17/02/18 - 09:10:50

DEFESA CIVIL ORIENTA A POPULAÇÃO PARA O PERÍODO CHUVOSO

O período mais chuvoso do ano está chegando e com ele algumas preocupações. Entre os meses de março e agosto, a capital passa por momentos de picos de chuva intensa e algumas medidas pontuais são necessárias, justamente para prevenir que situações alarmantes venham a prejudicar a população. Neste cerne, um dos focos da Prefeitura de Aracaju é alertar e conscientizar os moradores de áreas de risco para atitudes simples, mas que podem auxiliar significativamente em situações de transtorno causadas pela intensidade pluviométrica.

Para amenizar as ocorrências nesse período, a Defesa Civil, órgão ligado à Secretaria Municipal da Defesa Social (Semdec), destacou algumas medidas que devem ser tomadas pela população e que, a depender do caso, pode até salvar vidas diante de transtornos. Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, major Sílvio Prado, Aracaju tem áreas de risco em diferentes locais e os riscos também são distintos. “Temos, por exemplo, locais em que há maior incidência de deslizamento de terra, outros em que ocorre mais inundação e alguns em que a probabilidade maior é que aconteçam alagamentos. Para cada uma dessas situações, há medidas específicas que os moradores de cada região podem adotar, inclusive, como forma de prevenção”, afirmou.

Por conta da falta de manutenção na rede de drenagem em anos anteriores, uma das situações mais vistas em Aracaju eram as inundações, que é o transbordamento de rios e canais. Atualmente, com o intuito de prevenir os efeitos nocivos das chuvas, a Prefeitura, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), tem intensificado a limpeza dos 32 canais da cidade e, por meio da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), trabalha mais ativamente na manutenção das tubulações de rede de drenagem, como bueiros e bocas de lobo.

Ainda assim, o major Sílvio ressaltou algumas ações que podem ser realizadas pela população que vive próxima a rios ou canais para que, em caso de inundação, saiba como agir. “As pessoas devem ficar atentas aos níveis dos rios e canais. Como estamos nos aproximando do mês de março, quando há marés mais altas, caso sejam associadas a chuvas intensas, podem causar transbordamentos mais fortes e transtornos maiores, mesmo com a manutenção do sistema de drenagem. Por isso, nessa situação, ao verificar o aumento dos níveis de rios e canais, a população deve acionar a Defesa Civil para que possamos ir ao local e avaliar o risco. Além disso, as pessoas também devem ficar atentas aos alertas emitidos pela Prefeitura, inclusive até nas redes sociais oficiais da administração municipal para que saibam tomar as precauções devidas”, reforçou.

Outra situação vivenciada anteriormente em Aracaju foi o deslizamento de terra. Neste caso, os moradores que vivem próximos a encostas ou morros devem ficar atentos. “Para quem mora nessas áreas tem que observar, em caso de chuva forte, se há alguma rachadura no solo da sua residência ou ao redor, observar se não há alguma inclinação de árvore próxima à sua casa, assim como postes também, isso também denota uma movimentação de terra. Além disso, há outro detalhe que, pode parecer bobo, mas é importante. Quem mora perto de encostas e morro não deve plantar bananeiras, por exemplo, porque elas também facilitam o deslizamento de terra”, explicou o major Sílvio.

Em período de chuva intensa, independente da situação, a população deve ficar atenta aos mínimos sinais e, para toda circunstância, a Defesa Civil disponibiliza o número de emergência 199 para contato imediato. “O nosso cuidado sempre é com a prevenção e é isso que procuramos também passar para a população. Nosso intuito é que as pessoas prestem atenção aos redor e, em caso de alerta, deve ligar para o número de emergência antes que o risco de concretize em tragédia, assim, nossa equipe vai ao local indicado para avaliar e tomar as medidas cabíveis de proteção e contenção do risco”, destacou o coordenador da Defesa Civil.

Gerenciamento de crise

Para intensificar as ações voltadas para prevenir os transtornos em época de chuva intensa, a Prefeitura de Aracaju criou o Comitê de Gerenciamento de Crise , uma idealização do prefeito Edvaldo Nogueira que foi contemplada em seu Plano de Governo. Composto por diversas secretarias, o comitê foi criado no início do ano passado. Em 2018, com a criação do Comitê de Defesa Civil, as ações ficaram ainda mais estruturadas.

“O Comitê de gestão de crises está justamente focado nessas situações emergenciais que a gente prevê pelo histórico. A Secretaria da Defesa Social tem a missão de coordenar esse grupo, junto com outros membros, orientado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, de modo em que todos os equipamentos, todas as secretarias possam trabalhar conjuntamente, de maneira organizada. Uma das medidas é a criação do Plano de Contingência que já foi apresentado e já está em prática, de certa forma, como, por exemplo, com a intensificação da manutenção do sistema de drenagem”, ressaltou o secretário da Defesa Social, Luis Fernando Almeida.

Foto: Felipe Goettenauer