04/07/18 - 08:30:52

Candidatos de segunda classe

A campanha eleitoral deste ano terá dois tipos de candidatos: os contemplados pelo Fundo Especial de Financiamento de Campanha e aqueles que não verão nadica de nada dos R$ 1,716 bilhão. É que os partidos vão usar o dinheiro público basicamente para custear projetos de reeleição, principalmente dos caciques partidários, que não querem largar o bem bom. Portanto, os candidatos novatos terão que se virar, pois serão excluídos pelos partidos do financiamento público. Pior é que os relegados ao segundo plano não terão a quem reclamar, pois a resolução da Justiça Eleitoral não deixa dúvida de que os quase R$ 2 bilhões dos contribuintes serão rateados a critérios dos partidos. Coisas desse Brasilzão de meu Deus!

Banho de sangue

A Polícia está comemorando o fato de 75 pessoas terem sido assassinadas em Sergipe somente no mês passado. É que em junho de 2017 a carnificina foi ainda maior: 88 homicídios em apenas 30 dias. Em relação ao primeiro semestre de 2018 não há o que festejar, pois o número de vítimas da violência foi idêntico ao do ano passado: 545 assassinatos. Misericórdia!

Propaganda

A partir de amanhã (5), os pré-candidatos a cargos eletivos já podem fazer a propaganda intrapartidária, visando serem escolhidos candidatos nas convenções. É proibido, no entanto, o uso de rádio, televisão e outdoor. As convenções para a escolha dos candidatos às eleições deste ano devem ocorrer entre os dias 20 de julho e 5 de agosto.

Defesa do chefe

E o líder deste governo temerário, deputado federal André Moura (PSC), escalou parlamentares para defendê-lo. Na semana passada, a missão foi cumprida pelos deputados estaduais Venâncio Fonseca e Antônio dos Santos, ambos do PSC. Ontem, foi a vez de Gustinho Ribeiro (SD) defender o novo aliado: “O povo não precisa dos velhos coronéis. Esses ataques a André são fruto do passado. Sergipe precisa de mais”, discursou. Marminino!

Cidade de sal

Aracaju parece uma cidade construída com sal, pois qualquer chuvinha desmancha a fina camada de asfalto das ruas e avenidas. Diante da buraqueira infernal, a Prefeitura efetua novos serviços de tapa-buracos, porém basta uma nova garoazinha cair na capital para os buracos reaparecerem aos milhares. Será tão caro usar um asfalto de melhor qualidade? Homem, vôte!

E o salário, ó!

E a grande maioria dos servidores estaduais continua sem reajuste salarial. Ontem, a Assembleia aprovou benefícios financeiros para professores e policiais militares, mas a chamada “arraia-miúda” ficou a ver navios. Já são quatro anos sem qualquer reajuste para os servidores da administração direta do Estado. Êta governo filho da pentcha!

Saco de pancadas

Nem os aliados do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) aliviam nas críticas à Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte. Segundo o vereador Isac Silveira (PCdoB), “a SMTT é de uma inoperância absurda. Tem dinheiro, mas falta ação”, reclama o comunista. Isac garante que o superintendente Aristóteles Fernandes nem ao menos responde os requerimentos aprovados pela Câmara. Misericórdia!

Grana mais fácil

O Senado aprovou ontem, projeto permitindo a contratação de operações de crédito por consórcios públicos municipais e estaduais. De autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), o texto aprovado vai agora à promulgação. Os consórcios públicos objetivam prestar serviços e desenvolver ações de interesse coletivo. O projeto também autoriza cidades com menos de 90 mil habitantes a contratar empréstimos externos.  Legal!

Sem segurança

 Os consumidores ainda compram em camelôs artigos que não têm controle de segurança. Cerca de 32,1% dos entrevistados pela pesquisa do Instituto MDA relataram ter adquirido um produto no mercado informal nos últimos 12 meses, com destaque para brinquedos (37,1%). Mesmo assim, a consulta destaca que em relação à segurança, 65,1% das pessoas disseram dar preferência a produtos que trazem o selo de identificação do Inmetro. Menos mal, né?

Ouro de tolo

Tem R$ 22 milhões querendo entrar em sua conta bancária. É quanto vai pagar o próximo concurso da Mega-Sena se você acertar as seis dezenas a serem sorteadas amanhã. As apostas podem ser feita até às 19h de quinta-feira. E então, vai ficar aí sentado, com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar?

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Maruinense, em 30 de agosto de 1891.

Resumo dos Jornais