15/08/18 - 13:36:43

Médicos estão em treinamento para admissão no Samu

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforça o seu quadro médico com a admissão de mais nove profissionais, que atualmente passam por treinamento para assimilar o serviço e sua operacionalização. De acordo com informações do coordenador do Núcleo de Educação Permanente do Samu (Neps), Ronei Barbosa, para ingressar no serviço, o profissional médico passa por uma capacitação inicial que compreende 60 horas na Central de Regulação de Urgência (CRU) e 24 horas na intervenção, ou seja, na assistência direta ao paciente.

O corpo médico do Samu é constituído de 154 médicos, sendo 42 na Central de Regulação de Urgência e os demais nas intervenções, por meio das Unidades de Suporte Avançado (USAs), destacadas em 14 bases descentralizadas. No entanto, segundo explicou a coordenadora Médica do serviço, Tiemi Oki, há, atualmente, 34 vagas em aberto, uma carência que se explica pela dificuldade que o Samu vem encontrando para contratar profissionais.

“Estamos em busca de médicos para contratar, mas não encontramos profissionais interessados em trabalhar nas bases que ficam no extremo do Estado, como as de Canindé, Porto da Folha e Tobias Barreto, que são as que possuem maior número de vagas em aberto”, disse Oki, informando que é a distância entre estas bases e a capital ou a falta de condições em chegar a elas os motivos que dificultam as contratações.

Dos nove médicos que estão em treinamento e que serão incorporados ao serviço caso sejam aprovados, quatro irão atuar na base de Porto da Folha, segundo informou a coordenadora Médica, atestando, no entanto, que apesar das vagas em aberto, nenhuma base fica sem médico durante toda a semana. “Nós temos médicos que fazem escala em Capela, mas também em Propriá e aí a gente nunca deixa de cobrir a região Norte do Estado, o mesmo acontecendo com Canindé do São Francisco e Porto da Folha, que se intercalam cobrindo o Alto Sertão. Na parte Sul, nós temos Lagarto e Tobias, com médicos que se intercalam”, relacionou.

De acordo com o coordenador administrativo do Samu, Wallace Barreto, a busca ativa para a adesão de médicos continua sendo feita e já há sinalização positiva para a base de Porto da Folha. “Entramos em contato com alguns médicos que demonstraram interesse em integrar à equipe, o diálogo está mantido e nosso empenho continua”, revelou.

O regime de trabalho dos médicos do Samu são plantões semanais de 24, ou seja, um dia na semana eles têm que se deslocar até as bases. Apesar disso, o serviço tem disponíveis 34 vagas, que cairá para 33 tão logo o médico aprovado no PSS da Saúde seja incorporado ao Samu. Tiemi Oki informou que é mais fácil contratar médicos da Bahia para a base de Tobias Barreto e de Alagoas para as unidades de Porto da Folha e Canindé.

Fonte e foto assessoria