07/03/18 - 16:41:41

Secretaria de Inclusão levará Ônibus Lilás à praça General Valadão nesta quinta

A ação levará saúde, informação, utilidade pública e contará com a presença do Ônibus Lilás, unidade móvel que disponibiliza informações, atendimento psicológico e orientação jurídica para as mulheres vítimas de violência

No mês destinado às sergipanas, a Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh) conta com uma vasta programação. Nesta quinta-feira, 08 de março, a partir das 8 horas, a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM) estará na praça General Valadão, no Centro de Aracaju, em parceria com a Xodó FM. A ação levará saúde, informação, utilidade pública e contará com a presença do Ônibus Lilás, unidade móvel que disponibiliza informações, atendimento psicológico e orientação jurídica para as mulheres vítimas de violência.

“As mulheres sergipanas já sabem que podem contar com esse serviço que dá uma atenção especial e toda orientação necessária. A Seidh tem uma gama de atividades que integram as Políticas Públicas para a conscientização e atendimento às mulheres, especialmente àquelas vítimas de violência. Vamos a todos os lugares, levando carinho, atenção e, principalmente, incentivo ao empoderamento”, destaca Edivalneide Paes Lima, coordenadora do CEPM/Seidh.

Desde o início da semana, o Ônibus Lilás já esteve no município de Itabaiana, levando informação e auxílio às mulheres da região. A equipe da Seidh também participou de ações alusivas ao mês da mulher no Tribunal de Justiça (TJ/SE), Fórum Gumercindo Bessa, no Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) e na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

Na próxima sexta-feira, dia 09, a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres participará da palestra ‘A violência e seus recortes’, na sede da OAB – Seccional Sergipe. No mesmo dia, a equipe técnica estará na Unidade Feminina (UNIFEM), da Fundação Renascer, com a palestra ‘Violência Doméstica’. Já no dia 13, o Ônibus Lilás estará em Tobias Barreto. No dia 22, os destinos são Propriá e São Miguel do Aleixo. No dia 27 de março, encerrando as atividades, haverá a posse do Conselho Estadual da Mulher e a roda de conversa ‘Quando a vítima é mulher: visão do crime por uma sociedade patriarcal’, ambos na sede da Seidh.

“É de grande importância a Seidh estar inserida na programação de alguns órgãos de Sergipe. Isso mostra o quanto essa Política Pública tem visibilidade e reconhecimento. Somos gratas ao secretário Zezinho Sobral, que tem sensibilidade, respeito e sempre está aberto ao diálogo para fortalecer essas ações e traçar estratégias de ampliação das atividades que atendam as mulheres sergipanas que mais precisam. É um gestor que compreende a importância das Políticas Públicas”, afirma Edvaneide Paes.

O secretário de Estado da Mulher, Inclusão e Direitos Humanos, Zezinho Sobral, destaca a grandeza do trabalho da Coordenadoria Estadual da Mulher e as ações durante o mês de março.

“O Ônibus Lilás é da mulher sergipana. Todas as ações planejadas são fundamentais para conscientizar cada vez mais a sociedade sobre o respeito e a igualdade dos direitos. É preciso estimular a mulher a denunciar toda e qualquer forma de agressão, ligando para o 180, procurando os órgãos e delegacias especializadas. É preciso quebrar o ciclo do silêncio. O número de mulheres que perdem o medo e fazem a denúncia tem sido crescente. As atividades de conscientização do Governo do Estado, através da Seidh, colaboram para isso, com presença forte em todo o território. Não mediremos esforços para fortalecer todas as políticas públicas”, salienta Zezinho Sobral.

Casa Abrigo

Em 2018, as ações da Seidh serão fortalecidas através do incremento da rede de atendimento à mulher, entre elas, a abertura de uma Casa Abrigo Estadual que acolherá mulheres em risco iminente de morte e garantirá que elas sejam protegidas no momento em que mais precisam de auxílio para sair da situação de violência.

“Em processo de construção, o equipamento deverá ser entregue ainda neste mês de março, em local sigiloso. Será um espaço completo e estruturado para amparar essa mulher que precisa do acolhimento”, explica o secretário.

Fonte e foto assessoria