28/02/18 - 00:01:56

VERDADES OU MENTIRAS

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

As eleições de outubro de 2018 começam a ferver. Levantam chamas nas redes sociais e os exageros dão à característica de manifestações passionais. Natural. Principalmente em período inicial, onde todos querem mostrar posição firmada e do que são capazes. É o caso dos fakes news, dispostos a falsearem a verdade e criarem factóides, sem se preocuparem com verdades ou mentiras.

É possível que se entenda isso como uma ‘regra torta’ desse jogo difícil de atuar no qual não cabem virgens. Na política cabem tudo e todos, menos os santificados. O pecado é fundamental nessa disputa maluca, onde naturalmente se dispensa os bons costumes. Essa é uma prática que não dá votos. A farsa e a mentira geralmente servem de adubo para eleger segmentos aparentemente honestos e bem intencionados, mas que convivem felizes em todo esse puteiro.

Ainda faltam alguns meses para a formação de chapas e análises reais dos candidatos. Nesse espaço de tempo muita coisa certamente vai acontecer, que mostre quem está nos padrões dos novos modelos, que o eleitorado ensaia desejar. Acontece que a sociedade, mesmo enxovalhada pelos maus políticos, não dá um único paço para delinear padrões éticos. Apesar do todo esse tempo, não reagiu ao velho modelo e continua tão degenerada, apoiando aqueles que esvaziaram os cofres públicos por todo o tempo.

De alguma forma há conivência, já que o eleitorado se revela indignado mas não reage.

Tanto é assim que as mudanças imaginadas pelos crentes numa postura de renovação em toda a estrutura política, certamente ficarão apenas na imaginação [provavelmente na vontade] de um eleitorado habituado com a maestria dos chefes, com a ganância de lideranças e a avidez dos políticos que continuarão assaltando o povo brasileiro por muitos mais anos.

PRESSÃO JÁ CHEGA A PERTURBAR

A pressão que pessoas ligadas a Jackson Barreto (MDB) faz para que ele não deixe o Governo e dispute o Senado é severa. Quase sufocante.

O pessoal não quer perder oito meses de emprego no Governo.

CAUSA EXCLUSIVA ESSA

Segundo fonte ligada a JB, o pessoal que implora por sua permanência pensa apenas em cada um deles. Mas não se preocupa com a questão de “Jackson ficar sem mandato”.

Não é do estilo de Jackson ficar em casa, sem participar da vida pública.

FOI RÁPIDO EM BRASÍLIA

O governador Jackson Barreto (MDB) cumpriu pauta ontem em Brasília, mas não vazou os compromisso que tinha. Foi pela manhã e retornou à noite.

Teve audiência com o ministro Carlos Marun.

EMENDAS FECHAM HOJE

Fecha hoje as indicações de emendas de bancada e individuais e os deputados já estão trabalhando nisso. Sergipe já tem duas emendas certas.

Uma para a Saúde e outra para a Codevasf, ambas no valor de R$ 56 milhões.

ENCONTRO COM EDUARDO

O deputado federal Valadares Filho (PSB) conversou ontem com senador Eduardo Amorim (PSDB). Ainda trata sobre composição, mas nada foi decidido.

Segundo Eduardo, “o time dele agora é depois o nosso é antes”.

SOBRE DISPUTA A GOVERNO

Em nenhum momento Valadares Filho disse a Eduardo Amorim que seria candidato ao Governo pelo PSB, pretende integrar uma composição com a oposição.

– Para mim ele não descartou essa possibilidade, disse.

PREFEITOS NO GABINETE

Quando Valadares chegou ao gabinete de Eduardo, alguns prefeitos do PSB já estavam com ele e pediram que o deputado aceitasse disputar a vice.

Mostraram inclusive foto dos dois em solenidade do PSB.

FORMAÇÃO DA CHAPA

Eduardo Amorim está bem antenado com André Moura e disse que a chapa majoritária do bloco da oposição será lançada realmente no mês de março.

Amorim diz que é candidato a governador.

UMA GRANDE INCÓGNITA

Eliane Aquino (PT) disse ontem que as eleições de outubro são “uma grande incógnita, com cenário nebuloso”. Segundo ela, “tudo vai precisar de muita conversa”.

Eliane disse que não declarou candidatura a qualquer mandato.

PASSA PELA DISPUTA

Eliane Aquino admite que o seu nome passa pela disputa eleitoral e acha que fica difícil está fora da disputa no pleito de 2018.

A vice-prefeita prefere disputar vaga no Congresso para promover mudanças.

A QUEM INTERESSAR POSSA
Reinaldo Moura e suas charadas: Quem tiver seus “rebanhos tem que ter ‘controle’ sobre as ovelhas. Não pode o pastor ir para um lado e as ovelhas para outro”.

