19/07/18 - 08:24:38

Chapas indefinidas

Faltando menos de 20 dias para acabar o prazo de realização das convenções, a maioria dos partidos ainda não definiu com quais chapas vai à disputa eleitoral. Quase todos os que já anunciaram os pré-candidatos a governador ainda não escolheram os vices e permanecem na dúvida quanto os pretendentes ao Senado. Essa indefinição é provocada pela indecisão do PT sobre quem será seu presidenciável, além da busca dos partidos pequenos por mais espaços nas chapas majoritárias, das conveniências locais e, principalmente, pela condição de ficha suja de alguns pré-candidatos. Com tão pouco tempo e tantas dificuldades para definirem as chapas, os partidos pisam em ovos para evitar o estouro da boiada: uma tragédia a esta altura do campeonato. Portanto, é por demais arriscado apostar neste ou naquele pré-candidato majoritário antes que os times estejam definidos e devidamente registrados na Justiça Eleitoral.

Mau pagador

Após atrasar por três meses o aluguel do imóvel onde funciona a Secretaria Estadual da Saúde, o Executivo sergipano quer renegociar o contrato. Ora, por que só agora o governador Belivaldo Chagas (PSD) está contestando o valor da locação se tudo foi feito quando ele era vice de Jackson Barreto (MDB)? Será que Chagas não sabia o que ocorria no governo dele ou tudo não passa de desculpa esfarrapada de mau pagador? Desconjuro!

No páreo

O PSOL lança nesta quinta-feira as pré-candidaturas de Márcio Souza ao governo de Sergipe e do professor Jossimário Mick ao Senado. O evento político está marcado para às 19h, no Sindicato dos Bancários de Sergipe. Prestigie!

Pau puro

E o pré-candidato a governador Valadares Filho (PSB) está afiando o discurso para a campanha. Segundo ele, “o governo Jackson-Belivaldo atrasou Sergipe em todas as áreas. O estado tem o pior índice na segurança pública, o maior déficit de emprego da historia, a saúde está sucateada e não há manutenção das rodovias”. Misericórdia!

Zero, zero!

De um eleitor disposto a anular o voto nas próximas eleições: “Não adianta buscar a liberdade de expressão nesta democracia burguesa, num sistema político que nos obriga a votar. Prova disso é que a urna eletrônica não possui a tecla do voto nulo. Portanto, é preciso contestar, dizer não ao que está aí, digitando zero, zero e confirmando”. Crendeuspai!

Fique ligado

O motorista que deixa o veículo aberto e com a chave na ignição não tem direito ao seguro se o carro for furtado. Segundo decisão do Superior Tribunal de Justiça, essa conduta voluntária do segurado ultrapassa os limites da culpa grave, incluindo-se nas hipóteses de agravamento de risco, determinando o afastamento da cobertura securitária. Portanto, abra olho e feche o carro.

Isenção ferida

A lei não proíbe, porém é estranho que parentes próximos de integrantes do judiciário ocupem cargos comissionados em outros poderes. Como pode um magistrado julgar com isenção quem paga o salário do seu querido familiar? Cala-te boca!

Em trânsito

O sergipano que não estiver em seu domicílio eleitoral só poderá votar em trânsito em Aracaju e Socorro, municípios com mais de 100 mil eleitores. O prazo para solicitar a habilitação termina no dia 23 de agosto. Quem estiver fora do estado de seu domicílio eleitoral poderá votar em trânsito apenas para presidente da República.

Me dá um dinheiro aí

E o PSTU em correndo a sacolinha nas redes sociais visando se capitalizar para a campanha eleitoral. O partido alerta, contudo, que não aceita dinheiro de empresas, bancos, empreiteiras e ruralistas. O PSTU prega que a campanha seja sustentada pelos próprios trabalhadores, “pois quem paga a banda, escolhe a música”. Então, tá!

Quem perdoa?

O pré-candidato a senador Jackson Barreto (MDB) tem na ponta da língua a desculpa para o fato de o governo dele não ter pagado em dia a folha de pessoal: “Eu nunca quis atrasar os salários dos servidores, mas a conjuntura econômica do país me forçou a isso”. Na tentativa de conquistar o apoio do funcionalismo, JB diz ter vivido no governo um lamentável momento e conclui pedindo perdão aos servidores. Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Estado de Sergipe, em 30 de abril de 1933.

Resumo dos Jornais