30/07/18 - 13:07:34

MILTON ANDRADE APONTA SOLUÇÃO PARA ENFRENTAR PROBLEMAS

Dívidas astronômicas e índices muito negativos em áreas essenciais como segurança pública, saúde e educação. Isso é parte do cenário que o próximo governador de Sergipe vai encontrar para administrar a partir de 1º de janeiro de 2019. “Os problemas foram criados pela velha política, em virtude da falta de gestão, de compromisso e de zelo com o dinheiro público. E não é quem os criou que tem solução para resolvê-los”, disse Milton Andrade (PMN), pré-candidato a governador de Sergipe.

“Eu estou pronto para, com coragem e firmeza, enfrentar essa situação desastrosa em que o Estado foi submetido ao longo dos últimos anos, tornando-o o mais violento, com pior educação, ineficiente, pesado e deficitário”, apontou Milton, que colocará o nome à disposição da sociedade durante convenção estadual do PMN marcada para o próximo dia 5.

Prova da ineficiência e do peso do Estado, sinalizou Milton Andrade, é o grande número de Secretarias, cuja maioria é comandada por aliados políticos do governador de plantão, sem qualquer formação técnica para o cargo. “Essas pastas servem para abrigar amigos e aliados políticos de quem sentou ou está na cadeira de governador. Isso está claro!E é exatamente a falta de uma gestão técnica que faz com que tenhamos os pirores índices do país”, disse.

Ele lembrou que na década de 80, apenas oito Secretarias compunham a estrutura do Estado e foi exatamente um período em que mais se construiu e os serviços públicos tinham mais eficiência e qualidade. “Havia um compromisso com o aparelho da máquina.Hoje, infelizmente, o compromisso é em cooptar lideranças”, disse.

Milton Andrade ratificou a defesa de três pontos que, no seu entender, são inegociáveis: necessidade de ter aliados ficha limpa, pessoas imbuídas do propósito de combater irrestritamente a corrupção e o compromisso com uma gestão técnica. “Para nós não serve qualquer aliado em troca de tempo de televisão ou apoio. Queremos pessoas com comportamento inquestionável, comprometidas com o bem coletivo e capazes de fazer uma gestão eficiente e eficaz”, completou.

Por Kátia Santana

Foto assessoria