24/02/18 - 00:01:34

VALADARES FILHO TOPA O GOVERNO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Enfim, o fim. Definitivamente deu água em uma provável aliança entre PSC, PSDB e PSB. O acontecimento dos últimos dois dias levaram a essa decisão. Tanto pela reação do bloco oposicionista, quanto do próprio PSB. Ontem pela manha, depois de conversas, o próprio Amorim decidiu que não procuraria mais Valadares Filho (PSB) para ser o vice.

Pelo que falou em encontro com o PPS, sob frondosa mangueira, Amorim praticamente assinou a sentença: “Os primeiros serão os primeiros”. Desfazendo a versão de que “os últimos serão os primeiros”. Indiretamente referia-se ao PSB, que estava chegando agora ao bloco e já queria ditar condições. Pelo menos foi assim que os aliados do senador entenderam esse ‘palavrório’ todo.

Dentro do PSB, entretanto, há certa euforia. Está em formação uma nova composição. Conversas giram com novas siglas e, para animar esse clima de uma nova via, a sugestão do vice-governador de São Paulo, Marcio França, para que o deputado federal Valadares Filho seja candidato ao Governo, adubou a sensação de que o PSB pode até fazer a diferença nas eleições de outubro.

Valadares Filho topa essa candidatura ao Governo, com o pai, senador Valadares, à reeleição. Tanto que no Congresso do partido, que acontece de quinta-feira a sábado da próxima semana, o martelo pode ser batido. O incentivo de França foi a pitada que faltava no tempero socialista para a formação de uma terceira via. A partir de agora está a gosto, com o apoio do presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira.

Os Valadares estão animados e dispostos a toparem esse novo desafio de liderar um novo grupo político no Estado, inclusive com candidatos ao Governo e Senado.

PSB MONTA COLIGAÇÃO

Rejeitado pela maioria de membros do grupo da oposição, o PSB pensa firme em montar uma terceira via, até com Valadares sendo candidato a governador.

Têm conversas no ar e já estão adiantadas.

NÃO SERÁ SURPRESA

Ninguém tome como surpresa uma composição com o PSB e o DEM para formação de uma terceira via em Sergipe. Ainda não houve qualquer contato.

Mas já há uma preparação para isso.

HÁ CERTA MOVIMENTAÇÃO

O pré-candidato a governador pelo DEM, Mendonça Prado, tem conseguido penetrar em grupos do interior e faz uma pré-campanha movimentada.

Não criará obstáculos com candidaturas ao Senado de Valadares e de João Fontes.

PARA SER VICE-GOVERNADOR

Já se deu por encerrada a tentativa do senador Eduardo Amorim (PSDB) de ter o deputado federal Valadares Filho (PSB), como candidato a vice.

Partidos da oposição reagem a isso de forma dura.

BELIVALDO OUVE LIDERANÇAS

O pré-candidato ao Governo, Belivaldo Chagas (MDB), vai ouvir, a partir da próxima semana, presidentes dos partidos aliados para tratar sobre as eleições.

Na semana seguinte conversará com prefeitos e demais lideranças do interior.

SAÍDA DE JACKSON BARRETO

Está certo que o governador Jackson Barreto deixará o Governo para disputar o Senado, logo após 17 de março, aniversário de Aracaju.

A partir do dia 17 não terá data marcada para desincompatibilização.

FORMAÇÃO DA CHAPA

A base aliada se preocupa com a formação da chapa em razão dos problemas judiciais que os prováveis candidatos a uma segunda vaga no Senado passam.

Sentem que há necessidade de ficar atento sobre isso.

CASO DE HELENO SILVA

Um exemplo é a possibilidade de Heleno Silva (PRB) se tornar inelegível. A base aliada sabe que há um nome capaz de disputar o Senado ou ser o vice.

É unânime a indicação do ex-deputado Ivan Leite (PRB).

OPOSIÇÃO QUER DEFINIR

Nos próximos dias, bloco de oposição vai decidir, entre os nomes de Eduardo Amorim e André Moura, quem será o candidato a governador e ao Senado.

Daí em diante o grupo terá conversas com outros partidos para composição.

O QUE PODE ACONTECER

Segundo informação de um parlamentar oposicionista, a tendência é Eduardo Amorim disputar o Governo e André topar o Senado, sem problemas.

Uma surpresa: o grupo terá conversas com o PSB.

QUESTÃO DOS SECRETÁRIOS

Apesar de um dos deputados da base aliada considerar que a questão da permanência de auxiliares candidatos ainda pode dar confusão, a maioria já “jogou a toalha”.

E se conforma: “pressão da Assembleia é fogo brando”, disse um deles.

OPOSIÇÃO ESTÁ À PROCURA

Setores da oposição estão tentando atrair o PRB para o bloco e tem conversado com Jony Marcos e Heleno Silva para que aceitem uma composição.

Oferecem uma vaga para o Senado a Heleno.

