08/02/18 - 06:54:55

Governo velhaco

Ao deixar de pagar pelos serviços contratados, o governo de Sergipe está quebrando empresas, provocando desemprego em massa e desaquecendo a já enfraquecida economia. Para se ter uma ideia de quanto é grave a situação, empresários dos setores de vigilância prometem suspender os serviços nos próximos dias porque o governo não lhes paga o que deve. Pelo mesmo motivo, várias obras foram paralisadas, aumentando o desemprego em toda cadeia da construção civil. Chega a ser assustador o rastro de problemas deixado pela velhacaria do Executivo sergipano, que continua pedindo socorro ao desalmado chefe deste governo temerário do Brasil. Decididamente, os sergipanos estão no mato sem cachorro!

Calcinha punida

A banda de forró eletrônico Calcinha Preta foi condenada a pagar R$ 35 mil ao músico Renato Terra, autor da canção de sucesso Meu Grande Amor. A banda sergipana produziu sem autorização do autor 300 mil CDs, omitiu o nome do músico nos exemplares e não pagou os direitos sobre as vendas. Renato Terra também foi indenizado por perdas e danos pelos que deixou de ganhar com a música, que alavancou a comercialização do álbum Volume 6 – Sou Seu Amor. Marminino!

Ovo como arma

O baixo preço dos ovos está estimulando manifestantes a usá-los contra os políticos. O Código Penal prevê punição para quem pratica “ovação”, porem a pena é tão branda (detenção de três meses a um ano e multa) que é bom os políticos se protegerem, principalmente dos ovos podres. Misericórdia!

Olho por olho

Nunca se matou tanto em Sergipe quanto agora. Os marginais estão assassinando as pessoas por qualquer motivo e em qualquer lugar. Por outro lado, traficantes matam-se entre si na disputa por pontos de tráfico. São tantos crimes que alguns corpos têm ficado horas a espera dos carros do IML para removê-los. Na ausência do Estado, as pessoas estão fazendo “justiça” na base do olho por olho, dente por dente. Crendeuspai!

Grana à vista

E o governo de Sergipe vai concluir o pagamento da folha de pessoal relativa a janeiro no próximo sábado. Nesta data também receberão os aposentados e pensionistas que ganham até R$ 4,5 mil. O restante do benefício só entra na conta dos velhinhos no dia 22 deste mês, quando também serão pagos os salários dos comissionados. Que sufoco!

Volta pra casa

Após mais de dois anos sediada em Glória, o Companhia da Caatinga retornou ao antigo endereço: Povoado Vaca Serrada, em Porto da Folha. Coube ao vice-governador Belivaldo Chagas (MDB) inaugurar as novas instalações do grupamento militar, encarregado pela segurança de Porto da Folha, Monte Alegre e Poço Redondo.

Fica onde está

O procurador-geral do Tribunal de Contas de Sergipe, João Augusto Bandeira de Mello, seguirá à frente do Ministério Público de Contas até 2019. Na eleição para compor a lista tríplice, ele foi aclamado como o único nome a ser submetido ao governador Jackson Barreto (MDB).

Afinando o verbo

E o pré-candidato a Senador, Rogério Carvalho (PT), está afinando o verbo de olho na campanha eleitoral que se avizinha. Segundo ele, “este é um ano de renovação. Não vamos deixar de representar Sergipe e lutaremos até o fim para devolver o Brasil aos brasileiros”. Então, tá!

Boca de siri

Licenciado para tratamento de saúde, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) deve reassumir o mandato no próximo dia 19. Nos quatro meses em que ficou afastado do Congresso, Vavá foi substituído pelo suplente Elber Batalha de Góes (PSB). Enquanto permanece no estaleiro, Valadares evita falar de política, principalmente sobre a sucessão estadual.

Política na fuzarca

Travestidos de foliões, os políticos vão aproveitar o Carnaval para as conversas de bastidores, enquanto medem a popularidade junto aos brincantes. A folia momesca funciona como um bom termômetro para as eleições deste ano. Antenada, a imprensa acompanha tudo, na tentativa de anotar as conversas mais apimentadas dos bastidores. É por aí que a banda toca!

Recorte de jornal

7

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 13 de dezembro de 1895.

Resumo dos Jornais