27/07/18 - 10:59:17

Eduardo Amorim: “meu funcionário?; ele foi demitido no dia anterior”

A afirmação foi sobre um ex-funcionário que se passou por cinegrafista do “CQC”

O senador Eduardo Amorim concedeu entrevista na manhã desta sexta-feira (28) e descartou qualquer tipo de possibilidade de fazer aliança com o DEM, comandado em Sergipe pelo também pré-candidato ao governo, Mendonça Prado, por serem adversários históricos.

O senador Eduardo Amorim ((PSDB), pré-candidato ao governo do estado informou na manhã desta sexta-feira (28) que o nome do vice em sua chapa será anunciado na semana que vem, dois dias antes das eleições, disse que Geraldo Alckmin é o mais preparado paga governar o Brasil e desfez a informação sobre suposto funcionário que se passou por cinegrafista do CQC .

Sobre as eleições, Amorim disse que “ainda tem tempo e muitas conversas estão acontecendo. Mas vamos divulgar o nome de quem será vice em nossa chapa, antes da convenção, provavelmente dois dias antes”, afirmou Eduardo.

Eduardo não perdeu a oportunidade e voltou a criticar à atual administração, principalmente em relação à saúde, onde segundo ele, “é um descaso muito grande o que vemos. Pessoas morrendo à espera de cirurgia. Veja o caso do hospital do câncer que não foi construído e olha que dinheiro tem. Gastaram com propaganda e o hospital não saiu do papel”, disse o senador.

Sobre as eleições que se aproximam, Eduardo Amorim afirmou que “Geraldo Alckmin conta como um dos quadros mais preparados para administrar o Brasil” e que existe uma conversa com o Democratas a nível nacional, porém que isso “não chega a Sergipe”.

Eduardo Amorim, ainda durante a entrevista, aproveitou para esclarecer uma informação que circulou nas redes sociais de que um de seus assessores teria feito uma gravação na sede da Secretaria de Estado da Saúde, que fiou conhecido como Taj Mahal, se passando por um dos integrantes de um famoso programa de TV nacional, o “CQC” mas que ao final foi descoberto que era Fake, mas o caso acabou repercutindo.

Sobre o ocorrido, Eduardo Amorim questionou: “meu funcionário?, não. Ele foi demitido um dia antes dessa gravação, como consta no Diário Oficial. Portanto eu não tenho nada a ver com isso. Agora Fake, foi que eles fizeram, ao inaugurar o centro de nefrologia que ainda não estava pronto”, disse.

Sobre as alianças em Sergipe, Amorim disse que vem conversando com vários partidos e que aguarda a decisão de seus dirigentes, e citou o caso do PPS e do PDT.

Munir Darrage