18/05/18 - 16:16:45

Respeite a Preferência, escreve professor Lacerda Junior

Treloso era um jovem de 20 anos que morava no subúrbio de Transitolândia, trabalhava durante o dia como ajudante em uma empresa especializada em entregas de mercadorias e a noite se dedicava aos estudos, ganhava pouco e não tinha como sonhar com grandes aventuras, assim sendo dedicava seus finais de semana a zelar sua maior paixão, uma moto Yamaha RDZ 135 que tinha conquistado fazendo horas extras durante seis meses; após dar o grau Treloso ia dar uma volta em sua “máquina”, quando estava pilotando as preocupações acabavam e ele sentia como que só existisse ele e sua RDZ.

Apesar da dureza da vida Treloso era um jovem que se considerava feliz, a semana tinha acabado, o descanso desejado se aproximava, e como sempre nosso amigo se preparava para zelar sua moto e logo após dar o passeio acostumado, mas naquele dia a vida dele sofreu uma repentina mudança.

– Mãe cheguei – Gritou Treloso

– Oi meu filho, chegou cedo hoje – Respondeu a mãe

– Adiantei o serviço e o chefe me liberou mais cedo. – Disse Treloso

– Quem teve aqui foi aquele vizinho novo – Disse a mãe

– Quem? O Pidão? – Disse Treloso

– Foi ele mesmo, ele queria te pedir a moto emprestada. – Disse a mãe

– De jeito nenhum, conheço o Pidão, ele é irresponsável demais, um amigo me contou que ele tá morando aqui escondido porque pegou o carro de um amigo e se envolveu em um grave acidente e nem deu assistência à vítima, fugiu e deixou o amigo com a “bronca”. – Disse Pidão

– Que horrível – Exclamou a mãe

– Vou nem falar mais nisso. Vou me arrumar e ir à escola. – Disse Treloso

– Tá bom meu filho – Disse a mãe

Treloso se arrumou pegou os livros e se dirigiu à escola onde estudava. De repente no caminho aconteceu….

– Screeech!,Iééé!Bummm!

Treloso estava na avenida quando Pidão invadiu a preferencial e o atingiu em cheio, jogando o jovem em cima do canteiro no lado oposto da via.

– Que droga! Bati o carro de novo – Exclamou Pidão

As pessoas correram para socorrer Treloso, foi aí que Pidão aproveitou.

– Ninguém me viu, vou dar o fora daqui. – Sussurrou Pidão

Acelerou o carro e evadiu do local sem que ninguém conseguisse anotar a placa.

No dia seguinte:

– O que aconteceu? Onde estou? – Falou Treloso assustado

– Calma meu filho – Exclamou a mãe de Treloso

– O que aconteceu? – Falou o jovem ainda mais nervoso.

– Filho, você sofreu um acidente de trânsito, não identificamos o condutor, mas sabemos que ele invadiu a preferencial e foi o causador do acidente. – respondeu a mãe

– Piloto minha moto de forma responsável, respeito às leis do trânsito e por causa de um idiota vim para aqui no hospital. – Falou Treloso aborrecido

– Tem mais uma coisa que preciso te contar filho.

– O que foi mãe?

– O impacto foi grande….Ahnnn!!!!- Disse a mãe em meio a lágrimas

– O que foi mãe? Porque está chorando?

Nessa hora a mãe de Treloso respirou fundo, levantou e puxou o lençol que envolvia o filho.

– Nãããããoooo!!!!!!! – Gritou Treloso

O jovem percebeu que contava apenas com uma de suas pernas, a outra foi amputada pelo impacto do acidente.

*Lacerda Junior é Professor, Instrutor e examinador de trânsito