06/08/18 - 09:39:07

Proinveste: Obras do CEASA de Itabaiana seguem avançadas

Quem trafega pela BR 235 às margens da sede de Itabaiana nas proximidades da Estrada para a Mata da Raposa constata a grandiosidade de uma das maiores e mais importantes obras estruturantes já construídas na cidade serrana. Executada pelo Governo de Sergipe por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) em parceria com a Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop) os trabalhos na Central de Abastecimento (CEASA) prosseguem avançados.

Com recursos provenientes do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (PROINVESTE) na ordem de R$ 30.689.968,93, o Ceasa além de facilitar a cadeia de abastecimento do município e de todo o território Agreste Central, contribuirá para a mobilidade em rodovias cruciais da malha viária sergipana, dinamizará o comércio regional e será uma área de conexão com as centrais de abastecimento de Petrolina e Juazeiro, ocasionando um intercâmbio de mercadorias entre estas cidades pólos e as demais circunvizinhas.

De acordo com o Secretário da Infraestrutura, Valmor Barbosa, o andamento dos serviços está além do programado no cronograma. “Os trabalhos estão bem avançados, já realizamos mais da metade do revestimento das fachadas e da cobertura e a infraestrutura total dos blocos se aproxima da conclusão”, detalha.

Ele destaca outras frentes de trabalho que também transcorrem com celeridade. “Concluímos metade do projeto paisagístico, a parte asfáltica da primeira etapa está 40% executada e iniciamos os acabamentos mais finos, a exemplo de pintura, implantação das bancadas de granito e pias inox do primeiro bloco, de modo que o cronograma físico da obra já atinge 60%, o que nos assegura que ela estará concluída antes do prazo final que é em julho de 2019”, ressalta.

Obra excelente

Feirante há 12 anos, Angélica Costa Santos, diz que a obra veio em boa hora. “Precisávamos de um espaço para vender que fosse limpo, arejado e que tivesse estacionamento. A feira aqui é uma bagunça, a gente improvisa na feira de sábado, é peixe e outros produtos misturados, agora será diferente”, afirma.

Há 20 anos trabalhando na feira como ambulante, Benedito Domingos reitera as declarações da colega. “A logística de transporte nesse local atual é impraticável, o espaço é pequeno, não da pra chegar caminhão, os carros passam no meio da feira, atrapalhando os compradores e também a nós comerciantes, não há estacionamento para carga e descarga, além da mistura de bancas de verduras, frutas e peixes, uma bagunça. Agora tudoi vai mudar, será excelente”, frisa.

O CEASA

O empreendimento tem uma área construída de 10.652,58 m² em um terreno de 34.528,87 m², três blocos, uma praça de alimentação, estacionamento para carga e descarga, guaritas, casas de lixo e gás, reservatório e castelo d’água.

O bloco A será composto pelo setor administrativo (sete salas), 12 boxes destinados a lojões de produtos diversos (artesanato, vestuário, embalagens, utensílios domésticos, farmácia, casa lotérica, entre outros), e dois espaços destinados a unidades bancárias, totalizando 1.470,30 m².

Com 3.637,58 m² de área a ser construída, o segundo bloco (B) será destinado ao setor de varejo (produtos agrícolas) com 36 boxes destinados ao mercado do produtor e 55 boxes varejistas, todos eles com 12,00 m² de área. Além dos boxes, serão construídas 54 pedras para varejistas, que somam 548,90 m² e quatro banheiros masculinos e quatro femininos, sendo que, metade serão específicos para pessoas com mobilidade reduzida.

Destinado ao setor de atacado, o bloco C será o maior de todos, com área equivalente a 4.501,10 m² e comportará 61 boxes para frutas, legumes e hortaliças, 24 boxes para grãos, raízes e tubérculos, 25 boxes para açougue (carne bovina, suína, frango e pescado), todos eles com espaço de 24,00 m² e seis banheiros masculinos e femininos, dois, exclusivos a pessoas com necessidades especiais.

A área da Praça de Alimentação possuirá uma área de 867,18 m², com espaço para sete restaurantes e/ou lanchonetes, cada um com 24,00 m², sopão com área de 101,94 m², área de circulação, quatro banheiros masculino e feminino, sendo dois específicos às pessoas com dificuldades de  locomoção.

Por: Alex Santiago e Amanda Melo

Foto: Amanda Melo