25/07/18 - 05:30:54

Radialista é demitida por se recusar a colocar no ar acusado de matar seu pai

Rede Xodó de comunicação demite radialista disk jockey por esta se recusar a colocar no ar acusado de mandar matar seu pai, o ex-radialista Cláudio Rotay.  O caso aconteceu na cidade de Tobias Barreto/SE, aproximadamente 127km da capital sergipana, Aracaju.

A radialista Larissa Rotay, que fazia parte da Rede Xodó de Comunicação, chegou na emissora Xodó AM 1520hz normalmente para executar seu programa como fazia durante mais de um ano.

Ao chegar na emissora, o repórter informou que iria entrar no ar, a pedido do diretor, com Diogenes Almeida, prefeito daquele município.

Mesmo possuindo dois jornais na emissora, sendo o local exibido das 07h às 09h e o outro, em rede, levado ao ar das 12h às 14h, iriam colocar esse flash no programa musical de Larissa Rotay.

Larissa é filha do radialista Cláudio Rotay, e desde os 09 anos teve que conviver com o drama decorrente do assassinato brutal de seu pai,  sendo esse mesmo Diógenes Almeida o acusado de ser o mandante desse crime bárbaro que aconteceu no ano de 2002 e ainda não aconteceu sequer o Júri Popular, inclusive, na época, o prefeito Diogenes foi acusado pela polícia e pelo jornal Cinform, jornal de grande credibilidade no estado de Sergipe, como principal acusado da morte do pai da radialista demitida.

No dia seguinte, terça-feira 24/07/2018, Larissa recebeu um aviso prévio.

A redação procurou um documento que demonstre o vínculo entre a prefeitura e a emissora no Diário Oficial, mas não foi encontrado.

Quanto da admissão da radialista Larissa Rotay, já fora previsto que uma situação desta poderia vir a ocorrer, haja vista que a marcação com a família da radialaista é implacável por parte do prefeito atual de  Tobias Barreto, Diógenes Almeida.

Por: Marcio Verlan