21/02/18 - 07:37:09

E o salário, ó!

Enquanto mantém políticos sem mandatos e apadrinhados em gordos cargos comissionados, o governo de Sergipe atrasa os salários e as aposentadorias por quase um mês. Em outras palavras: quem realmente toca a máquina estatal continuar ganhando miséria, apertando o cinto, passando fome. Ontem, policiais militares reformados se confessaram adeptos da dieta do ovo, um dos poucos alimentos que ainda conseguem comprar. A justificativa para a criminosa velhacaria do Executivo é de que as despesas com pessoal estão acima do limite prudencial.  Na verdade, não há dinheiro para pagar em dia os coitados dos servidores e aposentados porque o governo sempre desperdiçou para agradar quem nada faz, como ex-prefeitos e apaniguados. Estes bem pagos “come e dorme” embolsam uma grana preta apenas para integrar a claque de puxa saco encarregada de aplaudir o chefe de plantão. Um absurdo!

Pires nas mãos

Uma dezena de prefeitos sergipanos foi à Brasília pedir socorro aos congressistas. Eles querem a liberação de recursos federais para tocar obras em seus municípios. O senador Eduardo Amorim (PMDB) se comprometeu em lavar os pleitos dos gestores aos ministérios: “Nossa prioridade é a melhoria da vida dos sergipanos”, discursou o tucano.

Desgoverno

E o deputado estadual Gilmar Carvalho (sem partido) está tiririca com o governador Jackson Barreto (MDB). Tudo porque, segundo ele, o Executivo não tem sido transparente na apuração do escândalo dos combustíveis ocorrido na Polícia Militar. Em discurso na Assembleia, Gilmar abriu o bocão: “O governador não governa”. Misericórdia!

Habeas filho

Tá decidido: criminosas com filhos de até 12 anos ou deficientes não ficam mais atrás das grades. Por decisão do Supremo Tribunal Federal, o encarceramento será substituído por prisão domiciliar para que a infratora possa cuidar do herdeiro. O que vai ter de criminosa querendo engravidar para escapar da penitenciária não está no gibi. Crendeuspai!

Indireta comunista

E o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) garante que na administração de Aracaju não há mais espaço para a politicagem, a mesquinharia e os palanques fora de época. Segundo ele, o desprezo da população para com os políticos decorre, sobretudo, do comportamento pequeno daqueles “que não pensam no conjunto da população e preferem olhar para os seus próprios interesses”. Homem, vôte!

Mais grana

A Assembleia deve aprovar hoje o reajuste dos servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe. Pelo projeto, os efetivos terão os salários acrescidos em 4%, enquanto os comissionados receberão 2,07% a mais. Servidor do judiciário, o deputado estadual Georgeo Passos (PTC) criticou o TJ “por ter decidido o reajuste durante sessão dos desembargadores com portas fechadas”. Aff Maria!

Há vagas

O governo de Sergipe é interessante: mesmo alegando falta de dinheiro para pagar a folha de pessoal em dia, continua contratando comissionados. A última aquisição governamental foi Mércia Luci Farias Barreto Viana. Esposa do deputado estadual Robson Viana (PEN), a jovem senhora ganhará mensalmente 6,5 mil pelos serviços prestados ao governo. Marminino!

Sinal digital

A partir do dia 30 de maio deste ano, a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital. Foi o que informou em Aracaju Patrícia Abreu, diretora de comunicação da Seja Digital. Caberá a esta entidade sem fins lucrativos operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital da televisão em 17 municípios sergipanos. Famílias de menor renda receberão gratuitamente mais de 170 mil kits com antena digital, conversor e controle remoto. Legal!

Agora vai

Após disputar, sem sucesso, vários cargos eletivos, a sindicalista Vera Lúcia (PSTU) resolveu dar um salto mais alto. Ela é pré-candidata a presidente da República, devendo ter como parceiro de chapa o maranhense Hertz Dias. De 1996 pra cá, Vera já e se candidatou a vereadora, vice e prefeita de Aracaju, vice e governadora de Sergipe, além de deputada federal. Confirmada a candidatura à presidência, só fica restando a Vera Lúcia disputar cadeiras no Senado e na Assembleia Legislativa. Com persistência, ela completará o cíclo!

Respeito é bom

O espaço público é o ambiente mais citado por mulheres jovens como local em que não há segurança e onde elas se sentem mais desrespeitadas. Pesquisa da organização Énóis Inteligência Jovem indica que o 72% dos assédios físicos ocorreram com desconhecidos em transporte público, baladas ou parques. Cerca de 94% das entrevistadas relataram que já foram assediadas verbalmente nas ruas e 77% disseram que o assédio foi físico, desde estupro até o toque ou beijo forçado na balada. Cruz credo!

 Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 28 de dezembro de 1940.

 

Resumo dos Jornais