12/07/18 - 06:24:38

ESQUADRILHA FUMAÇA SE APRESENTA EM ARACAJU NO DOMINGO

Neste domingo, 15, o céu da Orla da Atalaia será palco de um verdadeiro espetáculo. Doze anos depois, a Esquadrilha da Fumaça está de volta à capital em uma apresentação que homenageia a emancipação política do Estado, comemorada no dia 8 de julho. O evento, organizado pela Prefeitura de Aracaju, acontece às 15h em frente a Passarela do Caranguejo.

Aracaju será a segunda cidade a receber a Esquadrilha da Fumaça, que realiza um circuito de demonstrações aéreas nas regiões Norte e Nordeste do país entre os dias 12 e 30 de julho. Antes de chegar à capital sergipana, os Fumaceiros, como são conhecidos hoje, vão se apresentar em Salvador e depois seguirão para Recife.

Na apresentação em Aracaju, o público verá uma das fabricações da Força Aérea Brasileira: o A-29 Super Tucano. Com fabricação da Embraer, o avião já foi utilizado em missões de defesa aérea, escolta, ataque leve, treinamento avançado, patrulha aérea de combate e formação de líderes da aviação de caça. Retomada, desde 2015, demonstrações aéreas com o Super Tucano, a esquadrilha realiza manobras com as aeronaves em suas exibições.

No total, o espetáculo conta com sete pilotos em sete aeronaves, cada um com uma posição função específica. Um oitavo piloto fica em solo realizando a locução. Geralmente, a demonstração da Fumaça tem duração de 35 minutos e conta com cerca de 50 acrobacias.

A Esquadrilha

Localizada em Pirassununga, cidade a 208 km de São Paulo, a Esquadrilha da Fumaça foi fundada em 1952, e se apresenta desde 14 de maio de 1954. Hoje, a equipe da esquadrilha conta com 13 oficiais aviadores, um médico, um especialista em aviões, três oficiais de Comunicação Social e uma equipe de graduados especialistas.

Com mais de 3.800 demonstrações realizadas no Brasil e em 21 países, a Esquadrilha da Fumaça representa para milhares de pessoas a oportunidade de estabelecer contato, de maneira emocionante e inesquecível, com a Força Aérea Brasileira.

Foto Sargento Batista – Força Aérea Brasileira

Por Tirzah Braga