02/03/18 - 14:22:06

Sergipe tem o 3º maior rendimento médio domiciliar mensal do Nordeste

Sergipe tem rendimento médio domiciliar de R$ 1.042 por mês, o equivalente ao 3º maior do Nordeste

O rendimento mensal domiciliar per capita no Brasil é em média de R$ 1.505 e Sergipe tem rendimento médio domiciliar de R$ 1.042 por mês, o equivalente ao 3º maior do Nordeste.  A constatação é do Observatório de Sergipe, vinculado a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

Segundo o superintendente de Estudos e Pesquisas do Observatório de Sergipe,  Ciro Brasil, o Nordeste é a região que apresenta a pior média (R$ 941), enquanto a Região Sudeste possui a mais alta (R$ 1.840). Revela que entre as unidades da federação, o Distrito Federal possui a maior renda per capita (R$ 2.924) e o Maranhão a mais baixa (R$ 716) e que Sergipe, com (R$ 1.042), possui o 3º maior rendimento entre os estados nordestinos, um pouco abaixo do Rio Grande do Norte (R$ 1.083) e de Pernambuco (R$ 1.061).

Explica Ciro que quando se analisa o rendimento per capita da população de acordo com faixas relacionadas ao salário mínimo (SM) aproximadamente 72% da população sergipana (em torno de 1,6 milhão de pessoas) sobrevive com até um salário mínimo por mês (R$ 880 em 2016).

“A situação é mais grave quando se faz um recorte mais profundo, ao se apurar que em torno de 450 mil sergipanos (19,9%) viviam com até ¼ do salário mínimo mensalmente. Isso significa que um em cada cinco indivíduos tem uma renda de até R$ 220 por mês para seu sustento. Por outro lado, um pequeno grupo formado por pouco mais 70 mil pessoas (3,1%) tinha uma renda superior a cinco salários mínimos (R$ 4.400 em 2016) por mês em Sergipe, o que revela uma profunda disparidade de renda no nosso estado”, revela o coordenador geral do Observatório de Sergipe.

Estudo

O Observatório Sergipe publicou um estudo chamado Síntese dos Indicadores Sociais 2017: Uma análise das condições de vida da população sergipana, com base em indicadores obtidos a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua de 2012 a 2016.