PRB TEM PENSADO NISSO

Segundo o próprio Heleno, o deputado Jony tem conversado com o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, com esse objetivo que foca o Senado Federal.

– Mas primeiro vamos vencer todas as etapas e conversar política na real, disse.

SOBRE SITUAÇÃO JURÍDICA

Advogados do PRB estão à frente para resolver a situação jurídica de Heleno Silva que, segundo ele, foi aplicada uma pena que não existe e há possibilidade de reversão.

Acrescenta que foi condenado à revelia.

ENCONTRO COM O PPS

Ontem, o PPS promoveu encontro com Eduardo Amorim e André Moura e vai integrar o bloco da oposição. A participação na composição está fechada.

Eduardo chegou a declarar que “os primeiros serão os primeiros, não os últimos”.

EXIGE PARTICIPAÇÃO

O PPS não impôs nada, mas, segundo Clóvis Silveira, o partido está exigindo participação na chapa majoritária até como suplente.

– Não podemos ser apenas figurantes, disse.

EM BUSCA DE FÁBIO

A oposição está tentando atrair o ex-prefeito Fábio Henrique (PDT) para o bloco. O quer candidato a vice-governador e oferece apoio à reeleição de Silvia Fontes.

Fábio deixa claro que apóia Belivaldo Chagas.

ESTÁ COM O GOVERNO

Fábio Henrique é o secretário do Turismo, mostra-se aliado ao Governo e anuncia que pretende disputar eleição a deputado federal ao lado da mulher para estadual.

Fábio diz, entretanto, que não se negará a conversar com ninguém.

PAPO NA NOITE DE SEXTA

Ontem à noite, o pré-candidato ao Senado pelo PT, Rogério Carvalho, esteve na casa de Fábio Henrique e conversaram sobre eleições estaduais à exaustão.

Rogério tem conversado muito sobre sua candidatura.

Notas

Jogada de mestre – O presidente Michel Temer disse que fez uma jogada de mestre” ao decretar intervenção federal na segurança do Rio. Entretanto, com uma semana de vigor, o plano ainda não foi detalhado. O ministro da Segurança Pública será anunciado na próxima segunda-feira, marcou Michel Temer.

0x0

Temer tem fazenda – O ex-diretor da JBS, Ricardo Saud, afirmou à Polícia Federal (PF) que o presidente Michel Temer possui uma fazenda no interior de São Paulo que está em nome do coronel João Baptista Lima, amigo do peemedebista que já foi acusado de receber propina em nome dele.

0x0

Anitta vaiada em Miami – Segundo a coluna Radar (Veja On-line), A cantora Anitta foi vaiada após atrasar em quatro horas o show que faria na boate Liv, em Miami, na noite de quinta-feira passada. Anitta subiu ao palco às 3 horas da madrugada e, após cantar poucas músicas, deixou o local sem se despedir.

0x0

Dodge defende fundo – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), defendendo o pagamento de auxílio-moradia a integrantes do Ministério Público Federal. A manifestação de Dodge também será julgada no dia 22 de março para melhoria do salário no judiciário.

0x0

Julgamento será rápido – Carlos Eduardo Thompson Flores, presidente do TRF-4, disse ontem que os embargos de declaração apresentados nesta semana pela defesa de Lula — no processo em que o petista foi condenado pela Oitava Turma do tribunal no caso do triplex do Guarujá — serão julgados rapidamente.

0x0

Juizes e auxílio-moradia – Juízes federais planejam promover uma paralisação em protesto contra a votação do fim do auxílio-moradia no STF. Estimativa da ONG Contas Abertas indica que, entre 2014 e 2017, a União gastou R$ 4,5 bilhões com o auxílio-moradia do Judiciário. É briga pra mais de metro.

Conversando

Redes sociais – As rede sociais encheram-se, ontem, de cumprimentos ao deputado André Moura, pela passagem do seu aniversário.

Mais reclamação – Não existe nada de preocupante para os candidatos majoritários da base aliada, mas alguns deputados começaram a reclamar em excesso.

Está claro – Edvaldo Nogueira está na base liderada por Jackson Barreto e Belivaldo Chagas, mas não deixará de contemplar André Moura politicamente.

Deve-se muito – Todo o pessoal vinculado ao prefeito Edvaldo Nogueira admite que tudo que foi feito pela Prefeitura deve-se muito à ação de André Moura.

Data de julgamento – Está marcado para o dia 8 de março o julgamento dos deputados de Sergipe envolvidos no processo das subvenções.

Interior ferve – A política no interior ferve e a grande maioria dos prefeitos ainda está à espera de definições partidárias para escolher candidatos a governador.

Por chapinhas – O Partido dos Trabalhadores vai lançar chapinha para deputado estadual e, também, para a Câmara Federal.

República de Weimar – Samarone diz que o esgotamento político, a crise econômica, a expansão da violência e o ódio de classes, nos aproximam da República de Weimar.

Vítima e culpado – O povo é vítima e culpado. É quem mais sente os efeitos da insegurança generalizada, mas também é que excede na conivência, até por medo.