15/08/18 - 09:12:20

Hospital Regional de Estância retomará cirurgias eletivas até o fim deste mês

Responsável por atender 10 municípios do Sul do Estado, o Hospital Regional Amparo de Maria, localizado no município de Estância, está em contagem regressiva para retomar as cirurgias na unidade. O governo do Estado já anunciou, nesta segunda- feira, 13, a assinatura do contrato com a instituição e a previsão de que, até o fim de agosto, os serviços ofertados à população sejam ampliados e otimizados.

O diretor do Hospital Amparo de Maria, Joaldo Santos, reconhece o empenho do Governo, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), para regularizar os pagamentos à entidade, e, segundo ele, o contrato assinado no início deste mês, permitirá a realização de 250 cirurgias por mês, destas, 210 gerais e 40 cirurgias ortopédicas.

“Como estávamos com o centro cirúrgico parado desde julho de 2017, de lá para cá alguns equipamentos ficaram obsoletos ou perderam vitalidade e fomos aproveitando em outros lugares. Os equipamentos que estavam no centro cirúrgico, por exemplo, foram para o centro obstétrico. Mas já iniciamos o processo de compra de outros equipamentos e, estando entregues, acreditamos que em três dias as cirurgias sejam retomadas”, explica Joaldo.

Uma das prioridades, segundo Joaldo, serão as cirurgias obstétricas. “Nosso centro cirúrgico ficou esse tempo todo parado, o que ocasionou uma demanda reprimida das cirurgias obstétricas. Para o mês de setembro, a nossa estratégia é fazer mutirões de cirurgias para que possamos diminuir a fila. Pretendemos abrir o centro cirúrgico todo final de semana, aos sábados, para poder tentar diminuir a demanda. A ideia é que, até o fim do ano, a gente já comece a normalizar esse período de um ano de cirurgia que ficaram paradas, entrar no ritmo de diminuição dessa fila”, diz o diretor.

A maternidade atende por mês cerca de 300 parturientes, e realiza em torno de 600 procedimentos.  Os plantões estão completos e funcionando com obstetra, enfermeiros, anestesista e neonatologista. Ao longo desse período, os serviços da maternidade foram mantidos em quase sua totalidade e a assinatura do novo contrato possibilitou ofertar esse serviço em 100% da capacidade hospitalar.

“Para nós será importante retomar as cirurgias, como também nossos serviços ambulatoriais que, ao longo desse ano, também sofreram muito porque perdemos serviços de qualidade, aqueles de mais complexidade, como nossa área de cardiologia, por exemplo. São serviços que serão retomados aos poucos e com uma grande novidade que vai possibilitar que a gente traga novos serviços para dentro do Amparo de Maria”, conta Joaldo Santos.

A novidade é uma parceria com o Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe (IPES).  Como informa Joaldo, a retomada do contrato possibilitou, também, essa negociação, uma nova pactuação que permitirá aos servidores públicos e às parturientes servidoras públicas da região de utilizarem a unidade hospitalar sem precisar procurar os serviços em outras regiões. “Há avanços que estamos discutindo, um conjunto de medidas que estamos construindo com a SES e com o IPES que, no final, vai resultar em desafogar o serviço que fica centralizado na capital. Vamos trabalhar em parceria”, conclui.

Fonte e foto assessoria