar mais seguro e não podemos nos acostumar a isso. Não podemos deixar que a criminalidade seja a tônica do nosso Estado ou da Nação. “Temos acompanhando com profunda tristeza o que tem ocorrido no Ceará, onde famílias inteiras vêm sendo destruídas pela ação do crime que tem executado, especialmente, os jovens”, afirmou.

No seu entender, “é fundamental que votemos no Senado o novo Código Penal e que a Câmara priorize a discussão do Código de Processo Penal e da Lei de Execuções Penais, que já foram apreciados por nós. Essas matérias formam o arcabouço jurídico que vai fazer frente ao crime e dar sustentação às medidas de segurança pública que precisam ser implantadas”. De acordo com Maria, as ações nacionais conjuntas contribuirão para uma mudança de quadro, gerando mais confiança e sensação de segurança à população.

Da assessoria