01/03/18 - 00:01:08

DISPUTA ELEITORAL ESQUENTA

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Nesse período inicial da pré-campanha e com o início da abertura da janela para troca de legendas, percebe-se que a disputa eleitoral de outubro começa a esquentar. Não há candidatos majoritários definidos, apenas prováveis pré-candidaturas expostas e que podem até dar xabu. Lógico que todos estão ouriçados por uma melhor posição, porque o objetivo é sair feliz com a abertura das urnas.

Essa felicidade, entretanto, será para poucos e até para os mesmos que já estão na roda-viva da política, alguns deles com os seus mandatos inúteis para as mudanças que o País exige. Os interesses, como sempre, superam e cada grupo vai tentar desfazer o outro à busca de um protagonismo normal, dentro do contexto de uma eleição difícil e muito fiscalizada por cada um dos adversários e até pelos eleitores.

A informação circulante, neste momento, é de que há pressão para Jackson Barreto não sair. JB desmente, mas as informações naturalmente persistem aos desmentidos. Tem gente da base que o quer até o final no comando do Governo. Se acontecer, Belivaldo não deve ser candidato, mas o ex-deputado Rogério Carvalho (PT), até já disse que se isso acontecer, no dia seguinte ele anuncia sua candidatura ao Governo.

Ontem à noite, entretanto, Jackson voltou a confirmar que deixará o Governo ao indicar Belivaldo Chagas para um reunião de todos os governadores do País com o presidente  Michel Temer. JB, inclusive, disse a Belivaldo que “vá se acostumando com essas reuniões no Palácio do Planalto”, deixando claro que a partir de abril ele estará à frente do Governo e, quem sabe, em 2019 caso seja reeleito.

No restante é absolutamente natural que as oposições mirem o Governo, tentem desgastá-lo ao máximo possível. Encontram razões para isso. Aliás, Belivaldo precisa de muita habilidade para superar a imagem da administração junto ao povo.

NUNCA RECEBEU PRESSÃO

O governador Jackson Barreto (MDB) disse ontem que nunca recebeu pressão de Almeida Lima (MDB) para que permanecesse no Governo e não disputasse o Senado.

– Estão querendo ofuscar o trabalho de Almeida na Secretaria da Saúde, disse.

SAÍDA ATÉ FINAL DE MARÇO

Jackson Barreto disse, ainda, que deixará o Governo no final de março – pode ser até no início de abril – para disputar o Senado: “Deixarei sem nenhuma condenação”.

Jackson quer inaugurar uma série de obras, por exemplo.

ADUTORA DA REGIÃO SUL

Uma dessas obras que Jackson quer inaugurar é a adutora da região Sul. Até já convidou o ministro da Integração, Helder Zahluth Barbalho, para a solenidade.

A data marcada está dia 17 de março.

JAMAIS SENTOU COM BRENO

Jackson falou que jamais sentou com o pré-candidato a deputado estadual Breno Silveira, genro de Almeida Lima, para tratar sobre política.

Lembrou que Breno já anunciou seu candidato ao Senado: André Moura.

SECRETÁRIOS SAEM DIA SEIS

Atenção – Os secretários Zezinho Sobral (MDB) e Esmeraldo Leal (PT) deixam as pastas da Ação Social e Agricultura na próxima terça-feira, dia 6.

A decisão foi tomada ontem durante reunião com Jackson, Belivaldo e os secretários.

PRESSÃO DE PARLAMENTARES

A antecipação do afastamento de Zezinho Sobral e Esmeraldo é fruto da pressão de deputados aliados, que vêem concorrência desleal na disputa com o cargo.

Houve ameaça inclusive de buscar novos caminhos.

UM ALMOÇO E CONVERSAS

O deputado Gilmar Carvalho almoçou ontem com o governador Jackson Barreto. Tratou sobre assuntos diversos, inclusive política para variar.

Falou sobre eleição e uma porção de outras coisas…

COMO ESTÁ O DEPUTADO

Gilmar Carvalho ainda não definiu e estaria chateado porque o deputado André Moura ainda não atendeu desejos solicitados pelo radialista para sua candidatura.

No encontro entre André e Gilmar, domingo passado, o radialista saiu insatisfeito.

AINDA SOBRE O ALMOÇO

Até o almoço com Gilmar Carvalho, o governador Jackson Barreto não sabia de matéria publicada pelo deputado sobre o impeachment.

Ao ser informado ficou muito chateado…

VALADARES FILHO E O GOVERNO

O deputado federal Valadares Filho (PSB) disse ontem que o homem público tem que estar pronto para novas missões e encará-las com a força que merecem.

– Sinto-me extremamente preparado para qualquer desafio que o PSB me confie, disse.

NOME TEM ENTUSIASMADO

A citação do nome de Valadares Filho a governador tem entusiasmado não apenas o PSB, como outras lideranças políticas do Estado.

A repercussão da informação influenciou para isso.

