04/07/18 - 13:41:12

Fórum Estadual promove VI Conferência Intermunicipal de Educação

Esta foi a última conferência intermunicipal, que antecede a etapa estadual

O Fórum Estadual de Educação de Sergipe realizou nesta quarta-feira, 4, a VI Conferência Intermunicipal de Educação. O evento foi realizado na Faculdade Maurício de Nassau, em Aracaju, e contou com a presença de representantes de segmentos da sociedade. Ao longo deste ano foram realizadas seis conferências intermunicipais, envolvendo mais de 1.500 pessoas de todos os 75 municípios sergipanos.

Professores, alunos, gestores, pais, sociedade civil organizada e representantes de outros segmentos estiveram atentos às discussões sobre a melhoria da Educação.

O Coordenador Geral do Fórum Estadual de Educação (FEE), Jonas José de Matos Neto, destacou que cada conferência intermunicipal elegeu delegados que irão para a etapa estadual, ocasião em que haverá uma nova seletiva dos delegados que irão representar Sergipe na Conferência Nacional de Educação (Conae 2018), e em Brasília (DF), de 23 a 27 de novembro.

Neste último encontro intermunicipal o público-alvo foram os participantes dos municípios de Aracaju e grande Aracaju. Após a abertura, foi realizada a aprovação do regimento. Depois disso o público foi para as oficinas, divididas em oito eixos temáticos, onde debateram alterações a serem feitas no documento referência fornecido pelo Fórum Estadual de Educação.

“Essas conferências têm dois objetivos: oferecer subsídios para monitorar e avaliar o Plano Estadual de Educação, e fazer a contribuição para a construção de um sistema nacional de educação com uma base comum, sem desconsiderar as desigualdades e a diversidade”, explicou Jonas Matos.

A presidente do Conselho Estadual de Educação, Luana Boamorte, fez um balanço positivo das conferências intermunicipais. “Os municípios foram muito parceiros do Fórum Estadual de Educação. Tivemos pais, alunos, sociedade civil organizada. Analisamos o documento referência da Conae para que cada região emitisse sua opinião sobre o documento, que será levado para a etapa estadual. Lá será analisado e produzido o documento que será apresentado na Conae”, declarou.

Importância

As discussões sobre pontos relevantes para a melhoria da Educação foram apontadas como relevantes pelos participantes da conferência. Foi o caso de Ednea Sobral, que faz parte da comissão organizadora pela Seed. “A Conae tem o objetivo maior de ver as diferenças e particularidades de todas as cidades do Estado. As dificuldades de uma criança em Nossa Senhora da Glória não são as mesmas em Aracaju ou Barra dos Coqueiros. A gente tem aqui todos os segmentos da sociedade para discutir qualidade de ensino, gênero, orçamento direcionado para a Educação, entre outros pontos, para que as diferenças e as diversidades de cada região sejam introduzidas para que melhore a qualidade do ensino”, afirmou.

Quem também esteve presente foi a secretária de Educação do município de São Cristóvão, Quitéria Lúcia Barros. Ela ressaltou a necessidade da colaboração entre todos para a melhoria da educação. “É preciso pensar as políticas que deverão nortear a educação em nosso país. Essas conferências trazem o olhar dos municípios, do estado e dos diversos atores para pensar políticas públicas em educação. É fundamental que os municípios participem, pois hoje em dia não dá mais para pensar em educação que não seja em regime de colaboração entre o estado, municípios e União”, disse.

Maria José Guimarães Vieira, representante da Secretaria Municipal de Educação de Aracaju na comissão organizadora do evento, explicou que da conferência intermunicipal sairão 133 delegados, que irão para a etapa estadual, onde apenas nove delegados serão selecionados para participarem da Conferência Nacional de Educação (Conae 2018). “A gente espera um amplo debate a partir do documento base e esperamos que sair daqui com propostas importantes. Esses diversos segmentos que aqui estão são os atores que irão construir esse sistema nacional articulado. A ideia é que, a partir das conferências, possamos estar atentos a todo o acompanhamento e monitoramento dos Planos Nacional, Estadual e Municipais de Educação”, afirmou.

Foto Maria Odilia