07/07/18 - 07:51:51

SEMA FISCALIZA O RIO POXIM PARA COMBATER MORTANDADE DE PEIXES

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) alerta a população aracajuana sobre a conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s), a exemplo de rios e mangues. O órgão ambiental vem realizando constantes fiscalizações nestas áreas por meio do Departamento de Controle Ambiental (DCA). Na manhã desta sexta-feira, 6, os fiscais ambientais se depararam com uma problemática: vários peixes mortos às margens do rio Poxim, no bairro Inácio Barbosa, próximo à praça Monteiro Lobato.

De acordo com a analista ambiental da Sema, Emanuela Carla, durante a fiscalização foi analisada visualmente a causa da morte dos peixes, sendo constatado que, além de descarte de resíduos, a exemplo de sofá, televisão, vaso sanitário e garrafas plásticas, a mortandade deve-se também ao despejo de efluentes domésticos sem tratamento em diversos pontos do rio.  “Iremos entrar em contato com a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) para apresentar o caso e solicitar a retirada dos resíduos sólidos encontrados às margens do rio; e com a Superintendência de Recursos Hídricos (SRH) para averiguar a qualidade da água presente neste recurso hídrico, em que será analisado se há alguma contaminação de resíduos químicos também”, explica.

Com a grande quantidade de matéria orgânica lançada, além dos rios ficarem poluídos e com mau cheiro, isso reduz o oxigênio para as necessidades respiratórias dos animais aquáticos. O peixe, como qualquer outro ser vivo, depende da qualidade de seu meio, para respirar, se alimentar e se reproduzir, ou seja, para sobreviver.

A comerciante e moradora do bairro, Josefa do Nascimento relatou que mora há 25 anos e que “esse rio não era assim tão poluído e hoje está um mau cheiro que toma conta de toda nossa comunidade. Não é apenas os moradores do bairro que descartam lixo no rio, é toda população. Eu cuido do que eu posso, limpo junto com meu marido e reclamo quando vejo alguém jogando lixo”, esclarece.

Educação Ambiental

Além da fiscalização, esteve no local a equipe de Educação Ambiental da Sema para analisar a situação e conversar com alguns moradores das redondezas, a fim de tomar medidas cabíveis no que se refere à sensibilização da comunidade quanto ao descarte correto de resíduos e os devidos cuidados com o meio ambiente.

Segundo o coordenador da Educação Ambiental, José Bezerra, na comunidade já existe um trabalho de educação ambiental e a ação por parte da Sema será para intensificar a sensibilização por parte de todos. “Vamos nos reunir com a associação de moradores do Inácio Barbosa, iremos conversar com eles e promover uma ação de sensibilização e limpeza nessa margem. Solicitaremos também parcerias com outras entidades para propagar esse trabalho”, afirma.

Denúncias

A população pode contribuir com o trabalho de fiscalização da Sema. Em casos de denúncias de flagrantes de descarte irregular de lixo, é necessário entrar em contato com o órgão ambiental pelos números (79) 3225-4178 ou (79) 9 8149-2497.

Foto: Lindivaldo Ribeiro