30/07/18 - 10:17:55

Proprietários de veículos devem ficar atentos para o vencimento do IPVA

Segundo dados da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), no Estado de Sergipe aproximadamente 280 mil veículos estão com o IPVA em aberto neste exercício 2018. Os números foram divulgados como forma de alerta para que os proprietários se antecipem e evitem alguma notificação por parte da Sefaz por inadimplência, ou, caso já tenham sido notificados, evitem a emissão do auto de infração.

A Coordenadoria de IPVA da Sefaz explica que já estão em vias de notificação todos os contribuintes que possuem débito, inclusive aqueles veículos que tiveram vencimento no mês de maio, e o não atendimento à notificação dentro do prazo informado no documento pode ocasionar a lavratura do auto de infração e a inclusão do devedor no cadastro da Dívida Ativa Estadual, no Cadastro de Inadimplentes Estadual (Cadin Estadual) e no Serasa. As notificações são publicadas periodicamente no Diário Eletrônico da Sefaz, em cumprimento às exigências legais, e podem ser acessadas por meio de consulta pública, através do endereço www.sefaz.se.gov.br, no link “Diário Eletrônico” (localizado na seção “Destaque”, na coluna direita do site).

São mais de 68 mil veículos inadimplentes, que representa, neste momento, aproximadamente 12% da frota registrada no Estado.

A cobrança aos inadimplentes tem se tornado cada vez mais rígida por parte da Sefaz, sendo importante que os proprietários de veículos procurem a Sefaz para resolver as pendências antes da lavratura do auto de infração, pois nesse caso além do imposto irá pagar a multa que corresponde a 100% do valor do imposto.

Pagamento

A orientação para o pagamento é acessar o site www.sefaz.se.gov.br e no botão “Serviços” clicar em “Documento de Arrecadação Estadual – DAE”, para em seguida clicar em “DAE/IPVA”. Se preferir negociar o pagamento, a opção a ser escolhida é “Parcelamento”, sendo possível fazer simulações quanto ao total de parcelas e valor de cada uma. Há também a opção de negociar o pagamento da dívida procurando os Ceacs da Sefaz.

Fonte e foto assessoria