06/03/18 - 07:58:59

Faroeste caboclo

Enquanto a polícia sergipana se conforma com estatísticas frias e nem sempre confiáveis, a violência continua fazendo vítimas. A cada fim de semana se mata entre 15 e 20 cristãos no estado, numa clara demonstração que a nossa política de segurança pública está perdendo feio para a bandidagem. Em parte dos casos, a polícia desvenda os crimes, mas não tem sido capaz de conter a crescente violência, que alcança em particular os jovens negros e pobres. É claro que o tráfico e o consumo de drogas são as principais causas dos assassinatos, porém o reduzido número de policiais militares nas cidades interioranas contribui para esse verdadeiro faroeste caboclo em que Sergipe se transformou. Uma lástima!

De saída

Os secretários Zezinho Sobral (Inclusão Social) e Esmeraldo Leal (Agricultura) são os primeiros a deixarem os cargos para disputar as eleições de outubro. Eles se desincompatibilizam nesta terça-feira, após conversarem com o governador Jackson Barreto (MDB), que também deve renunciar com o mesmo objetivo dos auxiliares. JB só não definiu ainda a data da saída para concorrer ao Senado.

Dormiu ao volante

O jovem Talysson Costa, filho do prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), sofreu um acidente na BR-235. Ele saiu da pista ao desviar o carro para não ser atingido de frente por outro que invadiu a contra mão. A motorista do veículo causador o acidente confessou que dormiu ao volante. Felizmente, ocorreram apenas danos materiais no carro de Talysson.

Abra o olho

Cartas que pedem atualização de dados bancários na Receita Federal são falsas. Em nota, o “Leão” informa que “apesar de conter a marca da Receita, a carta é uma tentativa de golpe”. A orientação ao contribuinte é que, caso receba esse tipo de correspondência, destrua e jamais acesse o endereço eletrônico indicado. Então, tá!

Aliança difícil

Dois motivos dificultam uma coligação do PSB com o PSDB e o PSC. Segundo o senador pessebista Elber Batalha, o partido fechou questão contra o governo Michel Temer (MDB), apoiado pelo senador tucano Eduardo Amorim e pelo deputado federal cristão André Moura. Além disso, o PSB nacional decidiu por não apoiar candidatos condenados, mesmo que em 1ª instância. Sendo assim, fica inviável uma aliança entre os três partidos.

Temer acuado

Triste de um país em que o seu presidente tem o sigilo bancário quebrado por suspeita de recebimento de propina. Pior é que o mordomo de filme de terror ainda ficou injuriado com a decisão do Supremo de vasculhar suas contas bancárias. Marminino!

Fuga da TV

A quantidade de consumidores do serviço de TV por assinatura recuou 3,9% nos últimos 12 meses. Segundo a Anatel, em números absolutos, São Paulo foi o que mais perdeu assinantes: 5,58%. Em termos percentuais, Sergipe foi o terceiro estado que mais perdeu assinantes: 9,12%. A Claro aparece na frente entre as empresas com maior queda no número de assinaturas: 8,41% nos últimos 12 meses.

Cara de vice

E o deputado federal Valadares Filho (PSB) tem ficado, a cada dia, com a cara de vice. Mesmo o partido dele querendo vê-lo disputando o governo, outras legendas acham que Vavazinho tem mais serventia como coadjuvante. Primeiro foram o PSDB e o PSC que projetaram uma chapa encabeçada pelo tucano Eduardo Amorim, tendo Valadares Filho como vice. Agora é Mendonça Prado, pré-candidato ao governo pelo DEM, quem sonha em ter o deputado pessebista como parceiro de chapa.

Prefeitas medalhadas

Como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, a Assembleia Legislativa homenageou prefeitas sergipanas com a Medalha Deputada Quintina Diniz. Receberam a homenagem as prefeitas de Capela, Silvany Sukita; de Nossa Senhora Aparecida, Verônica Santos Silva; de Malhador, Elayne de Araújo; de Riachuelo, Cândida Emilia Leite e de Monte Alegre, Marinês Silva Pereira.

Lero-lero oficial

O vice-governador Belivaldo Chagas (MDB) foi ao Piauí, onde participa hoje de uma reunião com todos os governadores nordestinos sobre segurança pública. Na semana passada, Chagas também representou Sergipe no encontro convocada pelo governo federal para tratar sobre o crescimento da violência no país. Enquanto as chamadas autoridades jogam conversa fora em salas refrigeradas, os índices da criminalidade só crescem. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 3 de março de 1912.

Resumo dos Jornais