PODE VOLTAR A CONVERSAR

Não houve um ponto final nas conversas entre oposição e PSB, o deputado Valadares Filho pode voltar a se encontrar com Eduardo Amorim.

Já disse a aliados que política é a arte do bom diálogo.

SENADOR DEFENDE CANDIDATURA

O senador Valadares (PSB), que jamais aceitou o convite para vice-governador feito pela oposição ao filho, defende com firmeza sua candidatura a governador.

Acha que a eleição é propícia para um novo nome.

ENTREVISTA VAI RENDER MUITO

A entrevista concedida pelo senador suplente Elber Batalha (PSB) vai abrir “guerra” prolongada dentro do que podia ser um grupo amplo de oposição.

O deputado André Moura passará a ser o principal alvo.

PLANO ‘B’ ESTÁ MONTADO

Os deputados que estão para ser julgados no TSE sobre a questão das subvenções, têm ‘Plano B’ em caso de serem condenados. Farão candidatos pessoas ligadas a eles.

Um deles colocará a mãe para disputar vaga na Assembleia.

TODOS SE ACHAM INOCENTES

Segundo um dos parlamentares, todos que estão para ser julgados têm certeza que vão ganhar nas preliminares. Elas provam que nenhum deles comprou votos.

Ainda não há data definida para o julgamento.

SUKITA ESTEVE COM ARO

O ex-prefeito de Capela, Manuel Messias Sukita, esteve mesmo com o presidente nacional do PHS, deputado Marcelo Aro (MG), e pode ficar com o partido.

Desde que assuma compromisso em apoiar André Moura.

JB NÃO VAI RESPONDER

Governador Jackson Barreto não pretende responder a nenhuma declaração do senador Valadares (PSB) contra ele. Seja no twitter ou em qualquer outro espaço da mídia.

Acha que o senador está procurando espaço.

Notas

Mais de 12 milhões sem emprego – O índice de desemprego no Brasil atingiu 12,2% no trimestre encerrado em janeiro de 2018. Isso significa que 12,7 milhões de pessoas estão desempregadas no país. Em dezembro de 2017, a taxa foi de 11,8%, mas ficou estável em relação ao trimestre anterior, quando a taxa também foi de 12,2%.

0x0

Rede busca o novo – A pré-candidata à Presidência da República Marina Silva (Rede) afirmou que se manterá distante de “partidos antigos” e não fará alianças “por causa de tempo de televisão”. Para Marina, partidos como PT e PSDB estão “estagnados” e perderam a ideia de “política como processo vivo” em busca do “novo”.

0x0

FHC critica intervenção – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou as declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Para o tucano, o governo optou pela intervenção federal no Rio de Janeiro por estar “encurralado”. FHC disse que governos fracos apelam para militares.

0x0

Apoio para Lava Jato – O recém-empossado ministro Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, declarou ontem que o novo diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, terá apoio para a continuidade da operação Lava Jato e disse a ele “Combata o crime, combata a corrupção”.

0x0

TRF4 mantém Sérgio Moro – A Oitava Turma do TRF-4 negou pedido da defesa de Lula para afastar Sergio Moro –sim, mais um – da condução do processo em que o petista é réu por recebimento de propina da Odebrecht. O pretexto, desta vez, foi à palestra de Moro na Petrobras, no início de dezembro.

0x0

Ajudar a construir País melhor – Luís Roberto Barroso rebateu os ataques de Gilmar Mendes  Ele escreveu ao blog de Andréia Sadi: “Jamais antecipei julgamento. Nem falo sobre política. Eu vivo para o bem e para aprimorar as instituições. Sou um juiz independente, que quer ajudar a construir um país melhor e maior”.

Conversas

Manter mandato – Muita tensão entre deputados que estão dependendo do julgamento do TSE para se manter no mandato e disputar as eleições.

Sem dúvida – O julgamento esta pautado para a próxima semana, embora haja dúvida quanto à data certa da decisão. Mas todos sabem que haverá julgamento ainda este mês.

Onde está o dinheiro – Vereador Marcos (PHS) cobrou ontem uma apuração no Hospital Cirurgia, para ver onde está o dinheiro da instituição.

Incentivo para disputa – Candidatura do deputado Valadares Filho (PSB) a governador vem sendo incentivada por membros do partido.

Não aceitam – Pelo menos dois profissionais liberais conhecidos em Aracaju foram convidados a filiar-se em uma legenda e disputar mandato. Não aceitaram…

Muita chance – Senador em exercício Elber Batalha diz que Valadares Filho tem 99% de chance de ser o candidato do PSB ao governo.

Discussões internas – Eliane Aquino pretende não falar agora sobre candidatura para evitar discussões internas no PT. Prefere que se espere até o congresso estadual.

Renovação ampla – Está bem claro: Eliane Aquino acha que a mudança na política só será possível com uma renovação ampla no Congresso Nacional.

Estilo e fatos – Secretário da Saúde, Almeida Lima (MDB) tem sido o saco de pancadas nos grupos sociais, mais pelo seu estilo que pelos fatos.