07/06/18 - 07:00:44

Toma, que o filho é seu

Ao reassumir o governo ontem, após alguns dias em São Paulo, Belivaldo Chagas (PSD) recebeu um pepino tamanho família: a carta do médico José Hamilton Maciel desistindo do cargo de secretário estadual da Saúde. Educado, o futuro-ex recorreu aos fortes apelos familiares para justificar a recusa do convite. Este, porém, pode não ter sido o único motivo para o honrado Hamilton Maciel ter desistido da empreitada. Por conta da inexplicável redução dos repasses financeiros para a Saúde, no ano passado a pasta recebeu R$ 36,4 milhões a menos do que dispôs em 2016. Agora em 2018, o déficit da Secretaria já é superior a R$ 40 milhões. Comenta-se, à boca miúda, que o governo não tem repassado para a Saúde nem mesmo o mínimo legal de 12% do Orçamento. Homem, será? Talvez, este tenha sido o principal motivo para doutor Hamilton Maciel ter desistido do abacaxi que Belivaldo queria lhe entregar, após ter tirado abruptamente das mãos de Almeida Lima (MDB). Aff Maria!

Greve ilegal

A Prefeitura de Aracaju conseguiu liminar considerando ilegal a greve dos médicos municipais. Em seu despacho, o desembargador Osório Ramos de Araújo Filho determina que se o Sindicato da categoria não suspender a paralisação, será multado em R$ 10 mil/dia. Os grevistas reivindicam reajuste salarial e a realização de concurso público, porém a Prefeitura preferiu virar as costas para os profissionais de saúde. Uma lástima!

Galeria enriquecida

A galeria dos ex-governadores de Sergipe ganhou mais uma fotografia. Empossado no governo na semana passada, o desembargador Cezário Siqueira Neto devolveu ontem, a chefia do Executivo ao titular Belivaldo Chagas (PSD). Na transmissão do cargo, o magistrado disse ter sido “uma experiência gratificante. A vida é um eterno aprendizado”. É vero!

Viola de boca

Veja o que pensa o pré-candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB) sobre saúde pública: “Sergipe precisa de uma saúde de qualidade e pensada no cidadão. Humanizar o atendimento e fortalecer os hospitais regionais deve ser prioridade. É preciso investir na capacitação e valorização dos profissionais da saúde”. Como perguntar não ofende, por que diabos Eduardo Amorim não fez tudo isso que prega agora quando foi secretário de Saúde no governo de João Alves Filho (DEM)? Marminino!

Jornalismo premiado

Ainda há tempo para jornalistas inscreverem seus trabalhos na edição 2018 do Prêmio Estácio de Jornalismo. Podem concorrer reportagens inéditas, publicadas entre os dias 11 de junho de 2017 e 2 de julho de 2018. Os jornalistas têm até 5 de julho próximo para cadastrarem as matérias no site www.premioestaciodejornalismo.com.br. Participe!

Projeto homofóbico

Em tramitação na Assembleia, o projeto do Executivo propondo mudanças na estrutura do Ipesaúde discrimina casais homossexuais. Segundo a propositura, o servidor estadual que tem união estável com pessoa do mesmo sexo não pode colocá-la como dependente. Tomara que o Legislativo aprove a emenda do deputado Georgeo Passos (PTC) suprimindo este absurdo. Crendeuspai!

Sem transparência

Com o título acima, o Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “Não é das melhores a transparência no portal da Prefeitura de Aracaju. É possível, por exemplo, ver quem são os nomeados para cargos comissionados, mas não dá pra saber quanto cada um recebeu, nem onde estão lotados. O governo de Sergipe e órgãos como o Tribunal de Justiça já estão mais avançados neste quesito. A prefeitura precisa melhorar”. Homem, vôte!

Já era

O Supremo Tribunal Federal suspendeu o uso do voto impresso nas urnas eletrônicas. A decisão já vale para as eleições deste ano. A impressão do voto foi criada em 2015, pela minirreforma eleitoral, visando garantir meios para embasar auditorias nas urnas eletrônicas. Apesar de ser chamado de voto impresso, o mecanismo serve somente para auditoria das urnas eletrônicas, e o eleitor não fica com o comprovante da votação.

Eleições em debate

Será aberto hoje, no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, o Fórum Sergipano de Direito Eleitoral. Promovido pela Assembleia Legislativa, o evento discutirá, até sábado próximo, o processo eleitoral, as resoluções do TSE e questões de inelegibilidade. Entre os palestrantes estão Adriano da Costa, Carlos Eduardo Frazão, Fabrício Medeiros, Henrique Neves, José Eduardo Cardozo, Marcelo Ribeiro, Margarete Coelho, Vânia Siciliano Aieta e Walber de Moura Agra. Prestigie!

Mínimo menor

Neste governo temerário as coisas crescem pra baixo, tal qual rabo de égua. Agora, os tecnocratas de Brasília revisaram a estimativa para o salário mínimo em 2019, passando de R$ 1.002, conforme apresentou o governo em abril, para R$ 998. Atualmente, o salário mínimo é de míseros R$ 954. Com a anunciada redução, o aumento previsto para o próximo ano passou a ser de minguados R$ 44. Fuleiragem, né?

Na terrinha

E quem estará hoje em Aracaju é o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ele desembarca na capital sergipana às 13h30, devendo se reunir com os simpatizantes às 19 horas, no Iate Clube de Aracaju. Acompanham Bolsonaro o presidente e o vice do PSL, respectivamente, Gustavo Bebiano e Julian Lemos. Em Sergipe, o partido é presidido pelo empresário João Tarantella.

Recorte de jornal

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 13 de julho de 1886.

Resumo dos Jornais