03/04/18 - 16:13:31

SES orienta municípios para a ‘Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza’

Profissionais das regiões de saúde de Itabaiana, Estância, Lagarto e Nossa Senhora da Glória estiveram reunidos, nesta terça-feira, 3, no auditório do Centro Administrativo da Saúde, no bairro Ponto Novo, para um diálogo sobre a cobertura vacinal em suas localidades. Trataram ainda da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, promovida pelo Ministério da Saúde e realizada entre 23 de abril e 1º de junho. Foi destacada ainda a importância do 12 de maio, Dia D da mobilização nacional para multivacinação, no sentido de promover a atualização de cadernetas de vacinas.

Cobertura vacinal

De acordo com a gerente do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Teles, nesta quarta-feira, 4, será a vez dos profissionais das regiões de saúde de Aracaju, Propriá e Nossa Senhora do Socorro. “Estamos preparando os municípios para a campanha nacional contra a Influenza e para o Dia D. A situação dos mesmos quanto à cobertura vacinal serviu para que analisassem o próprio desempenho em 2017, considerando que alguns municípios tiveram uma cobertura um pouco mais baixa, visto que precisa ser atingida em 95% no que se refere às vacinas de rotina, a exemplo da tríplice viral, meningite C, difteria, tétano e coqueluche. A BCG e rotavírus devem atingir cobertura de 90%”, revelou Sândala.

Como a avaliação das coberturas vacinais das regiões de saúde de Sergipe só será concluída em 30 de abril, conforme análise de banco de dados, a Gerência do Núcleo de Imunização da SES espera que os municípios revejam seus índices, a fim de garantir, se necessário, o alcance de metas e melhorias no processo de vacinação. “Outro aspecto destacado foi a importância da vacinação contra Meningite C, destinada ao público masculino e feminino, com idade entre 11 e 13 anos, e a HPV, destinada para meninas de 9 a 13 anos e meninos de 11 a 13 anos”, explicou a gerente.

Influenza

Para a vacinação contra a Influenza, os municípios objetivam alcançar os grupos prioritários, sendo eles compostos por crianças de seis meses e menores de cinco anos, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, gestantes em qualquer período gestacional, trabalhadores da saúde, povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, entre outros. “Começaremos a receber a vacina no próximo dia 16, por quota, portanto, nesse primeiro momento, 20% do imunobiológico serão entregues, conforme lote fabricado em laboratório e recebido pelo Ministério, a fim de que seja feita a distribuição pela SES para o início da campanha nos municípios. O processo de distribuição prosseguirá após a primeira entrega, viabilizando a continuidade das ações de vacinação”, acrescentou Sândala.

Até o final da campanha, a SES deverá receber do Ministério da Saúde 100% das vacinas contra a Influenza, que serão destinadas, em Sergipe, a 460 mil pessoas, número que corresponde a 90% da população geral. Sendo assim, 562.700 doses dessa vacina serão recebidas, conforme adicional já previsto. “Vacinações em combate a doenças, como Meningite C e HPV, enfrentam grandes dificuldades, tendo em vista o alcance dos adolescentes e jovens saudáveis que apresentam medo da vacina por ser injetável. A Gerência do Núcleo de Imunização da SES mostrou a importância da vacinação na escola, através do Programa Saúde nas Escolas [PSE], presente nos municípios e apta a facilitar o acesso de profissionais da saúde para a realização da vacinação. Quanto à Influenza, Sergipe vem apresentando cobertura satisfatória, registrada em até 85%”, concluiu a gerente do Núcleo de Imunização da SES, órgão que desempenha papel orientador e distribuidor de vacinas, seringas e cartões de vacinação, visto que o agente executor das vacinações é a própria gestão municipal.

Fonte e foto SES