– Sob pena do pastor não ser o ‘Senhor dos Passos’ do seu ‘rebanho’.

PPS NÃO QUER SER FIGURANTE

O PPS ainda não fechou a composição com PSC e PSDB porque está aguardando uma posição na chapa majoritária, mesmo que seja de suplente.

– O PPS não pode atuar nas eleições só como figurante, disse Clóvis Silveira.

AGUARDA APENAS DEFINIÇÃO

O Partido dos Trabalhadores (PT) teve reunião sábado passado e agora espera uma definição do governador Jackson Barreto (MDB) quanto à candidatura ao Senado.

O PT manterá a coligação com a base aliada.

LAÉRCIO VITIMA DE FAKE

O deputado federal Laércio Oliveira (SD) foi vítima de fake news. Sem consultá-lo um repórter publicou que ele não seria candidato à reeleição.

Laércio desmentiu e lamentou não ter sido ouvido.

AINDA A POSIÇÃO DE FÁBIO

Ex-prefeito Fábio Henrique (PDT) reafirmou ontem que só não estará aliado a Jackson Barreto e Belivaldo Chagas se os dois não quiserem.

Há insistência na informação que ele está na mira da oposição.

PDT QUER DUAS POSIÇÕES

Segundo Fábio Henrique, o PDT quer duas coisas: palanque para Ciro Gomes, que é o candidato da sigla a presidente da República, e candidatura a deputado federal.

Fábio vai a federal e um profissional liberal também pretende disputar a Câmara.

ASSESSORIAS EXAGERAM

Segundo um experiente político, inserido em um projeto para este ano, os assessores estão exagerando na paixão e usam as redes sociais de forma passional.

Deixa a impressão que seguem orientação dos seus chefes e o prejudicam.

SENADOR RETORNA AO TWITTER

O senador Valadares (PSB) retorna às twitadas e ontem iniciou com críticas ao Governo Jackson Barreto, em um tom contundente e até provocativo.

Valadares está de ‘metralhadora acionada’.

Notas

Meirelles quer ser presidente – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, quer muito ser candidato a presidente da República. Mas não está seguro de que terá apoio para essa empreitada. A decisão tem de ser tomada até 7 de abril, data legal e limite para se desincompatibilizar do cargo. Até lá só haverá dúvidas e nenhuma certeza.

0x0

Movimento critica intervenção – A intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro também virou pauta do movimento #342. O grupo, formado por artistas e políticos, classifica a iniciativa como uma “farsa”. Em vídeo divulgado ontem, o movimento critica a medida tomada por Michel Temer. Além disso, cutucam o MDB.

0x0

Dória bem avaliado ao Governo – O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), é considerado pelos eleitores paulistas o tucano com mais chance de ganhar a disputa para governador do Estado em outubro. Para 55%, Doria é o mais competitivo dentro do seu partido. Depois, bem atrás, vêm José Aníbal (7,2%) e Luiz Felipe D’Ávila (7,1%).

0x0

Forças Armadas retiram barricadas – Com tratores, caminhões e utilizando uma miniempilhadeira equipada com uma britadeira, soldados das Forças Armadas fizeram ontem uma operação para a retirada de barricadas na Vila Aliança, em Bangu, e na Coreia, em Senador Camará, ambas na zona oeste do Rio de Janeiro.

0x0

STF condena senador – Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem condenar o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) pela prática de crime contra o sistema financeiro nacional. A pena ficou estabelecida em 4 anos e 6 meses de prisão em regime semiaberto. Ainda cabe recurso.

Conversando

Defende prisão – Ex-ministro Nelson Jobim diz que defende prisão em segunda instância após decisão do STJ. Condenados de elite demoram a ser presos.

Reforma jurídica – Há necessidade urgente de reforma jurídica, para por um fim às protelações com os réus em liberdade. O Brasil demora muito a punir corruptos.

Almeida insiste – Segundo revela Cláudio Nunes, “nos bastidores, Almeida insiste em articular permanência de Jackson Barreto no Governo”.

Fogo intenso – Não adianta esse fogo intenso: Jackson Barreto sendo candidato ao Senado uma das duas vagas será dele.

Reverte situação – Jackson Barreto tem habilidade política e o eleitorado gosta dele. JB reverte qualquer situação com uma certa facilidade.

Gilton é homenageado – Colégio de Procuradores de Justiça homenagearam Gilton Garcia, na segunda-feira, com a outorga do Colar do Mérito Tobias Barreto.

Opiniões ridículas – Algumas opiniões ridículas que acontecem nas redes sociais prejudicam até mesmo o candidato de quem às escreve.

Dinheiro alto – Mês de março será de muita conversa e excesso de transações para conquista de deputados. Tem dinheiro alto no bolo.

Boa proposta – Um pré-candidato a deputado federal recebeu proposta de R$ 2 milhões para trocar de partido. Não teria aceitado.