07/08/18 - 10:22:31

Espera é deixada para trás com a conclusão do canal Beira Mar

Quando uma obra começa, junto com ela inicia também a expectativa da população, afinal, seja pelos transtornos comuns de todo e qualquer canteiro de obra ou, principalmente, pela melhoria que o reparo vai proporcionar, é na conclusão que mora a espera. Foi com esse sentimento que os moradores do bairro Aeroporto conviveram durante quase três anos, enquanto viam a construção do canal do Beira Mar começar, paralisar e, agora, enfim, chegar à reta final da conclusão.

A obra teve início no final de 2015 e, no ano seguinte, foi paralisada causando desconforto por parte dos moradores da região. Em época de chuva, além da lama proveniente do acúmulo de área da obra parada, a população não via o problema da falta de escoamento melhorar, afinal, o canal que serviria para este fim não estava pronto para fazer o seu papel. Com a obra retomada, os moradores já não precisam abrigar a espera que agora passou a ser apenas uma visitante do passado.

O projeto em execução beneficiará mais de 30 mil moradores dos residenciais situados na região e outras milhares de pessoas que usam as avenidas para se deslocarem e que acabam prejudicadas com os pontos de alagamentos registrados nas vias. Orçada em R$ 9 milhões, a obra cria duas bacias de amortização – uma delas já construída – e abre uma nova avenida de aproximadamente um quilômetro, ligando o residencial Beira Mar à avenida Júlio César Leite. O novo canal e as duas lagoas de amortização darão fim aos alagamentos e ainda abrirão um novo polo de crescimento imobiliário, além da abertura de uma nova avenida.

Morando há um ano na localidade, Carlos Alberto Rodrigues não tinha conhecimento do tempo que já durava a obra, mas, de uma coisa ele sabe: se é obra, vem para melhorar a vida dos moradores. “Ouvi falar no andamento dessa obra. O que sei é que quando chovia, a gente tinha problemas com o acúmulo de água. Agora, com o canal, imagino que nossa rotina há de melhorar”, afirmou.

Mesmo com seus poucos dois meses de moradia na região, Jorge Porto, que antes morava no bairro Coroa do Meio, entende a importância da conclusão de uma obra. “É muito ruim estar no meio de uma obra e não ter nem ideia de quando ela será concluída. Já cheguei no bairro em época de chuva e pude sentir um pouco dos problemas que os meus vizinhos já vinham passando. Agora, com o fim da obra, acho que cheguei em boa hora, vou pegar a melhor parte”, destacou.

Ao contrário de Carlos Alberto e Jorge, Alberto Gomes é um antigo morador da região. São 30 anos vendo o bairro obter melhor infraestrutura aos poucos. Um dos seus desejos é ver as melhorias chegando com mais celeridade. “Vi, por muito tempo, pouca coisa mudar aqui na região e a insatisfação era grande. Só agora vi a obra ter andamento, de fato, e espero que ela resolva antigos problemas. Época de chuva aqui é um transtorno só e acredito que isso vai mudar”, frisou.

Vanda Bispo mora no conjunto Augusto Franco, mas, todos os dias pega ônibus para ir trabalhar em um mercadinho que fica ao lado do canal. Para ela, descer do veículo e seguir andando pela rua em dias de chuva era um problema. “Tinha que desviar da lama, das poças, dos buracos. Era muita água acumulada na rua. Eu gostei muito de ver a obra partindo pra conclusão. Eu, que trabalho diretamente atendendo pessoas, sei o quanto a espera causava insatisfação”, ressaltou.

Foto Sérgio Silva