16/07/18 - 16:22:19

REGISTRO OCORRÊNCIAS NA DEFESA CIVIL TEM REDUÇÃO DE 40%

 

As ações preventivas, implementadas pela Prefeitura de Aracaju para reduzir o impacto das chuvas na capital, resultaram na diminuição do número de ocorrências registradas através do número emergencial da Defesa Civil de Aracaju, o 199. Se comparados os dados obtidos durante os meses de maio e junho do ano passado, em relação ao mesmo período deste ano, houve uma redução de 40% no número de ocorrências.

Somadas as ocorrências de maio e junho de 2017, o número de registros chegou a 115, sendo 79 chamados no mês de maio e 36 no mês de junho. Já no mesmo período deste ano, foram 70 chamados registrados, 34 deles no mês de junho. Entre as situações descritas pelos solicitantes encontram-se riscos de desabamentos, alagamento, risco de queda de árvores, dentre outros.

O coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, avalia os resultados do trabalho preventivo que vem sendo intensificado para minimizar os efeitos das chuvas. “Nós tínhamos acabado de divulgar o 199 no ano passado. O canal de atendimento era muito menos difundido que hoje e, naquela ocasião, em virtude das problemáticas que a cidade enfrentava, tivemos um número de ocorrências muito maior. Esse fato reflete a efetividade das ações preventivas, que garantiu a redução de riscos para a população, neste ano”, destacou o coordenador.

Foi objetivando a redução do impacto das chuvas, na capital, que o prefeito Edvaldo Nogueira estabeleceu o Comitê de Gerenciamento de Crise. A medida envolve a ação integrada entre diversas pastas, que se mobilizam de forma estratégica para execução de ações, especialmente, no período das chuvas. O secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, ressalta que a ação estratégica com foco na prevenção foi responsável por esta redução expressiva no número de ocorrências. “Através do Comitê, foram planejadas ações como a limpeza de canais, que foi intensificada, e contribuiu, sobremaneira, com a redução dos problemas. Neste ano, não houve transbordamento de canais ou enchentes dos rios. Houve, inclusive uma intensificação da orientação e fiscalização nas áreas de risco”, enfatizou.

O diálogo com as comunidades também foi intensificado. “A criação dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) também trouxe uma significativa contribuição para as ações preventivas, implementadas través da Defesa Civil. Os moradores das áreas de risco, de forma voluntária, somaram-se às ações em benefício da comunidade. Além disso, houve a implantação do sistema de alerta por SMS, que possibilita o compartilhamento de informações da Defesa Civil através de mensagens, pelo celular”, acrescentou o secretário de Defesa Social, Luís Fernando Almeida.

Os procedimentos adotados no período de chuva contemplam a antecipação às situações de risco e diminuição do tempo resposta. “Em caso de grandes chuvas, nós temos os vários estágios de enfrentamento. O alerta, o sobreaviso e a prontidão, de modo que, se houve a necessidade, as equipes já estarão nos locais mais críticos”, explicou o secretário de Defesa Social.

199

Até abril de 2017, Aracaju era uma das poucas capitais do país que ainda não possuía o número emergencial de Defesa Civil (199). A implantação aconteceu de forma integrada através da Secretaria de Defesa Social e da Cidadania (Semdec), que por meio da Central de Videomonitoramento da Guarda Municipal de Aracaju (GMA), viabilizou o atendimento dos chamados.

A partir das informações cedidas pelo solicitante é registrado um número de protocolo e um relatório de ocorrência é confeccionado, contendo informações sobre o imóvel ou estrutura. Esses dados preliminares são encaminhados imediatamente à Defesa Civil de Aracaju, para que seja realizada a vistoria no local.

O secretário da Defesa Social ressalta que o número emergencial está disponível 24h por dia. “O 199 continua à disposição da população 24h por dia, em todos os dias da semana, para que, em caso de necessidade e emergência, nós possamos ser acionados e assim prestar o atendimento à população”, destacou.

Fonte e foto assessoria